Para crescer, Twitter produto e Twitter negócio precisam de harmonia

Dan Frommer, na Quartz:

O Twitter é uma ideia muito boa (e uma já bem sucedida) para não ter, algum dia, bilhões de usuários e bilhões de dólares em faturamento. O Facebook já tem mais de 1 bilhão de usuários móveis por mês; não há razão para que o Twitter, indiscutivelmente uma maneira melhor de receber notícias em seu smartphone, não alcance esse nivel com um produto melhor e bom marketing. O desafio será fazer o produto e o negócio trabalharem em harmonia, em uma escala muito maior do que acontece hoje. Dificultará isso o fato de que novos líderes, vários deles usuários recentes e casuais do Twitter, estão agora no comando.

Além das mudanças no comando do Twitter, o serviço continua experimentando: um botão “comprar” está em testes e deve aparecer logo em anúncios patrocinados, mais ou menos como o botão de instalação de apps que já existe.

Essa harmonia a que Frommer se refere, pelo menos para usuários de longa data, está bem distante de se concretizar. Uso bastante o Twitter, mas bem longe das ferramentas oficiais — no smartphone, Tweetbot; na web, Tweetdeck1. Quando volto ao Twitter web ou ao app oficial, é quase como se fossem serviços diferentes. A ânsia de gerar engajamento, de estimular ações artificialmente e conseguir novos usuários arruína consideravelmente a experiência.

  1. Tecnicamente o Tweetdeck também é uma “ferramenta oficial”, mas graças aos deuses das redes sociais ele se mantém bem distante da experiência de usuário do cliente web oficial, do twitter.com.

O Manual do Usuário é um blog independente que confia na generosidade dos leitores que podem colaborar para manter-se no ar. Saiba mais →

Acompanhe

  • Telegram
  • Twitter
  • Newsletter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!