Pessoa de sexo não identificado, com cabelo roxo e pele azul, segurando uma xícara de café com vários ícones em alusão ao Manual do Usuário na fumaça e um celular na outra mão. Embaixo, o texto: “Apoie o Manual pelo preço de um cafezinho”.

Google não permitirá mais aplicativos que gravam ligações no Android

O Android tem inúmeras vantagens sobre o iPhone. Uma delas, aplicativos capazes de gravar ligações telefônicas, está com os dias contados.

Esses aplicativos usavam uma API de acessibilidade para gravar as chamadas, ou seja, uma deturpação do intuito da API. O Google fechará essa brecha em 11 de maio, quando todos os aplicativos disponíveis na Play Store não poderão mais usar a tal API e, portanto, perderão a capacidade de gravar ligações.

Não está claro, ainda, se quem já tem esses aplicativos baixados perderá o acesso a eles.

A investida do Google não afeta os sabores de Android que já vêm com gravador de chamadas nativo, como a MIUI (Android da Xiaomi) e o Android do Pixel, do próprio Google. Via 9to5Google (em inglês).

Existem vários aplicativos para iPhone que prometem gravar ligações, mas, como não existe uma maneira oficial segura de fazer isso, todos confiam em um método potencialmente arriscado: uma “ligação a três”, em que o terceiro é um servidor que grava a conversa das partes e disponibiliza a gravação posteriormente.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

7 comentários

  1. me veio uma teoria idiota: este tipo de brecha era usado tb por espiões tipo Pegasus. fechando a brecha, tira uma possibilidade de programas espiões.

    falo teoria idiota pois não sei se é plausível totalmente

    1. Primeiro que não sei se é crime, mas o grande problema dessa lógica é que ela assume o pior cenário possível. Existem muitos outros em que a gravação é legítima, como na negociação com uma empresa ou, no meu caso (jornalista), para registrar entrevistas com fontes. Sem falar que… né, quem quer, consegue — basta colocar a ligação no viva-voz e usar outro dispositivo para gravá-la.

      Concordo que é preciso equilíbrio, mas se o potencial de mau uso de uma tecnologia fosse o principal critério para barrá-la, estaríamos usando tacapes e atirando pedras uns nos outros.

      Um meio termo óbvio: sinalizar, com um barulho ou mesmo uma mensagem falada, que a ligação está sendo gravada.

      1. Eu gravava toda ligação que fazia com meu celular antigamente. A opção me salvou muitas vezes, seja para voltar ao que foi dito ou para me safar mais rapidamente das promessas/vendas falsas/enganosas de operadoras de Internet.
        Hoje uso pouco poisna Xiaomi tirou a opção de gravação automática por padrão, então nunca lembro de ativar. Ah, e nas versões novas também é colocado uma mensagem de áudio bem alta avisando quando começa a gravação.

        No mais, gravação de chamadas, até onde eu saiba, só configura crime quando 1. não é sua, 2. possui informações pessoais e você expõe publicamente.

    2. não é crime se uma das partes consente. Inclusive esse tipo de gravação é muito bem aceita como prova em processos judiciais. Cuidado pra não disseminar desinformação.

  2. Realmente lamentável. Mas a desculpa deve ser muito óbvia, privacidade. Uso um Samsung Galaxy, e a função é nativa, que é um alívio.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário