Uma hipótese para o consumo excessivo de bateria no iPhone

A capacidade de bateria ideal que um celular deve ter é sempre um pouco além da que ele tem. A gente se acostuma, cria estratégias para lidar com a autonomia média e no fim dá um jeito, exceto quando há algo errado.

Consumidores que compraram celulares da linha iPhone 14, lançados há menos de um ano, têm reclamado da rápida degradação da bateria.

Aconteceu também com meu singelo iPhone SE. De uma hora para outra, o consumo de energia enlouqueceu e em um intervalo de dois ou três meses, a “saúde” da bateria despencou para 93%.

No meu caso, era evidente que havia algo errado. O celular esquentava por nada e o consumo de energia era absurdo. Um dia, fiz um teste e deixei ele longe da tomada durante a noite, após recarregar a bateria até 100%. Na manhã seguinte, estava em 20%.

Acionei o atendimento da Apple. Após um teste remoto, os atendentes me disseram que não havia nada errado com o celular ou a bateria. Depois, incrédulo e um pouco frustrado, segui uma das orientações dadas por eles: desativar as notificações e as atualizações em segundo plano dos aplicativos de mensagens.

A essa altura, como medida desesperada, já havia feito uma limpa em muitos apps e deixado — dos de mensagens — somente Signal e WhatsApp. Desativei tudo de ambos. Nesse momento, também desativei as atualizações push (em tempo real) do e-mail. Quem precisa disso no celular? Eu, não.

E… veja, eu suspeitaria se alguém me contasse essa história, mas acredite em mim: resolveu. Tanto que, dias atrás, reativei as notificações e atualização em segundo plano do Signal, e o celular continuou fresco, ágil e sem desperdiçar energia. Parece um celular novo.

O que me leva a apontar dedos ao WhatsApp. Talvez? Só sei que saí de um sufoco. Caso você esteja passando pelo mesmo perrengue, e puder se dar o luxo de desativar as notificações do WhatsApp, vale a pena fazer um teste.

Newsletter

O Manual no seu e-mail. Três edições por semana — terça, sexta e sábado. Grátis. Cancele quando quiser.

Deixe um comentário

É possível formatar o texto do comentário com HTML ou Markdown. Seu e-mail não será exposto. Antes de comentar, leia isto.

12 comentários

  1. Eu tive problemas com o Mail. Certo dia, fui ver o consumo de bateria e meu telefone estava ativo 24h direto. Culpado? Mail em segundo plano. Devia ser algum bug pontual, pois eventualmente parou de dar esse problema. Mas isso me fez pensar em desativar algumas contas conectadas no Mail que eu não usava mais (a saber, Outlook – mail, contatos e calendário – e Gmail – calendário); talvez aí estivesse uma parte do problema.

  2. Se eu for na configuração de bateria do iPhone, agora está dizendo que eu usei o WPP 1min na tela e 1:34h em 2º plano.

    Não sei se é por conta de eu ter usado o WhatsApp web, mas pra mim esse número é super estranho, visto que não acontece com nenhum outro aplicativo.

  3. Aqui configurei o WhatsApp e demais mensageiros para notificações agendadas 3 x ao dia. De instantâneo, apenas mensagens diretas.

      1. Imagino que seja pelo Scheduled Summary (em pt-BR eu acho que se chama Resumo de Notificações, algo assim). Vc define um horário e o(s) app(s) que quer incluir no summary.

          1. Exatamente, foi pelo Resumo de Notificações para gerenciar as entregas + configuração dos apps via Ajustes para limitar os acessos.

  4. Quando eu tinha e usava iPhone, criei uma rotina em Atalhos pra quando durar da tomar entrar no modo de economia de bateria. Só assim eu consegui usar o telefone em paz.

  5. A esposa tem um iPhone 14 e a bateria com 6 meses não sofre desse problema – ela usa Whatsapp, Instagram e afins. O consumo maior de bateria eram o Instagram e o Youtube, enfim, vídeos. No meu caso, tenho um iPhone 13 com o mesmo tempo de uso e tá em 99%, mas por usar mais rede 5G em vez do Wi-Fi, a bateria precisa de mais recargas, causando uma degradação mais rápida.
    Acredito que se for o WhatsApp o motivo seja por causa de grupos, onde ele deve procurar atualizações em segundo plano com mais frequência. Eu uso mais o iMessenger com a esposa e WhatsApp com a geral, mas não tenho grupos ou muitas conversas nele.
    Já vi em subreddits pessoas reclamando muito do Mail da Apple e de clientes alternativos como o Spark Mail, que consumiam um grande volume de bateria em segundo plano. Pelo menos aqui o Tutanota, Proton, Gmail e Outlook nunca deram esse tipo de problema.
    Acredito que a degradação da bateria do teu iPhone SE, Ghedin, seja maior pelo fator capacidade da bateria. Quando tive um iPhone SE de segunda geração, em menos de três meses também ficou em 93% mas no caso, era por causa do ciclo de cargas elevados por ser uma bateria com capacidade menor.

  6. Curioso. No Android eu acredito que ele não drene tanto a bateria assim. Seria algum bug eterno do aplicativo no port do ios?

  7. O WhatsApp aqui no meu celular é o aplicativo que mais gera notificações. Disparado. Para minimizar um pouco as coisas, silenciei grupos e 99% dos contatos. É algo urgente? Ligue no meu celular. A bateria e a minha concentração agradecem.