Mulher bem vestida segurando um iPhone em um shopping.

O grande guia para comprar em lojas da China, EUA e Europa via internet sem ter surpresas desagradáveis


30/1/19 às 8h46

As fronteiras no mundo das compras continuam se ofuscando. Nós sentimos isso no Brasil de hoje. O novo sistema dos Correios foi implementado e agora temos a facilidade de pagar os impostos pela internet e receber encomendas internacionais em casa. Temos acesso a um novo mundo de compras do conforto das nossas casas, mas o acesso a ele nem sempre é intuitivo ou fácil de entender. Neste artigo, pretendo explicar como comprar em lojas de fora via internet e receber os produtos sem surpresas.

AliExpress, Amazon, eBay, DealExtreme são alguns nomes já populares por aqui. Muitos sites internacionais entregam produtos no Brasil e vários deles têm versões em português e preços em reais, facilitando a vida do consumidor brasileiro. Alguns oferecem frete barato ou até grátis. E o melhor de tudo: os preços nas lojas internacionais costumam ser mais baixos e a variedade de produtos, maior.

Comprar de fora é bem similar a comprar nas lojas brasileiras, com algumas diferenças pontuais. É importante ressaltar que nas compras internacionais, o preço final que você paga num produto será bem diferente do preço que aparece no site da loja. Isso porque o preço final vai ainda incluirá o custo do frete, que pode ser alto, e os impostos. Para fazer bons negócios, é essencial sempre comparar o preço final do produto ao dele nas lojas brasileiras.

Além de atenção ao custo do frete e impostos, temos algumas recomendações para quem quer aproveitar o mundo global das compras.

Fretes e prazos

Ao ver o preço de um produto em um site internacional, é preciso ter em mente o custo do frete. Ele pode ser bem alto e é uma boa ideia verificá-los antes mesmos de iniciar a pesquisa por produtos no site.

Como nas lojas brasileiras, o custo do frete varia muito dependendo da loja estrangeira. Geralmente, é mais baixo nas lojas chinesas — e muitas oferecem frete grátis. Em uma pesquisa realizada pelo Ebit em 2017, 52% dos brasileiros disseram não ter pago frete em sua última compra em lojas de fora.

Nas compras internacionais, falamos de dois tipos de entrega: a que é feita pelos Correios do Brasil, e a entrega por um serviço courier (DHL, FedEx, TNT, etc.). Qual tipo de entrega você usa influencia a taxa de imposto que será aplicada.

Quando a loja utiliza o correio oficial do seu país para enviar os produtos, a entrega é feita pelos Correios do Brasil. Entregas pelos Correios às vezes não são tributadas e podem pagar menos impostos.

Para receber uma encomenda pelos Correios, é preciso entrar no ambiente Minhas Importações no site dos Correios e efetuar o pagamento dos valores devidos. Saiba como receber sua encomenda via Correios. O processo fica mais fácil se você tiver um código de rastreamento.

Quase tudo que vem da China é entregue pelos Correios. Uma desvantagem é que o prazo de entrega pode ser bem longo. Em geral, quanto mais baixo o valor do frete, maior é o prazo de entrega.

Prazo estourado nas entregas pelos Correios é um dos assuntos que causam mais transtorno nas compras internacionais. Mesmo nas modalidades mais rápidas de entrega dos Correios, como o EMS, o prazo depende do tempo de finalização de fiscalização e das surpresas pelo caminho, que são frequentes. Se a entrega for pelos Correios, recomendamos comprar somente se estiver sem pressa para receber o produto.

Quando a loja utiliza um serviço courier, a história é diferente. O prazo é relativamente curto. É a própria courier que realiza a entrega na sua casa, cobrando os impostos devidos na hora de entrega. Muitas lojas dos EUA e Europa preferem este tipo de envio por ser mais rápido e seguro. Naturalmente, sai mais caro. Entregas courier sempre são tributadas e a taxa de imposto é geralmente mais alta que nas entregas Correios.

Serei taxada?

Livros e medicamentos estão entre os poucos produtos isentos de imposto de importação. Todo o resto é sujeito a tributação pela Receita Federal.

Na prática, a Receita Federal libera muitas encomendas com pequeno valor sem tributação, devido ao grande volume de encomendas internacionais. Segundo a já referida pesquisa do Ebit, 53% dos consumidores disseram não ter pago impostos na última compra internacional. A expectativa é que esse número caia com o novo sistema online dos Correios, o Minhas Importações.

E o que é um valor baixo? Podemos dizer que uma encomenda cujo valor é inferior a US$ 50 tem mais chance de passar sem tributação. Muitas encomendas com valor superior a US$ 50 também passam sem tributação. Parece-nos que, em geral, quanto menor o valor da encomenda, maior a chance dela passar sem tributação.

Se a entrega é feita por um serviço courier, não existe nenhuma chance da sua encomenda passar sem tributação e a taxa de imposto aplicada será mais alta.

Existe uma desinformação no contexto de impostos, tratando da isenção de encomendas com valor até US$ 50. Esta isenção vale somente quando o remetente é pessoa física, o que quase não acontece nas compras internacionais. A isenção também não vale quando a entrega é por um serviço courier, tem que ser pelos Correios.

Impostos

A taxa de imposto depende do valor aduaneiro da compra (preço dos produtos + custo do frete + valor do seguro, se houver) e também do tipo de entrega usado. A tabela embaixo mostra a taxa final de imposto nas compras internacionais. A taxa final inclui o Imposto de Importação e o ICMS, mas exclui o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Falaremos do IOF ao tratarmos das “Formas de Pagamento”.

Tabela final de imposto nas importações pessoa física.
Tabela: Lojas do Exterior.

Incide somente o Imposto de Importação e a taxa de imposto fica em 60% para encomendas que têm:

  1. Entrega pelos Correios;
  2. Valor até US$ 500 (valor dos produtos + frete + seguro); e
  3. Destinatário que não resida em Minas Gerais, Rio Grande do Sul ou Santa Catarina.

Em todas as outras encomendas, incide o ICMS e a taxa final fica entre 93% e 100%.

A taxa exata depende do estado em que o destinatário reside. Confira a taxa exata no seu estado nesta tabela de taxas finais de imposto de importação. Você também pode simular quanto imposto pagará usando esta calculadora de impostos de importação.

Além dos impostos cobrados, existem taxas adicionais. As encomendas entregues pelos Correios têm que pagar o Despacho Postal dos Correios, de R$ 15. Na entrega courier, as taxas dependem da empresa usada.

Gigantes como a Amazon americana e muitas outras lojas dos Estados Unidos e Europa cobram impostos de maneira antecipada, na hora de finalizar a compra. Nesses casos, você não paga mais nada para receber seus produtos, mas a taxa de imposto pode ter um cálculo diferente dos apresentados aqui.

Formas de pagamento

Foto macro de cartões da Visa e MasterCard.
Foto: Pixabay/Pexels.

Geralmente, é preciso um cartão de crédito internacional para fazer compras internacionais.

Recomendamos usar PayPal nas suas compras. PayPal é uma forma segura de pagar, porque as suas informações financeiras não são compartilhadas com a loja. Além disso, se seu pedido não chegar ou for diferente do anunciado, você pode buscar ajuda através do programa “Proteção ao Comprador do PayPal”. Para usar PayPal, é preciso um cartão de crédito internacional.

Muitos brasileiros procuram comprar das lojas que aceitam boleto bancário. A maioria das lojas grandes da China agora aceitam pagamento por boleto. Embora pouquíssimas dos EUA aceitam este tipo de pagamento, é possível comprar de qualquer loja de lá e pagar com boleto utilizando serviços do tipo “compra assistida”, oferecidos por empresas redirecionadoras de encomendas.

Uma vantagem de pagar por boleto é o IOF bem menor. Pagamentos por cartão internacional e PayPal pagam IOF de 6,38%, enquanto pagamentos por boleto pagam 0,38%.

Outra vantagem de pagar por boleto é que você sabe exatamente quanto está pagando em reais. Quando a compra é feita por cartão de crédito, a cotação do dólar usada, em regra, é a do dia do fechamento da fatura. Se o dólar sobe depois de você finalizar sua compra, você fica prejudicado. Leia este artigo explicando como travar a cotação do dólar em compras no cartão contra oscilações de câmbio.

Uma desvantagem de pagar por boleto é a ausência de proteção pós-compra. Em caso de transtornos você não terá o seu banco ou PayPal ao seu lado.

