Assista ao Daily Vlog do Manual do Usuário!

Lembra quando o Youpix disse que “os [blogueiros] mais inteligentes migraram rapidamente para o vídeo”? Eu me senti meio otário quando li aquilo. Até tenho alguns vídeos no canal do Manual do Usuário no YouTube, mas é um negócio complementar. Eu ainda estou escrevendo. Sou quase um ascensorista da mídia digital, um cara antiquado que ficou no passado e hoje vê, da sarjeta da indiferença e da pindaíba, vlogueiros que falam com milhões de fãs e ganham muito dinheiro.

Quando me levantei e enxaguei o rosto depois de ficar uns dias deitado, chorando em posição fetal no canto do meu apê, decidi dar a volta por cima. É vídeo o que os ingeligentões estão fazendo? Então eu vou fazer também. E um monte. Um por dia. Um DAILY VLOG, se é que me entendem!!

Todos os dias você verá aqui (ou no YouTube) os bastidores do Manual do Usuário. Como o site é feito? O que eu faço, exatamente? Como se dão a escolha de pautas, a apuração delas, a pesquisa de apoio, a produção do conteúdo…? Enfim, não adianta eu tentar explicar. Palavras escritas não bastam. DÊ O MALDITO PLAY AÍ!

Talvez no futuro eu pare de escrever e só faça vídeos. E aí vai ter vídeo de eu fazendo o almoço, comprando miojo no mercado e indo no pilates. Acho que vai ser legal demais, mas e você, o que pensa disso tudo?

A capa deste primeiro vídeo foi feita pelo grande Arthur Chavoni. Valeu!

Meerkat e YouNow: tendência de vídeos ao vivo transmitidos via Internet

Quem está no Twitter ou acompanhou a cobertura da última edição do SXSW, em Austin, EUA, já deve ter pelo menos lido algo sobre o Meerkat. O app-sensação do evento permite a qualquer um fazer uma transmissão por vídeo, em tempo real, a partir do smartphone.

Em paralelo, o YouNow ganhou os holofotes já consagrado com um modelo de negócios baseado em doações e presentes dos “fãs” para os famosos anônimos que transmitem suas rotinas pelo serviço. Não há famosos de fora lá, do tipo que aparece na TV ou toca nas rádios, apenas gente comum que, ao abrir suas vidas para outras pessoas sem destaque na mídia, descobriram-se estrelas do streaming ao vivo. Continue lendo “Meerkat e YouNow: tendência de vídeos ao vivo transmitidos via Internet”

O argumento definitivo pela privacidade na Internet

Quando algum escândalo como o da NSA em 2013 estoura ou, um mais recente, o do spyware Regin, ou ainda quando Google, Facebook ou outra empresa de Internet é flagrada em práticas que vão contra os interesses dos usuários, em prol de anunciantes, governo ou qualquer outro terceiro, a bandeira da privacidade é erguida.

Só que muita gente parece não entender a importância dela. Minimizam o caso, dizem que é essa violação é o que paga a comodidade dos serviços que usamos — o que é verdade, ainda que não seja o único caminho. Não é raro nos depararmos com alguém dizendo que “não tem nada a esconder”, ou que “não faz nada de errado”. Duvido muito que exista alguém tão imaculado, mas de qualquer forma não é esse o ponto. Continue lendo “O argumento definitivo pela privacidade na Internet”

A internet nunca foi tão bonita como neste vídeo psicodélico

A internet começou como uma rede do governo dos EUA e acabou se tornando o habitat natural de lolcats, GIFs animados, textões do Facebook, blogs como o Manual do Usuário e todo esse monte de informação que consumimos diariamente. Ela é algo que ninguém toca, que poucos veem, embora ocupe cada vez mais espaço físico no mundo. E que não para de crescer. Como podemos deixar ela ainda mais interessante no futuro?

Essa é a pergunta do Onward Internet, um projeto do estúdio Buck que junta as melhores ideias sobre o futuro da rede. E para promover o projeto, nada melhor que um vídeo lindão, todo animado e com muitas informações concentradas em pouco mais de um minuto — afinal, quem aguenta vídeos longos no YouTube, né? [Via Pristina] Continue lendo “A internet nunca foi tão bonita como neste vídeo psicodélico”

O comercial da GoPro HERO4 Black Edition filmado inteiramente com ela própria

A linha 2014 de câmeras de ação da GoPro foi finalmente anunciada e a nova topo de linha, a HERO4 Black Edition, parece espetacular com seus vídeos em 4K a 30 fps (quadros por segundo) ou, em Full HD, a 120 fps.

O vídeo de divulgação é composto por quatro minutos de paisagens espetaculares, totalmente filmado com a nova câmera. Um deleite:

O único problema dela, aparentemente, é o preço. A GoPro HERO4 Black Edition custa, nos EUA, US$ 500. No Brasil, o modelo anterior, a HERO3+ Black Edition, que lá fora custa US$ 400, começa em ~R$ 1.700 nas lojas do varejo mais tradicionais. Faça a conta.

Além da HERO4 Black Edition, a GoPro lançou outras duas novas câmeras de ação. A HERO4 Silver é basicamente a HERO3+ Black Edition com algumas melhorias — tela sensível a toques, modo noturno, Bluetooth e sistema de áudio aprimorado. Até o preço é idêntico à da sua antecessora, US$ 400.

O modelo mais simples entre os novos é chamado simplesmente HERO. Custa US$ 130, tem qualidade de vídeo menor, nada de touchscreen, Wi-Fi e uma série de outros recursos legais, e alcança a resolução máxima de 1080p (Full HD) a 30 fps. O lado bom? Além de ser barata, a própria câmera é à prova d’água, dispensando o case que acompanha os modelos superiores.

O Gizmodo publicou um hands-on bem completo das novas câmeras. Nos EUA, elas serão lançadas dia 5 de outubro.

Hyperlapse suaviza time lapses filmados em primeira pessoa

https://www.youtube.com/watch?v=6Mugq0CF0tg

Apresentamos um método para converter vídeos em primeira pessoa capturados, por exemplo, com uma câmera no capacete durante atividades como escalada e ciclismo, em vídeos hyper lapse, ou seja, vídeos em time lapse com um movimento de câmera suavizado.

Algumas similaridades com o Photosynth são gritantes e não é por acaso: dois do trio de pesquisadores responsável pelo Hyperlapse, Richard Szeliski e Johannes Kopf, trabalharam na tecnologia. O outro, Michael Cohen, também tem experiência na área — entre outras coisas, criou o Photo Fuse, do (finado?) Windows Live Galeria de Imagens.

Mais informações (vídeos, papers e explicações) na página da Microsoft Research. E, importante: “Estamos trabalhando duro para tornar o algoritmo do Hyperlapse disponível na forma de um app para Windows. Fique ligado!”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!