Mostre a sua mesa de trabalho #13

Nesta seção do Manual do Usuário os leitores revelam o que têm e usam em suas mesas de trabalho para cumprir suas demandas.

Na edição de hoje veremos as mesas do Jhonatas Ricardo e Leandro Maciel. (Veja as outras já publicadas aqui.) As descrições a seguir são deles próprios, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo.

Jhonatas Ricardo

Mesa de trabalho do Jhonatas Ricardo.
Local: Gridmidia.

MacBook Pro de 13″ com tela Retina (late 2015) usado como tela principal. É um computador de trabalho, mas também utilizo para coisas pessoais — levo para viagens e afins. Utilizo-o com um teclado da Microsoft (haha!). Comprei o Magic Mouse, mas quando fui comprar o teclado, coincidiu justamente com o aumento de preços dos produtos Apple; acabei deixando para outra hora.

Uso um monitor auxiliar da AOC. Ele é portátil, por isso, quando viajo, às vezes o levo junto. O legal dele é que é USB e posso utiliza-lo tanto em modo paisagem quanto retrato. Super mão na roda.

Tem também um fone da Sony. Esse fone foi o que mais incrivelmente durou comigo, tenho ele faz quase três anos. A qualidade do som é muito boa.

Mais à direita, a inseparável latinha de Red Bull para me manter “vivo” analisando gráficos e dados o dia inteiro.

Leandro Maciel

Mesa de trabalho do Leandro Maciel.
Local: Home office.

O primeiro computador na foto é um MacBook Pro de 13″ (mid 2010) com 8 GB de RAM e SSD de 256 GB. Uso ele com o teclado wireless e o Magic Mouse desde sempre. Atrás dele, sem aparecer na foto, fica o modem de Internet da operadora.

O monitor é um de 27″ da Samsung, modelo T27C310. Embaixo dele tem o meu fone de ouvido, um da Audio Technica ATH-M50, comprado há uns anos em uma Black Friday na Amazon, e um caderno e canetas que uso pra anotações de alguns cursos que faço online. Atrás do monitor, também sem aparecer na foto, fica um switch HDMI onde estão conectados o MacBook e um dos computadores da direita.

No lado direito da foto tem dois computadores Dell, ambos são do mesmo modelo, OptiPlex 3020 Micro. O processador é o mesmo nos dois, Core i5 4590T, mas as configurações de memória e disco são diferentes: o de baixo tem 16 GB de RAM, HD de 500 GB e não está conectado ao monitor. Rodo nele um CentOS 7.1 como host para algumas máquinas virtuais, também Linux, e acesso via SSH.

O de cima é um pouco mais recente, tem 8 GB de RAM, SSD de 128 GB e no momento está com o Ubuntu 15.10 instalado. Utilizo esse computador em conjunto com as máquinas virtuais no computador de baixo pra estudos e testes pro trabalho. Uso esse computador com um conjunto de teclado e mouse wireless que não está na foto, um Logitech MK220.

Como o MacBook está apresentando sinais de cansaço, a ideia é que esse último computador passe a ser meu computador principal.

Completam a foto uma miniatura da Millenium Falcon e meu celular, um Nexus 5.


Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para ghedin@gmail.com, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1440×810, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, prefira-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor!) E se for numa empresa e puder, informe também o nome dela.
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca entre elas… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 500 palavras. (Use o Word ou Google Docs para monitorar o limite.)

Acompanhe

Newsletter (toda sexta, grátis):

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

43 comentários

  1. Tive um teclado da Microsoft igual esse, durou quase 5 anos e duraria muito mais se eu não fosse exigente hahahah. Ótimo custo x beneficio.

    1. Eu tenho um igual e uso do mesmo jeito. Sei que tá ao contrário mas não consigo deixar o antebraço em cima daquela almofadinha.

    2. HAHAHA

      Só consigo usar assim, Andre. Minha mão dói muito mais apoiada nessa almofadinha (tendinite braba!)

      1. Mas você sabe que tá de cabeça pra baixo e usa assim mesmo?! Caramba! Você é muito revoltado! Você é bad block? hehehe

      2. Mas você sabe que tá de cabeça pra baixo e usa assim mesmo?! Caramba! Você é muito revoltado! Você é bad block? hehehe

    1. ia comprar o m40, mas desisti. comprei um philips q em alguns fóruns especializados, diziam q não ficava muito atrás por ter um som neutro. se orçamento pesar na sua decisão, considere um SHL3300BK/00.

      1. Fabio, e o que você achou dele? Gostou? o preço dele é bem acessível. Na kabum ta bem barato, eu queria um isolamento bom.

        1. gosto muito. tenho um pra usar em casa e outro no escritório. com o tempo, claro, a almofada foi se desgastando e comprei um novo. estava a um passo de comprar o m40, mas o orçamento falou mais alto. ele tem o som neutro e isola bem (aperta um pouco, inclusive). se vc estiver ouvindo uma música um pouco mais ruidosa (eu gosto daquelas seleções de concentração q tem no spotify, por exemplo) não dá pra ouvir uma pessoa q esteja falando diretamente com vc. é preciso tirar os fones ou baixar o som. e ele esquenta um pouco, então se vc mora num lugar muito quente e não tem ar… prepare-se. hj fez um calor dos diabos aqui e resolvi não usá-lo. mas o som, q o é o principal, é do meu agrado por ser neutro.

          dá uma lida nisso aqui pra vc ver o q acha:

          http://www.head-fi.org/t/697813/review-philips-shl3300-dj-headphones-most-underrated-headphone

        2. o preço tá muito bom. paguei 114, eu acho. e qdo o comprei pela primeira vez, há alguns anos, ele custou uns 200…

          1. Então, achei bem barato, e pelo que dei uma rapida pesquisada o pessoal fala bem, nesse site o review do PeterParker foi bem completo. Vou ter que gastar, não queria, mas fui obrigado. hahaaha.
            Obrigado pela dica Fabio.
            Abraço

          2. tb não queria gastar muito e o m40 estava por 640! aí foi esse q eu já conhecia.

      2. Bacana! Não conhecia esse modelo. Bem bonito, e bem mais barato que o M50, hehe. Certamente entrará na disputa quando eu for escolher. Antes disso, preciso de um emprego…

      3. Bacana! Não conhecia esse modelo. Bem bonito, e bem mais barato que o M50, hehe. Certamente entrará na disputa quando eu for escolher. Antes disso, preciso de um emprego…

  2. Só eu aqui acho estranho datar alguma coisa de “late” ou “mid”? Ou custa muito usar os termos “início” ou “meados”, por exemplo?

    1. Na verdade, esse são os modelos da Apple. Como os nomes se mantém (Macbook Pro, mac Mini etc…), o Early, Mid e Late + ano são indicativos de quando são as máquinas. E mesmo em português o nome do modelo permanece.

      Acho interessante como vários nomes em tecnologia simplesmente não são traduzidos e incorporados ao idioma. Vide o Janelas 10. =)

        1. Pois é! A éApple anda meio esquizofrênica nesse ponto. No próprio OS X de uma maneira, no site de outra… equipes diferentes sem padrão dão nisso…

          1. A Apple tem um setor/departamento de localização porco. Ao menos pro português brasileiro.

            Ou a tradução de “desktop” para “mesa” faz algum sentido?
            Ou quando layout vira leiaute. Ainda que leiaute esteja no VOLP, eu acho que ignorar o uso corriqueiro – no formato original anglófono – é desconhecimento ou descomprometimento. Por via das dúvidas, prefiro o primeiro e me apego a incompetência mais do que a negligência.

  3. Achei a mesa do Leandro Maciel excelente, embora a estilização do Jonathas Ricardo também seja interessante.

  4. Que interessante esse monitor portátil, não sabia que existia tal coisa. Como é a qualidade de imagem?

    1. Tenho um desses, funciona apenas via USB e é bem prático mesmo. As únicas desvantagens que eu achei foram: não tem controle de contraste/luminosidade/etc., parece que o brilho tá sempre no máximo (a não ser que vc use um software pra ajustar), e a resolução não é maior que a de um notebook padrão (1366×768).

      1. Tenho um igual. Uma das minhas melhores aquisições. Parece que o modelo novo já permite o controle de luminosidade/brilho.

      2. É como o Diogo falou. O único negativo dele é a falta de controles. Mas com o tempo me acostumei com a luminosidade do mesmo.

        A imagem é boa, mas como falaram nos comentários abaixo, dependendo da posição ela escurece etc.

        Vale a pena muito pelo preço que foi.

    2. É bem nítido.

      Só acho o ângulo de visão dele bem chato. Na posição retrato, como está na foto, dependendo da posição em que ele fica, a imagem tende a escurecer um pouco.

  5. Que interessante esse monitor portátil, não sabia que existia tal coisa. Como é a qualidade de imagem?

  6. Você mexe com o que para precisar de tantas máquinas Leandro Maciel? Eu penso em comprar um NUC ou algo similar para algumas coisas de programação, já que tenho um Air com míseros 4GB de RAM sem possibilidade de upgrade, mas só um já estaria ótimo eu acho.

    1. Eu trabalho com infraestrutura e tenho estudado um pouco de análise de dados, na verdade não preciso de tantas máquinas assim não, duas já seriam suficientes, acho que fica melhor organizado usar uma máquina pra funcionar como servidor/testes e outra pra uso mais diário.

      O macbook é legado e tenho usado cada vez menos.

      1. Era um problema para mexer com Machine Learning no computador local: consome a máquina por muito tempo e não dá para fazer muita coisa em paralelo. Vi um cara, nos EUA, que optou por usar o AWS para fazer esse tipo de coisa…parece uma boa ideia por lá pelo menos.

        1. pois é, essas análises de dados consomem bastante memória, to fazendo um curso de big data e usando uma máquina virtual da cloudera, tive que botar 8 GB pra ela funcionar sem problemas.

          eu gosto dessa maquininha da dell, acho que vale a pena pesquisar uma parecida.

          1. 8 GB cara? É para garantir que ultrapasse? Já chegou a usar uns 80% de memória? FIquei curioso :D

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!