Banner anúncio do Revelo UP, com o logo do programa e o texto 'Financiamento de curso em tecnologia' à esquerda, a frase 'Investir no seu futuro começa agora' no meio e, à direita, a palavra 'UP' vazada, com uma mulher pensativa no 'U' e um homem fazendo anotações no 'P'.

Spotify fica mais caro no Brasil

Nesta segunda (26), o Spotify anunciou um reajuste dos seus planos premium no Brasil. Abaixo, um “antes e depois”:

Plano Preço antigo Preço novo % reajuste
Individual R$ 16,90 R$ 19,90 17,7%
Duo R$ 21,90 R$ 24,90 13,7%
Estudante R$ 8,50 R$ 9,90 16,5%
Família R$ 26,90 R$ 34,90 29,7%

Quem já é cliente terá dois meses de carência com os preços antigos. O Spotify é a primeira plataforma de streaming musical que sai da faixa dos R$ 16,90, praticamente padrão no setor. Via TechTudo.

Netflix faz testes para coibir compartilhamento de senhas

Em breve, a Netflix poderá acabar com o compartilhamento indiscriminado de senhas do serviço. Lá fora, alguns usuários reportaram que, ao tentarem logar no serviço, receberam uma mensagem dizendo que é preciso viver na mesma casa do dono da conta para usá-la e o pedido por um código temporário. Os termos de uso da Netflix preveem que o compartilhamento só pode ser feito com pessoas da mesma família (item 4.2), mas a empresa nunca aplicou essa regra, ao contrário do Spotify. Estima-se que 1/3 dos +200 milhões de assinantes da Netflix compartilhem suas senhas. À CNBC, a empresa informou que “o teste foi projetado para ajudar a garantir que as pessoas usando contas da Netflix estão têm autorização para isso”. Via The Streamable (em inglês), CNBC (em inglês).

Paramount+ estreia no Brasil em 4 de março

Mais um streaming está chegando ao Brasil, ou sendo relançado. A partir de 4 de março, a versão reformulada do Paramount+ estará disponível no país. A assinatura custará R$ 19,90 por mês, com um período de degustação gratuito de sete dias. Tem produções de Paramount, Showtime, CBS, Nickelodeon, MTV, Comedy Central, BET e Smithsonian Channel, e filmes dos estúdios Paramount serão liberados em uma janela de 30 a 90 dias após a estreia nos cinemas. Ainda há espaço na fatura do cartão para mais um? Via Folha, Estadão.

Os últimos minutos de tempo livre

Dia desses um leitor perguntou: “alguém aqui, além de mim, está com FOMO1 de podcast?” A massificação do formato nos últimos dois anos foi balizada pelo surgimento de muitos bons programas. Com efeito, ouvir tudo que nos parece interessante tornou-se um desafio por si só e, para muitos de nós, mais uma fonte de desconforto, […]

Spotify HiFi, com músicas de alta qualidade, chega até o fim de 2021

Até o fim do ano, o Spotify HiFi, plano com músicas em alta qualidade (ou “qualidade de CD”, ou ainda “lossless”, ou seja, sem perdas decorrentes da compressão de arquivos), estará disponível. O Spotify não divulgou preços nem em quais “mercados selecionados” o HiFi será disponibilizado, porém. Via Spotify (em inglês).

Embora o Spotify afirme que músicas de alta qualidade sejam o recurso mais pedido pelos usuários, considere que poucos ouvidos são capazes de perceber diferenças entre o padrão atual e as versões “lossless”, e que mesmo aos mais sensíveis é necessário um equipamento de ponta (leia-se: caro) para usufruir da experiência. Para quem quiser testar já, Tidal e Deezer oferecem planos do tipo.

HBO Max chega ao Brasil em junho

O HBO Max, serviço de streaming da Warner, chega ao Brasil em junho. Que dia? “Conto outro dia 😉”, disse em tom de deboche o perfil oficial no Twitter. Entendo a lógica de fragmentar anúncios para manter o interesse do público, mas não estamos indo longe demais? E se as fabricantes de celulares embarcarem nessa e começar um “o novo iPhone custa mais de R$ 5 mil, mas menos de R$ 10 mil. O preço exato, conto outro dia 😉”? A nossa paciência é limitada. Não será aqui no Manual, por exemplo, que você ficará sabendo a data exata da chegada do HBO Max. Via @HBO_Brasil/Twitter.

Netflix ultrapassa 200 milhões de assinantes e não precisa mais emprestar dinheiro

A Netflix fechou 2020 com 203,6 milhões de assinantes no mundo inteiro, crescimento anual de 21,9%. Talvez mais importante que essa marca seja a declaração dada aos acionistas de que a empresa “não precisa mais levantar financiamento externo para nossas operações cotidianas.” Na última década, a Netflix emprestou US$ 15 bilhões para financiar uma estratégia arriscada de sobrevivência: o investimento em produções próprias/exclusivas. No fim, parece que foi uma estratégia vencedora. Via Folha, CNBC (em inglês).

Retrospectiva de retrospectivas / Como fazer um Natal remoto

Apoie o Manual do Usuário: https://manualdousuario.net/apoie/ Leia a edição 20#45: https://manualdousuario.net/20-45/ Canal do Manual do Usuário no YouTube: https://www.youtube.com/c/manualusuariobr Neste podcast, o penúltimo de 2020, Rodrigo Ghedin e Jacqueline Lafloufa começam com uma retrospectiva das retrospectivas — de Spotify e YouTube — para tentar entender como a pandemia afetou a maneira como consumimos conteúdo dessas […]

Warner decide ignorar cinemas e lançar todos os filmes direto no streaming

https://www.youtube.com/watch?v=bGy16GQHz-g

A Warner decidiu lançar seus blockbusters de 2021 no HBO Max, seu serviço de streaming, nos mesmos dias das estreias nos cinemas. A estratégia, que já havia sido anunciada para Mulher Maravilha 1984, previsto para 25 de dezembro, valerá para grandes 17 produções de 2021 (no vídeo acima), incluindo títulos como Duna e Matrix 4. Os filmes ficarão disponíveis por um mês na plataforma de streaming a partir de cada lançamento, sem custo adicional.

Os cinemas não gostaram, por óbvio: o anúncio marca uma ruptura histórica no modelo de distribuição de filmes comerciais e é mais um golpe contra esse sistema — Disney e Universal já deram outros, como lançar Mulan diretamente no Disney+ e diminuir a janela de exclusividade dos cinemas, respectivamente.

O HBO Max ainda não está disponível no Brasil — por ora, o serviço só existe nos Estados Unidos. Em locais como aqui, os filmes continuarão exclusivos dos cinemas. Questionado sobre uma possível expansão internacional, Jason Kilar, CEO da WarnerMedia, disse que “estão trabalhando muito duro nisso.” Via Folha, Recode (em inglês)

Directv Go, serviço de IPTV, chega ao Brasil com TV ao vivo, filmes e esportes por R$ 59,90/mês

Até dias atrás, IPTV era assunto das páginas policiais dos jornais. Agora, repetindo um movimento comum na história de institucionalizar inovações criadas à margem da lei, opções legalizadas de IPTV começam a aparecer.

Primeiro veio a Claro Box TV. Nesta terça (1), a Directv Go chegou ao país — um serviço da Vrio, que já operava aqui com a marca Sky. O preço-base do Directv Go é de R$ 59,90/mês, e dá direito a 90 canais, incluindo os de TV aberta, ao vivo (Globo, SBT, Record), canais de esportes (ESPN, Sportv, Fox Sports), de filmes e vários daqueles que, até então, só estavam disponíveis na TV a cabo, além de alguns conteúdos sob demanda. E ainda dá para acrescentar pacotes, como HBO (com promoção de lançamento que dá cinco anos de gratuidade enquanto a assinatura for mantida), Brasileirão (Premiere) e Telecine, entre outros. Via Gizmodo Brasil.

Retrospectiva 2020 no Spotify e YouTube

Início de dezembro sempre nos traz as listas dos mais populares nos serviços de streaming. Nesta terça (1), Spotify e YouTube divulgaram as suas, e é sempre curioso ver como o Brasil sai na foto quando ela é ampla assim, colocando todo mundo no enquadramento.

No Spotify, o top 10 de artistas mais ouvidos só tem brasileiros, sete deles do sertanejo — 1º: Marília Mendonça; 2º: Henrique & Juliano; e 3º: Gusttavo Lima. O podcast mais ouvido do ano na plataforma foi Horóscopo Hoje (do qual eu nunca tinha ouvido falar), seguido pelo Café da Manhã da Folha e, em terceiro, o Primocast, da má-influência financeira Thiago Nigro.

Na lista de “vídeos em alta” do YouTube tem Fla-Flu, youtubers manjados, e-sports e humoristas. E um daqueles canais de vídeos “faça-você-mesmo” de algum país aleatório do leste europeu traduzido automaticamente para o português. Neste ano, devido à pandemia, o YouTube não produziu o Rewind, aquele vídeo-retrospectiva que desde 2010 constrange a todos quando vai ao ar.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!