Você não precisa mais do app do Facebook.

Como usar o melhor do Facebook em seu smartphone sem recorrer ao app principal


19/11/14 às 13h53

No final do ano passado o Facebook anunciou uma mudança na estratégia para dispositivos móveis. Em vez de concentrar todos as suas funções em um app, como vinha fazendo até então, a empresa passaria a desmembrar algumas mais importantes em apps independentes.

Isso realmente aconteceu e com o lançamento do Groups, hoje é possível usufruir dos bons serviços que o Facebook oferece sem depender do app principal. Além de jogar contra a sua produtividade com o Feed de notícias, esse app é bastante exigente no consumo de recursos e, não raro, a fonte de instabilidades e outras anomalias do smartphone — tanto que, recentemente, uma atualização prometendo diminuir em 50% a incidência de travamentos do app foi recebida com entusiasmo pelos usuários.

Os apps abaixo fazem mais do que dispensar o principal do Facebook. Eles são mais ágeis, livres de anúncios e, não raro, mais acessíveis. Tome por exemplo o Groups: em vez de navegar por três, até quatro níveis para encontrar um grupo específico no app principal do Facebook, aqui todos os grupos estão disponíveis de cara, a um toque de distância.

A lista abaixo não é exaustiva e composta majoritariamente por apps do próprio Facebook.

Bate-papo: Facebook Messenger

Imagens de divulgação do Facebook Messenger.

Muita gente passou a conhecê-lo (e odiá-lo) com a obrigatoriedade do seu uso para poder conversar com outras pessoas pelo Facebook em dispositivos móveis, medida instaurada em agosto desse ano. Se você torce o nariz e até hoje não deu uma chance ao Messenger, talvez agora seja um bom momento de rever essa decisão.

O Facebook Messenger é um app rápido e bonito para conversar. Embora não seja tão difundido quanto o WhatsApp (também do Facebook), ele tem algumas vantagens como o uso de stickers e, para mom, a maior delas: a possibilidade de manter conversas sincronizadas em computadores. Porque nada melhor que um teclado de verdade na hora de digitar longas conversas, certo?

Para Android,  iOS (inclusive iPad) e Windows Phone.

Grupos: Groups

Groups, o novo app do Facebook.

Lançado essa semana, o Groups é um app rápido, com notificações granulares e, por ora, sem anúncios. Ele foi feito no Creative Labs do Facebook, uma espécie de força-tarefa restrita e focada no desenvolvimento de ótimos apps móveis — de lá vieram, também, o Paper e o Slingshot. Quem usa bastante os grupos se beneficiará muito desse app; quem ainda não está em grupos tem, agora, um grande incentivo para descobrir o poder das micro-comunidades do Facebook.

Para Android e iOS.

Feed de notícias: Paper

https://www.youtube.com/watch?v=IhrbT9O6kW8

O Paper não fez o sucesso esperado (talvez por estar restrito ao iPhone e, mais que isso, à App Store norte-americana), mas é um deleite. Ele apresenta o Feed de notícias de uma forma mais bonita, confia em gestos intuitivos para a navegação e coloca, com igual peso, curadorias de links de diferentes editorias, todos selecionados por editores humanos. Ah, e nada de anúncios.

Para iOS (apenas nos EUA).

Eventos: Sunrise

Este app de agenda nem precisaria dos eventos do Facebook para ser indicado — ele é rápido, bonito e bem feito. Mas ele tem essa integração, e é perfeita: pelo Sunrise é possível ver os aniversários dos seus amigos e os eventos para os quais você foi convidado, incluindo a opção de resposta — vou, não vou ou talvez.

Para Android e iOS.

Páginas: Gerenciador de Páginas

Gerencie suas páginas no Facebook pelo smartphone.

Se você administra uma página já deve conhecer, mas não custa nada deixar um link a mais aqui. O Gerenciador de Páginas é a melhor forma de… gerenciar páginas (isso, no plural) do Facebook em dispositivos móveis — é como o app oficial, só que totalmente dedicado a páginas. Traz estatísticas, informações gerais, configuração, criação e acompanhamento de anúncios, permite o envio de atualizações de status, fotos e eventos, e dá para comentar em outras páginas identificado como a sua.

Para Android e iOS.


Faltou alguma coisa? Complete nos comentários.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários

  1. Eu uso o Lumia 1520 com Windows Phone e apesar de não ter todas as opções de apps oficiais do facebook, o app aqui mais o messenger consomem em média 2% da minha bateria mesmo habilitados pra rodar em background e também não geram instabilidade nenhuma no sistema. O app principal roda tranquilo e acessa praticamente tudo dentro do facebook.

    Acho interessante descomplicar o app mesmo, facilita na hora de agilizar o acesso se o app principal tem uma construção duvidosa e os secundários não. É difícil um serviço tão “megalomaníaco” quanto o Facebook caber em um app só sem perda de funcionalidade.

    Facebook nem tanto em relação a bateria, já o Whatsapp tá na casa dos 56% de consumo. Acho que a bateria é o único lado ruim dessa revolução do SMS causada pelos apps de mensagem!

  2. já tinha removido o app do facebook pra melhorar minha produtividade (mas já instalei de volta =/)
    depois desse post considero seriamente remover ele para melhorar a estabilidade, tenho notado um consumo excessivo da bateria.
    e no Android possui usar o Flipboard para ver o feed