O contexto de redes sociais servindo como amplificadores para idiotas e gente doida não era a nossa intenção.

— Erich Schmidt, ex-CEO do Google

A declaração foi dada em uma conferência virtual do Wall Street Journal. Schmidt comandava o Google quando a empresa adquiriu o YouTube, em 2006. Na mesma fala, o ex-executivo disse que é preciso ter cuidado com a acusação de monopólio contra o Google, porque a empresa ainda não tem 100% do mercado (¿?). Via Bloomberg (em inglês, paywall).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. as redes deram voz e força ao OLAVISMO CULTURAL, do astrólogo Olavo de Carvalho, líder da direita brasileira.

  2. Ou seja, precisamos esperar ela dominar 100% para aí sim, alguém tomar alguma atitude. Ridículo.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário