Anúncio Acesse versões internacionais da Netflix com a VPN do Surfshark

Xícaras de café, bichos e orações

Há cerca de três anos, Walter Vitti, de Mogi das Cruzes (SP), começou a receber mensagens de dois amigos pela manhã. Eles não se conheciam, mas tinham o hábito — assim como Walter — de acordar muito cedo, entre as cinco e seis horas. Walter, 60, criou gosto pelas imagens de bom dia que recebia […]

WhatsApp terá mensagens temporárias que desaparecem após 7 dias

O WhatsApp agora permite que conversas individuais e em grupos sejam temporárias: após sete dias, elas somem automaticamente. O recurso é bem mais simples que as implementações de outros apps (Signal, Telegram), e talvez seja uma boa, para evitar confusão. Existem várias exceções à exclusão automática, como encaminhamentos a outras conversas e arquivos de mídia salvos na memória, então é uma boa ler a breve documentação oficial. Via WhatsApp.

Facebook, Google e Twitter e a liberdade de expressão / Os (muitos) golpes de WhatsApp

Na volta do Guia Prático, Rodrigo Ghedin e Jacqueline Lafloufa comentam a audiência no Senado norte-americano em que os CEOs Jack Dorsey (Twitter), Mark Zuckerberg (Facebook) e Sundar Pichai (Alphabet/Google) foram questionados sobre a maneira com que lidam com liberdade de expressão e moderação em suas plataformas. No segundo bloco, falamos dos muitos, alguns bem novos, […]

256 contas de WhatsApp denunciadas pelos eleitores foram banidas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o WhatsApp divulgaram os primeiros resultados da parceria feita para combater a desinformação no app nas eleições municipais. Entre 27 de setembro e 26 de outubro, o WhatsApp recebeu 1.037 denúncias no canal criado para este fim. Descartadas as duplicadas e com erros, sobraram 720 denúncias válidas; desse universo, 256 contas de WhatsApp foram banidas — 80% delas, segundo o WhatsApp, foram proativas, ou seja, feitas automaticamente pelos sistemas de prevenção de abusos da plataforma. Via TSE.

No WhatsApp Business, nem todas as conversas são criptografadas de ponta a ponta

O Facebook anunciou três novidades para o WhatsApp Business, a versão para empresas que querem fazer negócios dentro da plataforma: 1) Compras sem sair do app; 2) Serviços de hospedagem do próprio Facebook, o que permitirá que as empresas tenham vários terminais com acesso à mesma conta do Business; e 3) Passará a cobrar por alguns serviços das empresas que usam o Business (alguns tipos de mensagens já são cobrados; isso será expandido).

São mudanças que transformam o WhatsApp Business em uma solução completa, verticalizada e escalável de comércio online. (Neste vídeo promocional dá para ver toda a jornada do cliente, incluindo o checkout.)

Também chama a atenção, e esta talvez seja a grande história enterrada neste anúncio, que as conversas com empresas que terceirizam a operação da API do WhatsApp Business não são criptografadas de ponta a ponta. Não sei se isso é novidade; pessoalmente, não sabia. E em breve, quando o próprio Facebook estiver disponível como um desses operadores terceirizados, “as empresas [que adotarem os serviços do Facebook] poderão usar as conversas para fins de marketing, o que inclui fazer publicidade no Facebook”.

As novidades estarão disponíveis nos próximos meses. Via WhatsApp, TechCrunch.

Golpe da clonagem de WhatsApp está mais sofisticado

Aquele golpe da clonagem do WhatsApp mudou. Se antes os criminosos se apropriavam do número do celular da vítima para se passarem por ela e extorquir terceiros, agora nem isso: eles estão simplesmente criando novas contas no WhatsApp se passando pela vítima e, com o apoio de bancos de dados pessoais, entram em contato com pessoas próximas a ela com a desculpa de que “trocou de número” para pedir transferências de dinheiro.

A mudança de estratégia tem outra vantagem ao criminoso, que é não alertar a vítima. No esquema antigo, quando o número do celular passava do seu celular ao do criminoso, telefone e internet móvel deixavam de funcionar no celular original. No novo (que, semanticamente, está mais próximo de uma “clonagem”), a vítima não fica sabendo até ser tarde demais, afinal seu número não é usado no golpe.

O novo esquema já foi alvo de duas operações da Polícia Civil de Goiás, em setembro e outubro. A Kaspersky, que deu o alerta, orienta: “Caso você receba alguma mensagem, sempre desconfie. Entre em contato com a pessoa que está pedindo dinheiro por telefone (ligação). Além de confirmar a autentificada da mensagem, você ainda alerta a pessoa sobre o golpe”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!