Mostre a sua mesa de trabalho #7


13/8/15 às 17h22

Mais uma rodada de mesas de trabalho dos leitores do Manual do Usuário! Para quem ainda não conhece, semanalmente três mesas de leitores são publicadas aqui, com comentários e explicações deles próprios.

Na edição de hoje veremos as mesas do Guilherme Batista, Caio Alexandre e João R.  (Veja essas e todas as demais aqui.) As descrições a seguir são deles próprios, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo. No final tem um guia rápido para você mandar a sua.

Guilherme Batista

Mesa de trabalho do Guilherme Batista.
Local: home office.

É uma mesa enfiada em um cantinho da casa, já que o apê é pequeno, mas tem tudo que preciso. Sou programador, designer e pau-pra-toda-obra. Essa mesa eu comprei na Teodoro Sampaio-SP, na Casa da Escrivaninha — o único lugar que achei que vendia uma mesa de 75cm sem pedir meus rins em troca.

A máquina é um MacBook Air (mid-2012), comprado usado no Mercado Livre. Tem 256 GB de SSD, 8 GB de RAM e um Core i7, com tela de 11,6″. De backup (e que não está na foto), tenho um Asus S46CB com alguns upgrades.

Esse monitor é um Dell P2214H com painel IPS. Comprei mais porque a fidelidade de cores é importante e, na época, usava o Asus. Agora, uso-o porque a tela do MacBook Air é minúscula (mas ainda assim, com mais precisão de cores que o meu Asus). No pé do monitor fica o HD de backup (porque backup nunca é demais), alguns cartões de visitas e post-its. O mouse é um Microsoft Wireless 800 — que vinha com um teclado, mas guardei; prefiro o do MacBook mesmo.

Não aparecem na foto, mas estão presentes: fones de ouvido Sony MDR-ZX100 e uma tablet Wacom Bamboo, velhinha de guerra, mas que funciona muito bem até hoje. E do lado esquerdo, alguns toys para enfeitar a mesa e uma caneca Homem de Ferro Mark VI, que comprei da loja de um ex-chefe.

Caio Alexandre

Mesa de trabalho do Caio Alexandre.
Local: home office.

Minha mesa de trabalho fica na sala de casa e foi trocada recentemente para fazer o estilo do cômodo. Antes, era uma mesa padrão de escritório, que deixava o local menos agradável.

Da esquerda para a direita:

  • Canetas, caixa cata-pilhas, calendário, carteira, óculos e Beats Solo HD. Esse lugar da mesa é onde entram e saem itens o tempo todo. Embaixo dela guardo objetos temporários.
  • MacBook (early-2008). Costuma ser minha segunda tela para vídeos e livestreams que acompanho em geral, não mais do que isso.
  • Wanda e Cosmo. Os Padrinhos Mágicos é o meu desenho favorito, e tê-los na minha mesa sempre deixa meu dia melhor com o passar do tempo.
  • Carregador do Apple Watch (e o próprio), que divide espaço entre os notebooks durante a noite, quando estou fora da mesa. Ainda estava ali porque tirei a foto ao acordar.
  • MacBook Pro (end-2011). É a minha máquina principal. Uso ele com o Magic Mouse, mas quando tento jogar alguma coisa nele, uso um mouse Logitech M125 com fio. Atrás dele está escondido um HD externo Iomega eGo (320 GB) para armazenamento geral e o antigo HD desta máquina (500 GB) em um case, para backups do Time Machine.
  • iPad Air 2: quando não estou com ele na mochila ou lendo no sofá, se torna um monitor adicional para o MacBook Pro, através do app Duet Display. Na frente dele largo o iPhone 6 que usei para tirar esta foto.

João R

Mesa de trabalho do João R.
Local: home office.

Trabalho de casa com motion design e direção de arte, e para isso (além do Dota, é claro!), tenho meu notebook Dell Inspiron 15R SE (numa base com cooler pra ele não derreter), um monitor LG 22″, teclado e mouse (Microsoft Mobile 4000) e fones de ouvido Philips Shibuya. Além dos eletrônicos, umas cadernetas e canetas Pigma/Uni.

Para o dia a dia, meus bons companheiros: Nexus 5, Moto 360 e a xícara do café.

Por fim, alguma decoração, um copinho que serve como porta-treco (com coisas que vão de tylenol a pen drive, passando por um capotraste), gamepad do Wii U e o meu violão.

Tudo isso nessa mesa laranja Tok&Stok, acompanhado de um cartaz da programação do aniversário de 45 anos do MIS e um exemplar da obra Sempre Algo Entre Nós (veja).


Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para ghedin@gmail.com, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1440×810, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, use-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor :P )
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca na sua… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 250 palavras. (Use o Word ou Google Docs para não estourar esse limite.)

Assinantes do Manual do Usuário têm dois lugares preferenciais na fila. Digamos que eu receba duas mesas de não assinantes e, depois, duas de assinantes. Mesmo tendo chegado depois, as duas dos assinantes entrarão — a mesa do segundo leitor não assinante ficaria para a semana seguinte.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 comentários

  1. Inspirado na mesa do Caio Alexandre, baixei um app, o “iDisplay”, pra transformar meu tablet Android numa segunda tela, mas não deu certo… Alguém mais usa esse app e conseguiu fazê-lo funcionar!?

      1. Tentei das duas formas, seguindo as instruções do próprio serviço e nada feito. Vc conseguiu?

  2. Rapaz, acho que o pessoal que trabalha em empresas (dentro delas, digo), tem medo de mandar a mesa! Só tem do povo do home office!
    (eu não mando a minha pq é uma zona, e eu ia passar vergonha! hahah)

    1. ou pq as empresas tem politicas bem duras quanto a divulgação de imagens internas.. =D
      aqui msm eh assim.. acabei mandando da minha mesa de casa! =D

  3. Essas mesas me lembram que eu preciso comprar a minha caneca de café! rs
    Sinto muuuuita falta de uns bons fones de ouvidos. Já tive um Philips bem interessante. Preciso repor isto.

    1. Se quiser, eu te passo a loja do meu ex-chefe. Ele faz umas canecas lindonas, quase sempre com temática nerd, e sob encomenda também.

      1. Preço interessante. Não quero nenhum equipamento da NASA por enquanto, só um fone que seja melhor que o do meu celular já está de bom tamanho. E nem precisa de muito esforço pra isso. rs

    2. O Beats da minha mesa eu só comprei porque ele tava com um descontão numa black friday passada. Vale a pena se você encontrar por menos de 300 reais.

      Eu também tenho um Sol Republic Tracks Air, aquele que vinha no Moto G Music Edition 1st gen (sdds eternas), que uso fora de casa. Pena não estar mais a venda, o conjunto do celular + fone era incrivelmente barato para o que oferece e era excelente.

      Para hoje, um da linha Philips Fidelio parece ser uma boa opção. Já usei e o custo x benefício parece ser excelente. Fica o conselho.

    3. O rapaz ali recomendou o citiscape downtown, ja eu recomendo o citiscape uptown, pois ele cobre o ouvido todo, muito bom, e pela faixa de preço, acho interessante (e bem recomendado por onde eu vejo)