Anúncio NordVPN, a VPN mais rápida do mercado, com 68% de desconto

A renderização de caracteres no Chrome do Windows está mais bonita

A API DirectWrite existe desde o Windows Vista, de 2007. O Chrome, lançado quase dois anos depois, desde sempre usava uma outra, a GDI, para renderizar fontes. Na prática isso se traduzia em caracteres serrilhados — e indigestos para quem tem contato com outras plataformas, como as da Apple e Google.

Com a chegada do Chrome 37, o navegador do Google finalmente renderiza caracteres no Windows usando a DirectWrite. Atualize o seu aí se ainda não o fez e veja a diferença: os textos estão mais suaves e, felizmente, o anti-aliasing não é tão agressivo quanto o do Internet Explorer.

Além disso, o novo Chrome também suporta nativamente telas HiDPI, o que significa que em resoluções altíssimas a interface não fica borrada. No OS X essa melhoria já existia fazia dois anos. O gerenciador de senhas também mudou, alguns recursos para desenvolvedores mudaram e as (supostas) melhorias em estabilidade e segurança estão lá.

O Chrome 37 também marca a estreia da versão 64 bits no canal estável. Ainda é opcional e apenas na versão em inglês (baixe-a aqui), mas é mais um passo rumo à padronização.

Ilustração com uma mãozinha depositando uma moeda em uma caixa com o logo do Manual do Usuário em uma das faces, segurada por dois pares de mãos. Ao redor, moedas com um cifrão no meio flutuando. Fundo alaranjado.

Apoie o Manual do Usuário.
Você ajuda a manter o projeto no ar e ainda recebe recompensas exclusivas. Saiba mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 comentários

  1. Para algumas pessoas, com telas maiores de 1600 pxs, as fontes ficam muitooooooo ruins em determinados sites. A solução [ /high-dpi-support=1 /force-device-scale-factor=1] não resolve para essas pessoas (Como eu), então, o jeito é desativar o “Directwrite” pelo chrome://flags/

    1. Não. O Chrome 64 bits substitui a versão 32 bits, mas preserva todos os seus dados pessoais.

      A única exceção é o canal Canary, que convive com outra instalação do Chrome.

      1. Valeu, vou testar mais tarde e ver se melhora. Eu uso o Firefox no notebook normalmente porque o Chrome é um sofrimento, os vídeos no YouTube dão engasgadinhas o tempo todo.

  2. O meu ficou horrível, olha a escrita na barra da esquerda no print.
    Se der 150% de zoom resolve, mas aí o chat já não cabe na tela.
    Lembrando que a minha tela é 1080p.
    Alguém sabe como resolver?

        1. No momento que lia esta matéria, me perguntava o pq de as fontes do Manual do Usuário estarem tão feias… eis que o comentário do Anderson Canuto resolveu o problema… Ghedin acho que vale um edit no texto, explicando como desativar o recurso, pelo menos por enquanto não tá bom, não.

  3. Alguem tem os links para o instalador offline dele? eu vivo formatando maquinas e sempre não tenho acesso a net nessas horas…

  4. Uma coisa que sinto falta é ele não salvar as senhas dos serviços da Microsoft, como email, coisa que o Firefox, por ex., já faz..

    1. Apesar de usar o Chrome, não uso o gerenciador de senhas nativo dele, uso o Dashlane. Não faço ideia de qual é o motivo, mas ele também não consegue lidar com os serviços da Microsoft.

  5. Parece que está mais bonito mesmo, ainda que estranho em alguns sites. Acho que até os web developers vão ter que rever suas definições de fonte agora que mudou isso.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!