Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Preservando o Android original

Foto de cima de um celular HTC EXCA300, similar a um Blackberry antigo, com o Android “Sooner” rodando, aberto no buscador do Google.
Foto: @OldPhonePreserv/Twitter.

Os mais antigos neste mundinho de smartphones vão lembrar da primeira aparição do Android, em um protótipo que parecia um clone dos Blackberries que dominavam o mercado de smartphones dos EUA (ou dos Nokia E, já que Blackberries não eram tão populares fora dos EUA), com uma interface de usuário que parecia um Blackberry. O protótipo era feito pela HTC (era a época que a HTC dominava o mercado de smartphones pra quem não queria Symbian ou Blackberry) e tinha o nome de “Sooner”.

O Android Police fez um hands-on com “Sooner” em 2020, e tirou prints e tudo da versão do Android no aparelho (htc-29386.0.9.0.0, 29 de agosto de 2007). Outros acharam uma boa ideia extrair a ROM e preservar.

A ROM está disponível para baixar no Internet Archive; provavelmente, até pela natureza técnica do mercado de smartphones (smartphones são bem mais “fechados” que os computadores, afinal), não vai ter muito interesse para o leitor médio desta newsletter, ou do utilizador médio de smartphones, ou da maioria das pessoas. No entanto, se você se preocupa com a preservação de artefatos culturais — e sistemas operacionais são artefatos culturais — é um dia de alegria; você pode baixar a ROM de Sooner e ver como o Android começou a ser Android.


Pinguins Móveis é uma newsletter semanal documentando e analisando a marcha do Linux por todos os cantos da eletrônica de consumo — e, portanto, das nossas vidas. Inscreva-se aqui.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

4 comentários

  1. como sempre, preservação digital é um assunto fascinante pelos desafios de interface entre a conservação de software e hardware

    é muito legal preservar a ROM em um arquivo, mas também é legal pensar em como um museu deveria lidar com o aparelho como um artefato com aquela ROM específica

    1. Existem algumas iniciativas para preservar aparelhos.

      Uma que vi tempos atrás é o Mobile Phone Museum -https://www.mobilephonemuseum.com/ que pelo website possui um catálogo de mais de 2400 modelos. E aceitam doações…

      Muito interessante.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário