Fim do caderno Tec, da Folha

Vera Guimarães Martins, na Folha:

As três décadas de vida do caderno de tecnologia acabam nesta segunda. A Secretaria de Redação anunciou na sexta (11) que, a partir de 21 de julho, Tec deixará de existir como suplemento.

O conteúdo mais alentado e reflexivo, que circulava às segundas, será acomodado em duas páginas encartadas em Mercado, que já abrigava a cobertura factual diária do setor de tecnologia.

À exceção de Ronaldo Lemos, que segue no impresso, os demais colunistas e a seção de quadrinhos serão publicados só no site de Tec. Os cadernos especiais temáticos serão produzidos quando se revelarem comercialmente viáveis.

A decisão, segundo a Secretaria de Redação, se deve ao baixo retorno publicitário. Os anunciantes foram minguando nos últimos tempos e praticamente sumiram -na contramão do noticiário, da audiência digital e da importância econômica do setor de tecnologia, que dispararam em curva oposta.

Alguns dados de audiência da versão online do Tec também são citados. Não acompanhava a versão impressa do Tec e não sei se alguém sentirá falta — as reações que vi por aí seguem a linha “já tinha ido e esquecera de cair” –, mas é sempre ruim, para o todo, quando uma publicação grande da área some ou tem baixas, como é o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

  1. Ruim era uma publicação do tamanho da Folha ter um suplemento de tecnologia tão defasado, já vai tarde. O caderno Tec era superado sem esforço algum por qualquer blog minimamente importante de tecnologia.

  2. Estava pensando em algo parecido. ´
    Alguém ainda assina alguma revista de informática?
    Assino a Info desde a época que se chamava InfoExame. Recebi a edição 343 do mês de julho hoje.
    Está cada com menos páginas. Noto que os editores tentam de todas as formas trazer conteúdo original mas deve ser um trabalho muito difícil. Não consigo mais me interessar pelas matérias e estou pensando em cancelar a assinatura. Acho que o problema não seja a revista e sim eu. Antigamente a lia de ponta a ponta, mas hoje acabei me acostumado a acompanhar diariamente vários blogs de tecnologia, com outros curadores e com notícias “just in time”.

    1. Salvo engano existem umas quatro ou cinco revistas em papel. A tradicional Info ainda vejo em algumas bancas, algumas revistas da Editora Escala (MacMais e Revista do Windows), e provavelmente uma ou outra mais obscura.