Considerações adicionais

É preciso ficar atento às coisas como compatibilidade nos produtos elétricos e eletrônicos e numeração no vestuário. Se for comprar roupas e sapatos, é muito provável que a numeração no site seja diferente da numeração usada no Brasil. Procure a tabela de medidas no site, “size guide” ou “size chart” em inglês, para te ajudar na sua decisão. Você vai precisar saber suas medidas básicas. Às vezes as medidas na tabela de medidas é em polegadas em vez de centímetros. Uma polegada equivale a 2,54 cm.

Fazer uma troca após uma compra internacional pode ser complicado. Provavelmente você terá que pagar o custo do frete para a loja. Se você pagou impostos, guarde toda a documentação relevante à sua troca (nota fiscal original, pedido de troca, recibo dos Correios mostrando que você devolveu o produto para a loja etc.). Se você for taxado de novo, pode solicitar revisão de tributos no site dos Correios, usando os documentos guardados como provas.

Vários órgãos podem ter que anuir a seus produtos. Se este é o caso, os seus produtos podem demorar mais para chegar ou até ser recusados a entrar no país. Podem ser cobradas taxas adicionais também.

Para quem quer saber mais, recomendamos ler esta página no site dos Correios com respostas a algumas perguntas frequentes e o guia de importação via postal dos Correios.

Onde comprar

Escolher um bom site para fazer compras é muito importante. Especialmente se for a sua primeira compra, escolha um site bem popular para navegar em águas internacionais com mais tranquilidade.

Você pode pesquisar avaliações dos consumidores sobre o site. Em buscadores, por exemplo, procure por “avaliações GearBest”. Se o site é realmente popular, você encontrará muitas avaliações. Fique atento ao conteúdo das reclamações em sites como o Reclame Aqui. A maioria é sobre prazos estourados, que muitas vezes tem mais a ver com o Brasil que com o site.

Em sites como AliExpress, eBay, Etsy e Wish, que são plataformas (marketplaces) para muitas lojas de diferentes qualidades, é preciso prestar atenção à reputação da loja no próprio site. Coisas como número de vendas, avaliações positivas e o ano em que a loja foi estabelecido são fatores relevantes.

Lojas chinesas são as prediletas do brasileiro, porque os preços são muito baixos e o frete é barato ou grátis. Mas cuidado, porque há muita variação nos preços. Recomendamos pesquisar o preço do produto desejado em várias lojas da China.

Comprar das lojas nos EUA e Europa é atraente porque são nelas que conseguimos as marcas de maior qualidade. Em geral, elas não oferecem conteúdo em português, mas alguns navegadores, como o Chrome, traduzem idiomas estrangeiros para o português de maneira automática. Os preços são muito bons e a maioria das lojas tem uma grande seção de ofertas, onde é comum encontrar descontos de até 50%.

A maioria das lojas nos EUA e Europa oferece entrega courier. É caro e tem a taxa de imposto mais alta, o que resulta, como dito no início, em preços finais muito maiores que os vistos na vitrine virtual da loja. Ainda assim, em muitos casos o preço do produto é tão bom que o final continua sendo vantajoso.

Site do Comprar Fora, serviço dos Correios.
Comprar Direto: os próprios Correios recebem e desembaraçam sua encomenda dos Estados Unidos. Imagem: Correios/Reprodução.

Se você achar o preço final do produto alto demais, é possível baratear as coisas. Muita gente que compra das lojas dos EUA economiza usando um redirecionador de encomendas e optando por entrega Correios.

A empresa redirecionadora fornece a você um endereço nos EUA que você pode usar como endereço de entrega na hora de finalizar sua compra. Quando eles recebem sua encomenda, encaminham o produto para seu endereço no Brasil. Recentemente, os Correios lançaram um redirecionador próprio.

É claro que tem mais assuntos para cobrir, mas agora você sabe o suficiente para realizar sua primeira compra do exterior. Confira a nossa lista de lojas internacionais que entregam no Brasil e boas compras!

Hatice Cunha Campos é fundadora do Lojas do Exterior, site dedicado a compras do exterior pela internet. Após terminar seu doutorado em economia nos Estados Unidos, em 2010, voltou ao Brasil. Ao encarar preços altos no mercado doméstico, descobriu que era vantajoso trazer produtos do exterior. Criou, então, o Lojas do Exterior para compartilhar suas experiências. O site cataloga as lojas estrangeiras que entregam no Brasil e busca organizar informações relevantes à importação por pessoas físicas de uma maneira acessível.

Foto do topo: JÉSHOOTS/Pexels.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês