Post patrocinado (?)

DU Speed Booster acelera em até 60% seu smartphone Android


6/3/15 às 15h23

Prints do DU Speed Booster.

Todos recomendam visitar regularmente um médico – afinal, nunca se sabe como a nossa saúde está. Com o smartphone, vale o mesmo. A vantagem, nesse caso, é que não é preciso sair de casa para fazer o check-up e a “consulta”, feita com o DU Speed Booster, é totalmente gratuita.

O app é uma suíte de soluções de otimização e segurança. Seu grande destaque é o mecanismo exclusivo de limpeza de RAM e cache, o que ajuda a deixar o Android mais rápido e a economizar espaço. Em aparelhos de entrada ou intermediários (com RAM e/ou memória limitados) e para quem instala e desinstala muitos apps e jogos, são recursos especialmente bem-vindos. E é tudo bem fácil: basta um toque e o DU Speed Booster faz o trabalho pesado automaticamente. Os desenvolvedores prometem ganhos de até 60% em desempenho.

Além dessa função, ele ainda conta com diversas outras. Do mesmo modo, ou seja, facilmente, é possível desinstalar apps (incluindo alguns do sistema, sem precisar de rooting), mensurar a velocidade de download e upload da rede (Wi-Fi ou móvel), apagar instaladores (APKs) e ter uma visão panorâmica das permissões pedidas por todos os apps. Essa última opção é ótima para identificar potenciais ameaças – se você vir um jogo usando permissão de ler ou enviar SMS, por exemplo, é bem provável que as intenções dele não sejam das melhores. E caso você tenha o hábito de fazer sideloading de apps, ou seja, instalá-los por fora da Google Play Store, o DU Speed Booster ainda traz um antivírus a fim de protegê-lo de ameaçadas que podem vir de carona com APKs suspeitos.

Gratuito e totalmente em português, o DU Speed Booster ainda conta com módulos: um para a cortina de notificações, que acrescenta botões de atalho rápidos úteis, e outro que funciona como uma espécie de monitor de otimização, pairando na tela inicial e avisando em tempo real quando alguma ação se faz necessária.

Caso queira dar uma olhada, você pode baixar o DU Speed Booster gratuitamente na loja de apps do Google.




Cadê os anúncios?

O Manual do Usuário é um projeto independente, que se propõe crítico e que respeita a sua privacidade — não há scripts de monitoramento ou publicidade programática neste site. Tudo isso sem fechar o conteúdo para pagantes. Essas características são vitais para o bom jornalismo que se tenta fazer aqui.

A viabilidade do negócio depende de algumas frentes de receita, todas calcadas na transparência e no respeito absoluto a você, leitor(a). A mais importante é a do financiamento coletivo, em que leitores interessados sustentam diretamente a operação. A assinatura custa a partir de R$ 5 por mês — ou R$ 9/mês para receber recompensas exclusivas:

Assine no Catarse

Newsletter

Toda sexta-feira, um resumo do noticiário de tecnologia, indicações de leitura e curiosidades direto no seu e-mail, grátis:


Nas redes sociais, notícias o dia todo:
Twitter // Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 comentários

  1. Porcaria de prorgama q detonou meu celular… q raiva q eu tenho desse Du Speed q não serve pra nada e ainda prejudica

  2. Funcionando no modo detonator com seu celular. Gente, esse Du é mais uma porcaria q a Baidu quer enfiar goela abaixo. Instalei sem saber do q se tratava e detonou com o cel

  3. Eu venho dizer com maior sinceridade deste mundo que fico muito feliz quando leio esses posts aqui no Manual.

    Pois assim sei que o Ghedin está recebendo pelo trabalho dele e com certeza ele continuará com o site e teremos mais posts no Manual.

    Não reclamo de jeito nenhum, fico feliz. E não estou sendo sarcástico ou irônico, estou sendo sincero. Posts assim, patrocinados, são sempre bem vindo.

    Obrigado Ghedin!

  4. Isso é mentira. Isso entrou no meu celular e travou tudo. Fui pesquisar na internet e descobri que era produto da Baidu. Então começou os problemas. Onde tem problemas essa Baidu tá metida.

  5. Ghedin, me desculpe pelas palavras a seguir…

    Mas depois desse post e do Baidu… Vou cancelar a assinatura de seus textos no feedly (que você resenhou). É simplesmente deplorável alguém que contribuiu tanto com excelentes textos sobre tecnologia fazer propaganda destes serviços citados.

    Sempre gostei dos seus textos, novidades que trazia, reviews. Mas você começou com essa PedroBurguice de patrocínio, textos longos que nunca saem, links em newsletter, ser “lighty user”…

    É como se a Míriam Leitão saísse da Globo e fosse ensinar a guardar dinheiro no cofrinho de porco e fizesse propaganda de Telexfree.

    Garanto que não sou o único que acha isso e que boa parte das pessoas que admiravam seu trabalho antigamente tenham nojo do que você está fazendo. Lamentável.

    Adeus.

    1. Mano senta aqui…

      Lá em cima está escrito “post patrocinado” e além disto o artigo não está “assinado” pelo Gedhin ou qualquer outro colaborador, o que significa que o conteúdo não é de responsabilidade e muito menos não tem ou tem endosso dos mesmos. Isto é prática comum sua anta. E ética, afinal está sinalizado e não embutido no meio do texto corriqueiro como muitos sites fazem.

      Sobre os links de afiliados não vejo problema se não houver aumento dos preços finais nos produtos (não posso afirmar, pois nunca os usei).

      Agora vai procurar uma mulher/um macho pra descarregar essa energia colega, não há motivo para reclamar de um site limpinho como esse que não tem publicidade chata e nem aqueles widgets filhas da puta.

      Xiu…

      P.S.: Alguém tem o RSS do site do Burgos? Entrar no Yahoo pra ler é suicídio.
      P.P.S.: VC ACHA QUE A XUXA USA MONANGE, GATA? Quero só ver quando ela começar a fazer comercial daquela pomada pra hemorróidas da Record…

      1. Nelson, os links de afiliados nunca encarecem os produtos. Na verdade, faço o contrário: estou sempre de olho e garimpando promoções para dar aos leitores que compram pelos links daqui alguma vantagem real pelo clique de confiança dado ao Manual do Usuário.

        Você pode assinar o blog do Pedro pelo Tumblr (é o que eu faço e os posts sempre chegam certinhos): http://yahoo-news-br-pedro-burgos.tumblr.com/

      2. concordo, o post patrocinado tá bem transparente.

        queria um motivo pra deixar de contribuir financeiramente com o site, achasse um bom, pelo menos, ou que parasse e acabou… agora vir aqui xingar só pq faz uma contribuição ‘voluntária’?

        ah, pára véi…

      3. “Alguém tem o RSS do site do Burgos?”

        Pois é, o cara é “anti-padrões”. Blog sem RSS e o Podcast dele também não tem feeder (mas imagino que no caso do blog, seja restrição do Yahoo).

    2. Nelson, o site é meu trabalho e, como tal, tem que ser viável também financeiramente — eu também preciso desse tal de dinheiro para viver.

      Um post patrocinado é um espaço, devidamente identificado, que as marcas compram para veicular mensagens aqui. A Baidu o utilizou para apresentar o DU Speed Booster aos meus leitores. É um app ok, não faz mal ao smartphone de ninguém. Imagino que você tenha algum bode com a Baidu; se for o caso, apenas ignore o post e siga em frente — tem outros posts aí. Sugiro, também, que leia meu esclarecimento sobre a campanha passada deles: https://www.manualdousuario.net/baidu-antivirus-iphone-6/#comment-1747352533

      Fico entristecido que por uma única ação publicitária transparente você tenha cancelado o Manual do Usuário no Feedly. E peço que reconsidere essa decisão. De qualquer forma, se não, obrigado pela audiência nesses anos todos e quando quiser voltar as portas estarão sempre abertas.

      1. Instalei e é bom. Melhor do que o chato The Cleaner, que agora abre propaganda antes de limpar

      2. Ghedin, licença para complementar a visão aqui contrária à propaganda.

        Não apoio a visão do comentarista (estranho ele falar que o Pedro Burgos só vive de propaganda, sendo que o mesmo tem o Oene, que vive também de doações e tem “nenhuma” propaganda exposta… :p Assim como tu também tem quase nenhuma propaganda exposta aqui).

        Muita gente que trabalha com informática tem implicância e até uma certa desconfiança do Baidu devido aos métodos que ele usa para crescer. Adwares, propagandas, etc… isso tudo que acompanham os instaladores de alguns programas em sites de downloads comuns, ou até com alguns desenvolvedores.
        Tipo, usa da “inocência” de alguns (usuários comuns, sem tanto conhecimento em informática) para instalar coisas consideradas suspeitas.

        Não vou aqui levantar uma acusação de que “Os programas da Baidu” são espiões ou similares. Não sou técnico o suficiente para comprovar isso ou investigar, deixo isso às mãos de quem lida com segurança digital. Mas digo pela experiência que tenho que a maioria dos programas que vejo do Baidu sempre prejudicaram a performance dos computadores onde foram instalados.

        A propósito, é uma coisa que acho estranho até hoje: nunca fora feito alguma investigação profunda sobre estes programas tipo “adware” ou criado por estas empresas, as origens do dinheiro (propaganda? alguma outra renda?)

        Então, logo, com isso muita gente que (como eu) implica com este tipo de empresa e atitude, acaba meio que contrário a qualquer propaganda em cima destas empresas.

        Usando uma analogia diferente do comentarista, é como se uma pessoa ética fizesse uma propaganda de uma empresa suspeita de algo prejudicial à população.

        Claro, pode se alegar que “o Google começou assim”, que “não é só o Baidu que faz” (há o Ask, algumas empresas menores de propaganda direcionada, etc..) Mas no caso do Google, o mesmo mudou seu jeito de agir, e de outras empresas, bem…

        Impliquei com o Tecnoblog justamente por causa de uma propaganda do PSafe e desde então não acesso mais o site deles.

        Não é por causa desta propaganda que não vou deixar de ler aqu, porém, no seu caso, já não acessava desde a implicância que tive contigo desde o episódio dos “tablets chineses”. Mas retorno aos poucos a leitura, até pela consideração que tenho pois é uma das poucas pessoas no meio do jornalismo tecnológico que tenta ter uma visão ampla dos assuntos, e ao mesmo tempo foca onde precisa ser focado.

        Espero que agora tenha ficado claro o porquê de alguns implicarem com a propaganda. Não discordo que você tenha contas à pagar (como eu), o ponto é a origem ética do dinheiro…

        Se bem que em tempos atuais onde muitos criticam as corrupções do governo, mas não prestam atenção nas corrupções diárias que fazem… Que “ética” seria essa mesmo?

    3. Vamos Nelson,

      Caracas cara, por que tantas criticas gratuitas e, de certa forma, mal educadas? Será que nunca parastes pra ler diversas ponderações do autor sobre o site? A proposta aqui é diferente e, como bem ponderou o Ghedin, todos precisamos deste produto chamado “dinheiro”.

      É louvável que os patrocinados sejam claros para que exercitemos o bom senso e avaliemos tecnicamente algum produto ou serviço ponderando que ali as opiniões não são tão imparciais. A imparcialidade praticamente inexiste.