iPhone 5s em dupla exposição.

Os melhores apps para Android, iOS e Windows Phone (agosto/2014)


11/9/14 às 11h32

Demorou mais do que em qualquer outro mês, mas a seleção dos melhores apps de agosto enfim saiu. E, embora eu seja suspeito em dizer, ela está caprichada: vários bons apps para Android, Windows Phone e iPhone, fazendo coisas antigas de maneiras inovadoras ou trazendo soluções criativas.

Como sempre, a lista está em ordem alfabética e as plataformas, misturadas. Quando um app é multiplataforma, todos os links são mostrados e o foco é dado à última em que ele foi lançado. Espero que curtam!


Afterlight

Ícone do Afterlight.Para Android, iPhone e Windows Phone.
O que é? App para edição de fotos.
Preço? R$ 2,22
DOWNLOAD Android, iPhone, Windows Phone

Sucesso no iOS, o Afterlight chega ao Android e Windows Phone. O app é mais um desses editores de imagens com filtros, texturas e formas — são dezenas. Depois de editar suas imagens, que são salvas em mais de uma resolução, é possível compartilhá-las em redes sociais. O app base é pago e ainda há um pacote extra de filtros via compras in-app.

Screenshots do Afterlight.
Imagens do Afterlight para Windows Phone.

Apresentações Google

Ícone do Apresentações Google.Para Android, iPhone.
O que é? App para criar, editar e visualizar apresentações de slides.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD Android, iPhone

Lançado em julho para Android, o app do Google para criar, editar e visualizar apresentações de slides chegou ao iPhone e iPad. Ele preserva as mesmas características, com suporte a edição avançada, gerenciamento das apresentações e integração com o Google Drive — embora funcione offline também. Além de abrir apresentações geradas pelo próprio app, ele também lida com arquivos do PowerPoint, da Microsoft.

Screenshots do Apresentações Google.
Imagens do Apresentações Google para iPhone.

BBM

Ícone do BBM.Para Android, iPhone e Windows Phone.
O que é? App de bate-papo multiplataforma da BlackBerry.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD Android, iPhone, Windows Phone

O célebre bate-papo da BlackBerry iniciou sua expansão para outras plataformas ano passado e agora chegou ao Windows Phone. Há suporte a bate-papo em grupo, envio de mídia, localização e emoticons, e o visual está de acordo com a identidade visual do sistema. O BBM foi o primeiro app a trazer status de envio/recebimento de mensagens e, por muito tempo, foi um dos pontos fortes dos BlackBerry. Apesar de não ter a popularidade de antes, ele ainda tem uma base sólida de usuários — agora, em mais de uma plataforma.

Screenshots do BBM.
Imagens do BBM para Windows Phone.

Craaave

Ícone do Craaave.Para iPhone.
O que é? Rede social para indicar músicas.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

A Apple não conseguiu emplacar sua rede social de músicas, o Ping, mas isso não impede outras de tentarem. O Craaave vasculha sua biblioteca de músicas em diversos serviços (iTunes, Spotify, Rdio, Deezer e SoundCloud), puxa as canções que você mais gosta e permite que você as compartilhe com seus amigos. O grande lance é que dá para ver quantos e quais amigos ouviram e salvaram suas indicações. Com as indicações dos outros, você pode formar uma pequena biblioteca dentro do app, sabendo quem te apresentou bandas legais — e quem errou muito o seu gosto.

Screenshots do Craaave.
Imagens do Craaave para iPhone.

Fragment

Ícone do Fragment.Para Android, iPhone.
O que é? Editor de fotos que coloca formas malucas nas imagens.
Preço? ~R$ 4,50.
DOWNLOAD Android, iPhone

Lançado inicialmente para iPhone, o Fragment chegou ao Android com suas formas abstratas que se integram perfeitamente às fotos. O objetivo do app é dar uma cara diferente e futurista a imagens que, sem ele, embora fossem bonitas parecem mais… mundanas.

Screenshots do Fragment.
Imagens do Fragment para Android.

Hyperlapse

Ícone do Hyperlapse.Para iPhone.
O que é? App para gravar vídeos em time lapse com estabilização de imagens.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

O Instagram lançou seu segundo app independente, o Hyperlapse. Ele é bem simples, serve apenas para gravar vídeos, mas tem um truque interessante que o torna único: a criação de time lapses combinada a um engenhoso sistema de estabilização de imagens, gerando o que tem se convencionado chamar “hyperlapse”. Os resultados são fantástico.

Screenshots do Hyperlapse.
Imagens do Hyperlapse para iPhone.

Fling

Ícone do Fling.Para iPhone.
O que é? App para compartilhar fotos com desconhecidos.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

De certa forma, o Fling lembra muito o Rando, um app de compartilhamento de fotos que funcionava na base 1-1, ou seja, cada foto enviada era recebida por apenas uma pessoa e dava direito ao fotógrafo de receber uma foto exclusiva de outro usuário.

A diferença é que o Fling suporta texto e vídeos, além de fotos, e manda seus trabalhos para até 50 desconhecidos ao redor do mundo. Outra, é que quem recebe as imagens pode se identificar e interagir com o material, curtindo ou comentando. Parece bem maluco, e por isso o Fling se destaca no mar de apps similares.

Screenshots do Fling.
Imagens do Fling para iPhone.

Photo Sphere

Ícone do Photo Sphere.Para iPhone.
O que é? App para criar photospheres, como os do Android, no iPhone.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

Quem usa Android já conhece o Photo Sphere há tempos. Agora, o Google lançou um app específico desse recurso para o iPhone. Ele faz fotos de 360º e até 50 mega pixels apenas apontando a câmera do smartphone para os locais indicados na interface. Os resultados podem ser marcados via GPS e compartilhados — com o mundo, via Google Maps, ou com seus amigos nas redes sociais.

Não funciona no iPhone 4!

Screenshots do Photo Sphere.
Imagens do Photo Sphere para iPhone.

Snapshot

Ícone do Snapshot.Para Android.
O que é? App que acelera a abertura da câmera a partir da tela de bloqueio.
Preço? Grátis (com versão “Pro” por ~R$ 1,70)
DOWNLOAD

A maioria dos smartphones Android trazem um atalho rápido na tela de bloqueio para abrir diretamente a câmera. O Snapshot promete tornar essa ação ainda mais rápida: com ele instalado, a câmera abre sempre que a tela do dispositivo for acordada com ele em modo paisagem (“deitado”, na posição para tirar fotos).

Ele mantém um ícone na área de notificações para não ser eliminado da memória pelo gerenciamento de recursos do Android. Caso o seu dispositivo tenha bastante RAM, existe uma opção para remover esse ícone dali — sem garantias de que vá funcionar sempre! Os desenvolvedores dizem que como ele só usa o acelerômetro quando exigido, o impacto na bateria é mínimo. Promessa deles.

Screenshot do Snapshot.
Imagem do Snapshot para Android.

SpinMe Alarm Clock

Ícone do SpinMe.Para Android, iPhone.
O que é? Despertador que te faz levantar e girar para ser desligado.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD Android, iPhone

Alguns meses atrás um outro SpinMe apareceu no Google Play. Essa versão, descobriu-se depois, era um clone não autorizado do original para iPhone. Agora o verdadeiro desenvolvedor, depois de pedir a remoção do clone da loja do Android, portou seu app.

O SpinMe é um despertador que, para ser desligado, pede muito mais que um toque em algum botão. É preciso se levantar e ficar girando em torno de si mesmo com o celular na mão. Isso deve ser desastroso para manhãs de ressaca, mas como o próprio desenvolvedor diz, “se o SpinMe não acordá-lo, não sabemos o que poderá fazê-lo”.

Screenshots do SpinMe.
Imagens do SpinMe para Android.

Swarm

Ícone do Swarm,Para Android, iPhone e Windows Phone.
O que é? App para fazer check-ins do Foursquare.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD Android, iPhone, Windows Phone

O Foursquare se dividiu em dois apps e o primeiro dele, Swarm, chegou ao Windows Phone. Este serve para fazer check-in nos lugares e descobrir onde seus amigos estão.

A versão para Windows Phone é bem parecida com as outras e já ganhou atualizações que corrigem bugs e melhora o desempenho. Ainda falta suporte ao teclado Word Flow, mas no geral, pelo menos o básico ele já faz.

Screenshots do Swarm.
Imagens do Swarm para Windows Phone.

WeTransfer

Ícone do WeTransfer.Para Android.
O que é? App para enviar e receber grandes arquivos via Internet.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

Sem exigir cadastro, o WeTransfer consegue transferir até 10 GB de arquivos apenas fornecendo o endereço de e-mail do destinatário. O app móvel funciona da mesma forma que na web: basta escolher fotos e/ou vídeos e esperar o upload terminar — enquanto o processo acontece, fotos bonitas ficam passando em segundo plano.

Screenshots do WeTransfer.
Imagens do WeTransfer para Android.

WHATT

Ícone do WHATT.Para iPhone.
O que é? Rede social intimista e baseada em texto.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

Gratuita, sem anúncios, com alcance total dos contatos e focada em privacidade. O WHATT parece atacar todos os pontos criticados no Facebook. É uma rede social mais intimista: somente contatos pré-aprovados por você veem seus posts, e esses chegam a toda a rede. É possível comentar e curtir, e ainda dá para compartilhar os posts no Facebook e Twitter (só que aí eles não são mais tão privados). Toda a interação é baseada em texto, e o app oferece algumas fontes e cores distintas para compor suas mensagens.

Screenshots do WHATT.
Imagens do WHATT para iPhone.

WindUp

Ícone do WindUp.Para Windows Phone.
O que é? App para mandar mensagens e fotos temporárias.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

Embora a Microsoft diga que não, o WindUp se parece muito com o Snapchat: você manda fotos e mensagens que desaparecem para os contatos. Lembra… um pouco, certo?

Apesar da similaridade no modo de funcionamento, o WindUp tem algumas coisas inovadoras, como a criação de grupos e a forma alternativa de programar a autodestruição: em vez de temporal, pode ser pelo número de visualizações.

Screenshots do WindUp.
Imagens do WindUp para Windows Phone.

Zeph

Ícone do Zeph.Para iPhone.
O que é? App de bate-papo com mensagens que somem e são impossíveis de salvar.
Preço? Gratuito.
DOWNLOAD

O El Dorado do Snapchat para texto tem mais um candidato, o Zeph. A sacada do app para impedir que seu amigo ou colega tire um print da sua mensagem é usar uma animação que revela o texto em partes pequenas. Mesmo que alguém faça isso, tudo o que ele terá é uma parte fora de contexto da mensagem. (Nada impede que ele filme a animação, mas isso dependeria de outro dispositivo.) De qualquer forma, além desse ponto principal a apresentação do app é elegante.

Disponível apenas na App Store americana.

Screenshots do Zeph.
Imagens do Zeph para iPhone.

15 apps, a mesma quantidade do mês passado. Aliás, as listas passadas estão recheadas de bons apps. Confira as de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho e julho (senha: carretadelaranja), e as dos melhores apps de 2013 para iPhone, Android e Windows Phone.

Foto do topo: Answer Wen/Flickr.

Cadê os anúncios?

O Manual do Usuário é um projeto independente, que se propõe crítico e que respeita a sua privacidade — não há scripts de monitoramento ou publicidade programática neste site. Tudo isso sem fechar o conteúdo para pagantes. Essas características são vitais para o bom jornalismo que se tenta fazer aqui.

A viabilidade do negócio depende de algumas frentes de receita, todas calcadas na transparência e no respeito absoluto a você, leitor(a). A mais importante é a do financiamento coletivo, em que leitores interessados sustentam diretamente a operação. A assinatura custa a partir de R$ 5 por mês — ou R$ 9/mês para receber recompensas exclusivas:

Assine no Catarse

Newsletter

Toda sexta-feira, um resumo do noticiário de tecnologia, indicações de leitura e curiosidades direto no seu e-mail, grátis:


Nas redes sociais, notícias o dia todo:
Twitter // Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *