Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Como manter o computador ligado — sem dormir, suspender ou abrir o protetor de tela

Todo computador oferece uma configuração para apagar a tela e entrar em suspensão após algum tempo de inatividade. Isso é útil para não desperdiçar energia, algo ainda mais importante em notebooks.

Ocorre que às vezes você quer que a tela fique ligada e o computador, ativo. Sim, dá para entrar nas configurações e alterar o comportamento padrão do sistema, mas não seria melhor se houvesse um botão que, ao ser tocado, mantivesse o computador ligado?

Esse botão existe! Cada sistema tem suas próprias versões. Abaixo, não cobrirei todas, só as mais populares/eficientes para Windows, Linux e macOS.

Windows

A Microsoft oferece algumas ferramentas extras para o Windows, de código aberto, chamadas PowerToys. Entre elas, há o Awake, que mantém o sistema ligadão a critério do usuário.

O primeiro passo é baixar e instalar a última versão dos PowerToys. Isso é feito na página de “releases” (lançamentos) do projeto no GitHub. Veja qual é a mais recente e baixe o instalador de acordo com o seu processador — muito provavelmente, PowerToysSetup-XXXX-x64.exe, onde XXXX é a versão dos PowerToys.

(Ou, mais fácil, baixe pela Loja do Windows — dica do Marcellus Andrade nos comentários.)

Depois de instalado, abra as configurações dos PowerToys e ative o módulo/recurso Awake. O ícone de uma xícara aparecerá na bandeja do sistema (perto do relógio), e dali você consegue alterar o estado: manter o computador ligado e voltar ao comportamento padrão do sistema.

Caso precise de referências visuais e/ou um passo a passo, o How-To Geek tem (em inglês).

Linux

No Linux, uma boa pedida é o Caffeine. Existe a chance deste aplicativo já estar no repositório padrão do gerenciador de pacotes da sua distribuição; se não, o site do projeto mostra o caminho. Para sistemas baseados no Debian, que usam o apt, basta cadastrar o PPA e depois instalá-lo. Assim:

sudo add-apt-repository ppa:caffeine-developers/ppa
sudo apt update && sudo apt install caffeine

Se preferir uma extensão do Gnome, tente a Caffeine (mesmo nome, outro desenvolvedor) ou a Espresso.

macOS

O sistema da Apple é bem servido de aplicativos do tipo e eles funcionam de modo bem direto, sem firulas.

Tem o Caffeinated (R$ 22,90) e o Amphetamine (gratuito), ambos com opções avançadas, como vincular a ativação ao uso de determinados aplicativos.

Uma coisa legal é que, dependendo da sua intimidade com o Terminal, não é preciso instalar qualquer aplicativo para ter esse recurso no macOS. Isso porque ele já traz um de linha de comando pré-instalado, o caffeinate.

Basta abrir o Terminal e digitar o comando caffeinate -d para manter o computador e a tela ligados indefinidamente ou até você interromper o processo, com um Control + C.

Existem outros parâmetros úteis, como o -t, para definir o tempo (em segundos) em que o computador deve ficar acordado, e o -w, que permite vincular o caffeinate a um processo/aplicativo aberto (o chato é descobrir o PID do processo/aplicativo).

Se eu quiser deixar a tela ligada durante uma hora, para uma apresentação/palestra, por exemplo, basta rodar o comando caffeinate -d -t 3600.

Bônus

Não pode instalar aplicativos no seu computador? Talvez ele seja da firma, sem esse privilégio. Sem problemas! O site NoSleep abre um vídeo oculto para manter a tela ligada gastando o mínimo possível de energia.

(Dica dada na newsletter de links do Manual e relembrada pela leitora Bruna Rasmussen, que também repercutiu o NoSleep na Atalho.)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

8 comentários

  1. Uma smart tomada, então desligo a noite pra economizar energia, ele até entra em suspensão mas como é um notebook novo com “Power Delivery” descarrega ou come metade da bateria… e quando ligo de volta preciso abrir a tampa… a BIOS é pior que um iPhone, sem muitas opções…

  2. Dica bem útil, e bem mais simples que as configurações de qlqr um dos SOs da nota hehehe

    Só faço um adendo sobre a instalação em Linux, que é o seguinte: PPA (Personal Package Archive) é um recurso utilizado por distribuições baseadas em Ubuntu e só funciona nele e suas variantes {X,K,L}ubuntu
    Utilizar um PPA em um Debian (ou derivados de) pode causar problemas o suficiente para “quebrar” a instalação (https://wiki.debian.org/DontBreakDebian)

  3. Apenas um extra: O Power Toys pode ser instalado através da Microsoft Store, loja de apps do Windows, mais simples que via GitHub.

  4. Se não me engano desde o ubuntu 18.04 ele já está no repositório oficial, bastando executar a instalação.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário