O cartão de loja da Amazon.

A Amazon fez um barulhão esta semana, com direito a evento presencial em São Paulo, para lançar seu cartão de crédito. Ele dá “cashback” em pontos que só podem ser gastos na própria Amazon e parcelamento a perder de vista. O que me chamou a atenção foi a cobertura da imprensa. Não me recordo de outro cartão de loja (convenhamos, é disso que se trata) que tenha atraído tanto a atenção dos colegas.

Newsletter

O Manual no seu e-mail. Três edições por semana — terça, sexta e sábado. Grátis. Cancele quando quiser.

Deixe um comentário

É possível formatar o texto do comentário com HTML ou Markdown. Seu e-mail não será exposto. Antes de comentar, leia isto.

13 comentários

  1. Acho que valeria um tópico sobre cartões e cashbacks? Já tive interesse em ver artigos e cursos sobre, já vi que anos atrás havia estratégias que os bancos não notavam e por isso muita gente fez farra, viajou muito com pontos, etc etc, hoje, a meu ver, está tudo muito ruim, letras miúdas, como disse um amigo aí, e tenho zero paciência de ficar fazendo jogadinhas ou procurar ativamente por situações específicas para ganhar desconto. quero facilidade e praticidade. aliás, ainda existe meliuz, alguém usa?

    como depoimento pessoal, tenho cartão platinum visa do bb com pontuação meio ruim, mas pra mim não tem anuidade por razões de sou empregado lá, então os benfícios de prorrogar garantia e proteção de preço pra mim são efetivas e já utilizei. acho que qq platinum visa dá essas garantias, se alguém aí não tiver conhecimento ainda.

  2. Eu nunca entendi essa tara que as pessoas têm com cartão Black, sala VIP de aeroporto etc.
    Pra mim, o melhor cashback é o pagamento à vista, que te dá o desconto ali, na hora e pronto. O restante qualquer cartão faz.
    Quando começam a me explicar regras e “dicas” pra acumular pontos, o malabarismo de pagar uma fatura com outro cartão… Deus é mais. Dá 30 segundos e eu tô ovo do música de elevador na minha cabeça.

    1. É literalmente um cartão de loja, emitido pelo Bradescard. Galera está deslumbrada com os 5% de “cashback”, mas perto de qualquer cartão Black (e até outros mais simples), esse da Amazon me parece meio furada, ou do tipo para usar só na Amazon mesmo…

    1. Felipe, o ultravioleta não é bom? Estou juntando dinheiro, ainda estou bem longe da metade do valor necessário (de jeito nenhum que pagarei anuidade pra cartão), mas como estou demorando demais para conseguir o valor, estou repensando se vale o esforço.
      Poderia me falar sobre o cartão? É bom, ou é ruim? Tem opção melhor, sem pagar anuidade?

      1. Gabriel, em resumo, se você não atinge os R$5.000 na fatura, não vale a pena.
        Aqui, eu e a esposa usamos os cartões virtuais nos telefones, e então usamos pra tudo, sejam compras individuais ou da casa. Em um mês não conseguimos atingir o valor, então o cashback acumulado no mês praticamente serviu pra pagar a anuidade.
        Digamos que no mês você atingiu R$3.000 na fatura. São R$30 de cashback e R$50 de anuidade.
        Ou seja, ainda resta pagar R$20 de anuidade descontando os ganhos.
        As demais vantagens do cartão, como seguros e salas vip são cheias de letras miúdas que acabam sendo mais uma chatice do que um benefício na hora de usar.
        Por isso a mudança pra algo mais simples como aparenta ser esse da Amazon.

        1. Abri mão do Itaucard Tudo Azul para concentrar no Nubank pensando no Ultravioleta. Mas é impossível conseguí-lo. Já se vão 5 meses de gastos e nada de oferecerem. Nem o limite aumentam. Se não derem jeito, talvez o da Amazon seja uma opção mesmo. 5% de volta nas compras que já são concentradas naturalmente lá, devem valer a pena.

        2. Obrigado pelo feedback. É realmente uma pena que os diferenciais do cartão são cheios de “detalhezinhos” irritantes, isso não compensa o trabalhão pra juntar 50 mil pra não gastar com anuidade.

      2. Eu tenho o Nubank Ultravioleta e gosto dos benefícios oferecidos como seguro extra em compras com o cartão, seguro bagagem e saúde, cashback de 200% do CDI, sala VIP MasterCard Black no Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, cartão virtual, integração com Samsung Pay, etc.

        Dificilmente tenho faturas acima de R$ 5 mil, porém, para quem investe a partir de R$ 50 mil (esse valor já foi maior) no Nuinvest é elegível para ter o Ultravioleta sem pagar anuidade.

  3. Pix, Drex, empresas virando fintechs (aliás, está impossivel pedir um táxi no 99!): os bancos devem estar enlouquecidos…