Mostre sua mesa de trabalho #27


5/6/17 às 15h38

Nesta seção do Manual do Usuário, os leitores revelam o que têm e usam em suas mesas de trabalho. Na edição de hoje, temos a mesa de Giancarlo Silva, leitor recente do blog e desenvolvedor web e webdesigner freelancer de Natal, no Rio Grande do Norte. As descrições a seguir são dele, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo. Veja as outras já publicadas aqui.

Giancarlo Silva

Acompanho o Manual do Usuário há pouco tempo (desde alguns meses antes de o Ghedin sair do site), mas curto para caramba o conteúdo que você [eu, Emily] e sua equipe produzem. Envio em anexo a foto da minha mesa de trabalho. Ficaria feliz em vê-la publicada no seu site, caso você ache merecedora disso. Peço desculpas pela qualidade da foto. A luz solar no meu quarto não a ilumina bem, então tive que acender a luz, o que prejudicou a qualidade da câmera do meu smartphone (que para os padrões atuais já não é mais lá essas coisas).

Sou desenvolvedor web freelancer e faço sites, sistemas web e lojas digitais para agências de publicidade e empresas de Natal e região, além de ter alguns outros clientes espalhados pelo país. Trabalho em esquema home office desde 2012, e resolvi transformar uma parte do meu quarto no “nanoescritório”. É sentado nesta modesta mesa que eu mato um leão por dia.

  1. Notebook Dell Inspiron 14 3442: hoje seu desempenho pode ser considerado mediano, mas ele aguenta bem o tranco para tarefas de desenvolvimento e uso relativamente pesado de programas como Photoshop, por exemplo. Também tem um excelente suporte a Linux e me permite fazer dual boot Windows 10/Ubuntu sem nenhum problema (apesar do UEFI).
  2. Monitor Philips 239CQH: não tem nada de especial, além do fato de ser um monitor IPS Full-HD de 23 polegadas. Entrega uma qualidade de imagem bastante satisfatória e suas duas entradas HDMI me permitem ligar mais coisas do que o meu notebook caso eu deseje.
  3. HD Externo Seagate Expansion Portable Drive 1 TB: lamento apenas o fato de ele ainda ser USB 2.0. Fora isso, é excelente para guardar tralha.
  4. Smartphone Moto G 2ª Geração: não está na foto pois é o que eu estou usando para tirá-la, mas vale ser mencionado. Este velho guerreiro me acompanha no bolso da calça desde 2015 e eu o uso no trabalho para testar a responsividade dos sites que crio, bem como para estudar o desenvolvimento de aplicativos Android e testar os aplicativos simples que estou aprendendo a programar.
  5. Teclado Microsoft Wired Keyboard 600 e mouse sem fio Logitech M185: ambos baratos, duráveis, eficientes e confortáveis de usar. Não preciso de mais do que isso.
  6. Headset Microsoft Lifechat LX 3000: gosto de ouvir música enquanto trabalho e nas horas vagas sou aspirante a podcaster. Optei por este headset pelo excelente custo-benefício para ambas as finalidades.
  7. Caixas de som Multilaser SP091: quando preciso descansar meus ouvidos, ponho o headset de lado e ligo as caixas de som para trabalhar ou relaxar.
  8. Xbox 360 Slim + HD de 500GB: porque ninguém é de ferro. ;)

Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para emily@manualdousuario.net, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1920×1080, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, prefira-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor!) E se for numa empresa e puder, informe também o nome dela.
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca entre elas… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 500 palavras. (Use o Word ou Google Docs para monitorar o limite.)

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês