Banner com ilustração de bonecos coloridos com cabeças de objetos, e a frase 'Ajude a financiar um lugar legal na internet'.

A privacidade dos seus arquivos armazenados no Google Drive

No Twitter, a cientista da computação e pesquisadora Nina Da Hora publicou um fio questionando as práticas de privacidade do Google em relação ao conteúdo dos usuários guardado no Google Drive.

O assunto é antigo. Em 2012, quando o Google unificou suas políticas de uso e privacidade, levantamos a questão no Gizmodo Brasil. O texto dava margem à interpretação de que os direitos sobre arquivos enviados ao Drive fossem compartilhados com o Google. Não era bem assim.

Ao longo dos anos, o texto da documentação do Google foi refinado. Hoje, a parte que se refere ao conteúdo do usuário armazenado pelo Google está mais fácil de ler. De qualquer modo, o alerta da Nina é válido; sobram histórias de arquivos apagados e contas Google excluídas sem aviso prévio ou chance de revisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 comentários

  1. Eu acho tão engraçado as pessoas esperarem privacidade utilizando um serviço de uma empresa desse tipo.

    nesse ramo, sempre, sempre assuma o pior caso. a possibilidade técnica de não ter privacidade nenhuma existe, então assuma que os dados armazenados são usados pela empresa também.

    uma forma de usar o armazenamento é cifrar os dados antes de enviar para o drive.

  2. “sobram histórias de arquivos apagados e contas Google excluídas sem aviso prévio ou chance de revisão.” [Citation needed]

    Posso estar muito desinformado, mas não lembro de nenhum caso específico de arquivos perdidos no Google Drive. Contas inteiras excluídas, aí é outra história, embora que eu só esteja lembrando do criador de Terraria no momento.

  3. Depender do serviço da google e perder repentinamente tudo deve ser uma das piores sensações. Aconteceu inclusive com o criador do Terraria (https://twitter.com/Demilogic/status/1358661840402845696) e nem sei se ele conseguiu recuperar o acesso aos dados.

    Ainda sou muito dependente do GDrive, pois trabalho e sou mestrando e (normalmente) não faço tudo na mesma máquina, então sincronismo é tudo. Por vir das dúvidas, mantenho sempre um backup local de tudo e nunca uso a suíte de escritório do Google, visto que, uma vez sem conta, você não recupera os GDocs da vida. Mas ainda sim, deve ser terrível.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!