Anúncio 15% de desconto no Sh*ft Festival com o cupom MANUALDOUSUARIO

Experian diz que investiga se está envolvida em escândalo de vazamento de dados no Brasil

A sede da Experian negou nesta segunda (8), outra vez, que a Serasa seja a fonte do vazamento de dados de mais de 220 milhões de CPFs no Brasil. Em nota, a empresa disse que após “exaustivas investigações” não encontrou evidências do envolvimento da Serasa, sua subsidiária brasileira, e que alguns dados incluídos no banco de dados à venda, como fotos, detalhes de previdência social, registros de veículos e dados de login de mídia social, não são coletados nem mantidos pela Serasa. Via Uol Tilt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. Eu só tava pensando uma coisa aqui, caindo uma ficha: a quem já se cadastrou no site do Serasa, pede-se muitas informações que bateria com o banco de dados vazado? Porque não me lembro de saber se precisa tirar foto para o site do Serasa. Sei que no GovBR sim, precisa de foto.

  2. É como colocar o ladrão pra investigar o próprio roubo. Embora investigações internas não devam ser descartadas, quem tem que investigar são as autoridades policiais. Me lembra o caso da Braskem, em Maceió, investigando os afundamentos de solo que causaram a evacuação em vários bairros da capital e entregando resultados divergentes das autoridades, pra livrar a própria pele.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário