Correios iniciam testes com lockers

Os Correios inauguraram seu primeiro locker em Brasília nesta terça (27). Trata-se de um armário inteligente, colocado em pontos de grande circulação, onde as encomendas são depositadas para que os destinatários as retirem. A Amazon tem uma ampla rede de lockers nos Estados Unidos e, no Brasil, alguns varejistas, como a Casas Bahia e a Panvel, também já se aventuraram nesse negócio. Até fevereiro de 2021, os Correios irão instalar 63 terminais de lockers; 10 no Distrito Federal e 53 no Rio de Janeiro.

Os Correios também estão testando uma solução similar, mas voltada àqueles edifícios com “porteiros virtuais”, ou seja, com portaria remota. Via Correios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários

    1. Pensei o mesmo.

      Quando eu trabalhava na UFRGS eu usava uma caixa postal na agência da universidade (muito mais prático do que correr o risco de não ter a encomenda entregue em casa por não ter ninguém no momento). Aqui em POA tem esses armários da Panvel e eu usei 2x, quando trabalhava perto de uma das lojas.

      Não tem nada demais na real, parece uma solução para um problema que não existe (ou que já tem solução).

      1. Acho que tem uma diferença fundamental que é o uso eventual. Eu nunca tive caixa postal, mas ela pressupõe um contrato ou no mínimo locação por um período de tempo, não? Esses lockers do varejo você usa uma vez e assim que retira a encomenda, o mesmo espaço pode ser usado por outra pessoa, o que aumenta exponencialmente o número de pessoas que podem usufruir do armário.

        1. Sim. Mas ainda acho uma solução que vende-se como “nossa, agora sim” mas que na real sempre esteve ali. Só deram outro nome e mitigaram o preço do aluguel no frete.

          Eu pagava mensalmente R$20 pra ter a CP. Se fizessem um contrato mais longo, pagava menos (com pagamento semestral/anual). Não era incomum entre o pessoal do interior que estudava na UFRGS eles usarem a mesma CP entre 3 pessoas e diluir o custo.

        2. Acho que o Paulo disse tudo, mas pensando aqui também em uma coisa: geralmente vejo os lockers (ao menos no BR) como aqueles armários de rodoviária. Não consigo dissociar de outra forma.

  1. Olha que legal. Sempre gostei essa solução da Amazon muito interessante para diversos casos.
    E tem gente ainda que quer dar os Correios como mau exemplo de empresa estatal.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário