Dicas

5 serviços de streaming para quem cansou das séries da Netflix

Sala de estar com uma TV no centro exibindo o filme "Garota Exemplar".

A Netflix está oficialmente no Brasil desde setembro de 2011. De lá para cá, o serviço mudou bastante. As séries originais, inexistentes naquela época, hoje povoam as listas de produções sugeridas. Os filmes de terceiros, que eram o carro-chefe, perderam espaço. Tudo isso é resultado do próprio sucesso da Netflix, que acaba dificultando renovações e novos contratos com outros estúdios.

Esse movimento de foco em produções próprias e exclusivas não deve mudar tão cedo. Em 2018, a Netflix anunciou que investirá US$ 8 bilhões em conteúdo, valor que se reverterá em 80 filmes e muitas séries — a estimativa é de que, até o fim do ano, o acervo contenha 700 séries originais.

Se essas séries não chamam a sua atenção, se você prefere filmes ou se seu gosto é mais segmentado, a boa notícia é que existem alternativas à Netflix. Algumas são bem parecidas, incluindo produções próprias/exclusivas; outras, focam em uma área a fim de agradar públicos bem específicos.

Livros recomendados pelo Manual do Usuárioo

Abaixo, estão cinco delas, todas operantes no Brasil e com períodos gratuitos de degustação. Elas estão listadas em ordem alfabética.

Amazon Prime Video

Tela inicial do site do Amazon Prime Video.
Imagem: Amazon/Reprodução.

O serviço de streaming da Amazon é o mais parecido com a Netflix na forma e funcionamento. Ele traz filmes, séries e alguns exclusivos, incluindo sucessos de crítica como The Grand Tour, The Man in the High Castle e American Gods.

Além do acervo, o plano também inclui uma inscrição no Twitch Prime. O Twitch é uma plataforma de streaming de videogames, comprada pela Amazon em 2016.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 7,90/mês nos primeiros seis meses; depois, R$ 14,90/mês.
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard, Diners e Elo).
  • Plataformas: Android, iOS e Smart TVs.

Saiba mais sobre o Amazon Prime Video.

Crunchyroll

Alguns animes oferecidos pela Crunchyroll.
Imagem: Crunchyroll/Reprodução.

A Crunchyroll foi lançada em 2006, a princípio como um serviço de hospedagem de animações japonesas, os animes, traduzidos por fãs e nem sempre com o aval dos donos das produções. Nos anos 2010, o serviço se profissionalizou e passou a fechar acordos com estúdios e distribuidoras, virando o destino preferido de que aprecia obras audiovisuais nipônicas.

A Crunchyroll está no Brasil desde 2012. O acervo é vasto, conta com títulos populares como Dragon Ball Super, One Piece e Naruto. Para alguns títulos, é feito o “simulcast”, quando uma série exibida no Japão é disponibilizada uma hora depois na plataforma para o público brasileiro. O site ainda conta com um blog que acompanha os bastidores dos estúdios e publica notícias do meio.

Além de animes, a Crunchyroll também oferece mangás (quadrinhos japoneses) e “dramas”, que são séries japonesas com atores reais.

  • Período gratuito: 14 dias.
  • Custo: US$ 4,99/mês (cerca de R$ 16/mês).
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard, American Express e Discover) e PayPal.
  • Plataformas: Android, Apple TV, Chromecast, iOS, PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita, Xbox 360, Xbox One e Wii U.

Saiba mais sobre a Crunchyroll.

Looke

Alguns títulos oferecidos pela Looke, na página inicial do site.
Imagem: Looke/Reprodução.

Criada por duas brasileiras, a Looke está no mercado desde abril de 2015 e oferece tanto a fórmula da Netflix, de uma mensalidade que concede acesso ao catálogo, com a do Google e Apple, de aluguéis e vendas de filmes.

Os filmes e séries que podem ser vistos no modelo de assinatura integram o “Vídeo Club” e são identificados por uma etiqueta “colada” nas imagens dos filmes.

Além do aluguel avulso, no plano mais caro do serviço de assinatura o cliente ganha o direito a alugar um filme por mês. O custo do aluguel varia de R$ 3,99 a R$ 4,99 por título.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 16,90/mês (1 tela); R$ 18,90/mês (3 telas); ou R$ 25,90/mês (5 telas + 1 locação/mês).
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard e American Express) e gift codes.
  • Plataformas: Android, iOS, Smart TVs (Philips, LG, Samsung e Sony), macOS, Xbox 360, Xbox One e Windows.

Saiba mais sobre a Looke.

Mubi

Tela inicial do site da Mubi.
Imagem: Mubi/Reprodução.

O modelo da Mubi é o mais original da lista. Todo dia, um novo filme entra no acervo. Ali, ele fica disponível aos assinantes por apenas 30 dias. Depois disso, sai de cena. Na prática, o assinante sempre tem cerca de 30 filmes para escolher.

Além do streaming, a Mubi vende também a curadoria, já que os títulos que veicula dificilmente são encontrados em outros serviços ou mesmo para compra ou aluguel. Na capa do seu site, a Mubi diz que busca oferecer “filmes cult, clássicos, independentes e premiados de todo o mundo”.

O único porém é que a Mubi não oferece legendas em português. Títulos em outros idiomas que não o inglês têm legendas nesse idioma, mas os falados em inglês, não. Em comentários nas lojas de apps, a Mubi garante estar trabalhando para resolver essa deficiência.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: US$ 8,99/mês (cerca de R$ 29/mês);
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard e American Express) e PayPal.
  • Plataformas: Android, Apple TV, Amazon Fire TV, Chromecast, iOS, macOS, Smart TV (Sony, Samsung, Android TV) e Windows.

Saiba mais sobre a Mubi.

Oldflix

Lista de filmes recentes da Oldflix.
Imagem: Oldflix/Reprodução.

O apelo da Oldflix está no nome: filmes antigos, ou, como diz o serviço, “clássicos retrô” do cinema e da TV.

É um serviço brasileiro e o único da lista sem aplicativo para plataformas da Apple. Em janeiro, via redes sociais, a Oldflix anunciou que colocaria 30 novos filmes todo mês, ou um por dia.

Além de filmes, a Oldflix traz algumas séries clássicas como Agente 86, Kung-Fu, Jeannie é um Gênio e Além da Imaginação (essa última, a que inspirou Black Mirror).

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 14,90/mês.
  • Meios de pagamento: cartão pré-pago ou boleto bancário.
  • Plataformas: Android, Chromecast.

Saiba mais sobre a Oldflix.

A melhor maneira de acompanhar o site é a newsletter gratuita (toda quinta-feira, cancele quando quiser):

Acompanhe também nas redes sociais:

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

22 comentários

  1. Assinei o Amazon Prime justamente pq tem The Office e Two and a Half Men que saiu da Netflix para entrar no catálogo deles.

  2. Assisto o Looke muito bom filmes recém lançados do cinema , no Looke o comenarista da Veja e no facebook Miguel Barbieri sempre dá 3 filmes Vips por fds vale a pena conferir sempre 1 lançamento recém saído dos cinemas.

  3. Uso os serviços de streaming basicamente via Apple TV e tanto a Netflix como a Amazon tem bons aplicativos.
    Na Amazon, as séries que me chamaram mais atenção foram:

    – This is Us;
    – American Gods;
    – Mr. Robot;
    – Preacher;

    e a razão para eu ter assinado o serviço: Seinfeld completo!

    Senti falta da HBO GO!, que também tem um bom aplicativo e uma das melhores séries que assisti nos últimos tempos, Big Little Lies.

        1. Ok, pode solicitar sua comissão à Amazon… hahahahaha. Obrigado!

          P.S.: Acabei de assinar… Não sabia que tinha tanta coisa boa… ainda bem que é sexta-feira.

          1. Pode incluir Bosch ai na sua lista, uma das séries que mais gosto de acompanhar no momento, original da Amazon.

  4. Algum desses (ou alguém sabe de algum) que tenha os desenhos antigos da Hanna Barbera, Warner Bros, etc.? Sinceramente, a coisa que mais me faz falta desde que cancelei a TV à cabo é o Tooncast!

    1. Ano passado fiz uma cirurgia e iria ficar repousando por uma semana, mais ou menos, aí o que fiz? Baixei todas as temporadas de Breaking Bad? Não. Netlifx? Não… Bairxei a primeira temporada de Ducktales, aquele do SBT, com áudio em português… haha.

  5. Eu tenho o Amazon só pelo Grand Tour, mas já me peguei fuçando ali umas séries. Gostei da interface, apesar de achar menos intuitiva que a do Netflix.

  6. Para animes: Giganima, conta com acervo gigantesco e é completamente gratuito;
    Para séries: Séries da TV, vem com as sersér mais atuais e é atualizado semanalmente;
    Para filmes: Vizer, é de graça e com interface similar a da Netflix. Conta com filmes e séries atualizadas.

  7. tem um q chama tubi tv, parece o oldflix… mas quase só tem filme B. é uma coisa mais por curiosidade do q tem coisa boa, mas pode ser o gosto de alguém tbm

  8. Achei Mubi e Oldflix muito interessante. Já salvei aqui para para numa semana menos atribulada testar o acervo de ambos.

    no mais, assino o Amazon Prime também, mas já disse inúmeras vezes em post livres o quão a interface nas smartvs é horrível

  9. Uma pena que o Amazon Prime Video não oferece suporte ao Chromecast. É a única razão pela qual não assino.

  10. Desses, eu conhecia um pouco o Looke. Mas na época que testei o catálogo do serviço estava um pouco fraco, parece que deu uma melhorada agora.

    Gostei de conhecer o Mubi, achei a proposta bem interessante, apesar do preço um pouco salgado. Acho que vou testar em breve.

  11. Crunchyroll e Mubi são ótimos. Os apps funcionam relativamente bem com chromecast. Mas a falta de legenda em PT faz falta no Mubi… O oldflix parece legal!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!