O que tem na sua mochila, Philipe Martins?

O que tem na mochila do Philipe Martins.
Foto do Philipe Martins.

Philipe Martins é fotógrafo, profissão relativamente recente. Atua em eventos sociais na maior parte do tempo, mas também fotografa editoriais, ensaios e faz trabalhos corporativos. Idealizou um projeto que leva ao interior de Minas Gerais palestras e workshops através do Foto Livre – Lafaiete. Por trabalho ou a passeio, dificilmente sai de casa sem relógio, canivete, lanterna e uma mochila ou bolsa — por isso possui 15 itens entre bolsas, pastas e mochilas.

  1. Mochila Nordweg NW055. Excelente para mesclar equipamento fotográfico com utensílios do dia a dia e de outras atividades.
  2. Canon 6D / Canon 7D / Canon 35mm 1.4 L / Canon 50mm 1.4 / Canon 85mm 1.8.
  3. Correia Cutterman Walker. Na Canon 6D. Excelente para fotografar na rua, pois não tem o vermelho chamativo da Canon, e não mostra o modelo da câmera.
  4. Óculos Ray-Ban New Wayfarer.
  5. iPad Air.
  6. Zippo Classic. Eu não fumo, mas sempre carrego isqueiro.
  7. Victorinox Swiss Card Classic. Paixão pela cutelaria suiça, e muito útil.
  8. Colgate Plax. Para o hálito sempre ok.
  9. Leatherman Blast Black Oxide. A melhor ferramente multi-uso que conheço.
  10. Caderno comum / 2 Stabilo / 3 Compactor / Zoot / Pentel P203 0.3. Tenho facilidade de organizar a escrita e desenvolvimento de projetos com cores diferentes.
  11. HP 12c.
  12. Surefire G2 com Z44 e LF 320Lm. Nunca saio sem luz, e a melhor lanterna que já foi produzida é uma Surefire. Tenho 4, intercalo os modelos.
  13. Sony Xperia Z3 Compact.
  14. Carteira Nordweg NW041. Pequena, leve e cabe tudo que carrego: somente CNH, dinheiro e 1 cartão.
O que tem na mochila do Philipe Martins.
Clique para ampliar.

Nota do editor: O Na mochila é uma seção semanal do Manual do Usuário que apresenta o interior das bolsas e mochilas de leitores, colegas e amigos. Acesse este link para espiar as demais e mande a sua mochila.

Acompanhe

Newsletter (toda sexta, grátis):

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

40 comentários

  1. Muito legal, amo a nordweg, tenho uma, sou advogado é o que me satisfez tanto em portabilidade, como em design, foi a nordeste, carreto no bolso direito ou o endura quatro, ou o military, ou o recon one, sou parte da comunidade bushcraft, já passei em porta de banco e entro no fórum direto sem o menor problema, lanterna gosto das maglite táticas, cara parabéns pelo equipo, abraço.

    1. Vinícius, você tem boas peças ai. Eu não tenho nenhum Spyderco e nenhum Cold Steel. Atualmente meu canivete tático para defesa é um Kershaw Clash, e uso o Scallion da minha esposa às vezes. Eu não curti as MagTac, de táticas pra mim só tem o nome, e o preço.. hehehe.. pagar 120 dólares numa MagTac dá pra pegar uma SF 6Px e uma G2x. Abraço! P.S.: também sou membro de alguns grupos de Bushcraft, Sobrevivencialismo e EDC.

  2. Não fiz na 12C, mas não pude deixar de fazer a conta.

    Só os itens com link totalizam mais de 23 mil reais em equipamentos (sem contar as lentes). Só de pensar como anda a nossa segurança pública já precisaria de uma mochila blindada para sair na rua. :)

    Já enfrentou problemas deste tipo?

    1. Gustavo, realmente os equipamentos não são baratos. Mas também não custam o preço do Walmart (hehehe). É uma troca de publicidade que o site tem que fazer.

      Não vou esconder o preço dos equipamentos, só de lente aí tem 7Mil (compradas no mercado paralelo e/ou de outros fotógrafos). Se for comprar na Canon, só a 35mm é R$8.000,00.

      Eu nunca parei para fazer as contas de quanto já gastei com fotografia, mas com certeza passa dos R$20
      E os canivetes e lanternas também são muito caros. Se eu os vendesse (a preço de usado) dá uma moto média (300cc) zero km.

      Eu me preocupo com segurança e com certeza meu pai não gostou dessa publicação, porque ele acha que eu me exponho muito e os bandidos do bairro estão no facebook vendo com o que eu saio e o que eu carrego.

      Eu não tenho (ainda) seguro do meu equipamento. Estou comprando uma outra câmera, outra lente e mais um flash. Quando fechar esse pacote vou fazer o seguro pra ficar mais tranquilo.
      O único ponto de segurança (formal) que eu tenho é que meu contrato reza que se houver dano com equipamento durante atendimento a cliente, se não for por defeito de fabricação ou responsabilidade minha, o cliente tem que arcar.

      Quanto a mochila: eu escolhi a Nordweg justamente por não chamar atenção e ser estereotipo de fotógrafo. A outra mochila que tenho (LowePro Vertex 100AW), ela sim, você bate o olho e sabe que é equipamento fotográfico.

      1. Moço, recomendo a Fotoseg como seguradora, caso vc não tenha feito ainda, já tive equipamento roubado e foi bem tranquila toda a papelada para receber a grana do seguro.

    2. Gustavo, também não posso deixar de negar que sou prevenido ao máximo.
      Prevenção que eu digo se refere a não deixar equipamento dentro do carro. Levar só o que for usar (isso pra mim é uma dificuldade).
      Além disso, canivete tático no bolso direito da calça, pronto para uso.
      Atenção o tempo todo, e se precisar agir: melhor ser julgado por 7 do que carregado por 6. Molon Labe

      O importante é pensamento positivo, tranquilidade e preparação.

  3. Não fiz na 12C, mas não pude deixar de fazer a conta.

    Só os itens com link totalizam mais de 23 mil reais em equipamentos (sem contar as lentes). Só de pensar como anda a nossa segurança pública já precisaria de uma mochila blindada para sair na rua. :)

    Já enfrentou problemas deste tipo?

  4. o Zippo não perde o fluido com o tempo? já que não fuma não seria muito mais pratico carregar um Bic qualquer?

    1. Eu recarrego o Zippo praticamente toda semana. O fluido evapora, sim.
      Eu tenho Bic, mas como a tradição do Zippo fala mais alto… já viu, né.

  5. UIma pergunta que talvez fique sem resposta: essa mochila da Nordweg não é muito grande?

    Eu tive uma da marca que acabei doando pro meu irmão porque ela era absurdamente grande – troquei por uma da Case Logic.

    Eu sempre levava um canivete/faca pequena na mochila, até que um dia que fui parado pela PM – morar na periferia e ser pobre tem dessas – e quase fui levado pra delegacia por causa disso – eu sei que eles não podem, teoricamente, fazer isso – e parei de levar qualquer coisa do tipo da mochila.

    1. Paulo, eu optei pela NW-055 porquê além de me dar possibilidade de carregar meu equipamento fotográfico, posso desmontar as divisórias e usar para viajar, dia a dia, e em outras atividades sem câmera.
      Além dela tenho 4 Trilhas e Rumos, 3 Maxpedition etc. Foi até relativamente difícil escolher qual setup enviar para o blog.

      Quanto ao problema com a polícia eu te entendo. Nosso país nos dá pouca possibilidade de usufruir da nossa própria liberdade.
      Eu nunca tive problema com Polícia. Sempre porto faca (no corpo, na mochila e no carro).

      1. Eu tenho uma boa quantidade de pastas/mochilas. A maior parte guardada.

        A pergunta foi mais porque eu tinha a NW072 da Nordweg, mas ela se tornou bastante incomoda de levar no ônibus diariamente. Isso, somado ao fato de eu ter reavaliado o meu modus-operandi diário, levar menos coisa comigo (livros, gadgets, cadernos), me fez uma mochila bem melhor e bem mais prática pro dia-a-dia (se eu tenho um mochila grande eu acabo colocando mais coisas dentro dela).

        1. Isso é verdade.
          Dificilmente algum bolso fica vazio.

          A compra é sempre do tamanho do carrinho de supermercado.. hehehee

    1. É que eu sou fotógrafo e apaixonado por cutelaria / lanternas táticas.
      Realmente os itens são muito específicos.

      1. Então, quando você disse que não saia sem iluminação, achei que era tipo um flash externo (não entendo nada de fotografia também). Depois que eu vi que era lanterna! ehehehehe

        1. Ahh verdade… hehehe… quando saio para fotografar levo 2 Canon 580 EX II e 1 YN 468 EX II.
          Mas quando falo de iluminação, digo lanternas táticas mesmo.
          Tenho 4 Surefire, 1 Olight, 2 Quark, 2 Preon, 1 Petzl e 1 Maglite. Lanternas são minha grande paixão, junto com canivetes e facas.

        2. Ahh verdade… hehehe… quando saio para fotografar levo 2 Canon 580 EX II e 1 YN 468 EX II.
          Mas quando falo de iluminação, digo lanternas táticas mesmo.
          Tenho 4 Surefire, 1 Olight, 2 Quark, 2 Preon, 1 Petzl e 1 Maglite. Lanternas são minha grande paixão, junto com canivetes e facas.

  6. Os produtos da Nordweg são ótimos, curti muito essa mochila.

    Só achei que a carteira está meio gordinha pra uma que só contém CHN, dinheiro e um cartão, mas é porque este modelo é dobrável. Tenho duas carteiras dessa marca, uma delas é o mesmo modelo que a sua, mas acabo usando mais a Party Wallet por ser ainda mais compacta.

    1. Ed, deve ser impressão, realmente tinha só CNH, 1 cartão e no máximo umas 5 notas (a maior de R$5.. heheh)
      Eu tenho a Party Wallet também, mas quase não uso. Prefiro a bi-fold. Muito pouco volume também me incomoda.

  7. Sabia que ainda veria uma Nordweg por aqui :)

    Quanto ao Z3 Compact, eu torcia o nariz para a linha top da SONY até mexer num desse. Gostei.

    1. Pois é… sou fã da Nordweg também. Tenho essa mochila, uma pasta, 2 carteiras e uma luva para iPad (tecido xadrez).

      Quanto à Sony, acho que vou ficar com ela por um bom tempo. Tenho raiva da Samsung, não curti o formato (tamanho) dos Motorola, acho a LG (até que vai), e iPhone só se for o 5s. A Sony pra mim é a mais TOP. Fez um Smartphone topo de linha com menos de 5″ e totalmente personalizável. Já faz 1 ano e pouco que tenho o Z3c (comprei no lançamento), mas já penso em comprar outro Z3c (mesmo que já esteja ultrapassado). O tamanho, durabilidade da bateria e preço me fizeram ter uma queda por ele.

  8. Quero muito uma mochila dessa marca, mas esse ano não terei orçamento. Espero aparecer um básica preta (barata) para usar no dia a dia :P

      1. Imagino, peças em couro são uma delícia de ter. Vou comprar primeiro uma carteira que é algo que mais preciso e está dentro do orçamento :P

      1. Fiquei um pouco surpreso porque foi uma calculadora muito popular nos anos 90/00 entre administradores e estudantes de ADM. Não era algo comum fora desses círculos, nunca tinha visto ela com fotógrafos =)

        [Eu sou um colecionador frustrado de calculadoras, tive a 12C e mais uma boa quantidade de modelos da HP e Texas Instruments, mas elas se perderam numa mudança sem seguro].

        1. Meu padrinho tem uma Texas, fantástica. Década de 90, se não for 80…

          Eu também só uso a aritmética básica. Conheço muito pouco das funções financeiras.
          Eu tenho ela porquê minha esposa é ADM e na época da faculdade usava muito. Depois que formou ficou aqui, largada. Acabei pegando pra mim e fazendo dela um xodó. Tem até o nome da minha esposa gravado ao lado da logo HP. Na época eu mandei personalizar (como tudo meu tem meu nome, queria que dela também fosse assim).

          1. Fora que, em um financiamento, sacar uma 12c causa um efeito psicológico incrível no vendedor: ele para de tentar enrolar no ato. Te dá a taxa de juros real instantaneamente. Hahaha sem vc precisar fazer uma conta.

            Mesmo 2+2 ganha um ar de contas complicadas e complexas

      2. Uso até hoje a que o meu pai me deu, tem uns 30 anos e funciona perfeitamente. Nem uso as funções financeiras, só a aritmética básica mesmo, mas acho muito gostosa de usar, não sei porque.

      3. Gosto muito também! Usei uma durante parte do meu curso técnico, mas nunca usei as funções financeiras (o técnico foi em eletrônica industrial) mas conseguia jogar equações enormes diretamente nela! A lógica RPN é muito fodástica! Infelizmente era emprestada e tive que devolvê-la ao dono. No lugar ganhei uma científica do meu pai que durou mais de 10 anos até começar a falhar as teclas. Nem de longe chega perto da praticidade da HP.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!