Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Para conter spam telefônico, Anatel revoga gratuidade de ligações de até três segundos

Em reunião extraordinária na terça (21), o Conselho Diretor da Anatel revogou a gratuidade para ligações de até três segundos. A medida é mais uma para inibir o uso e o crescimento do telemarketing abusivo, principalmente das ligações feitas por robôs.

Na mesma reunião, a agência baixou a “Guilhotina Regulatória” e revogou 44 resoluções, ou 16% das 280 que estavam vigentes, a fim de simplificar e atualizar o arcabouço regulatório do setor. Via Anatel.

Liberação do 5G nas capitais e DF atrasará até 60 dias

O conselho da Anatel aprovou o adiamento em 60 dias da implantação do 5G “puro sangue” (na frequência dos 3,5 GHz) nas capitais e Distrito Federal.

O cronograma original previa a ativação da faixa até 30 de junho e o início da oferta pelas operadoras até 31 de julho. Agora, os novos prazos passam para 29 de agosto e 29 de setembro.

O motivo é a indisponibilidade de equipamentos, agravada pelos lockdowns na China, crise dos chips e gargalos nas cadeias de comércio. A possibilidade de adiamento estava prevista no edital do leilão. Via Anatel.

Uma derrota para o telemarketing

Não houve quem não comemorasse a notícia de que, agora, ligações de telemarketing precisam ser feitas a partir de números iniciados com 0303. (Por ora, apenas as originadas de celulares; em junho, as de fixos também.) Mas, se ninguém gosta dessa importunação, por que ela existe?

Cade aprova venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; veja como a base de clientes será repartida

Por um placar apertado, o Cade aprovou a venda e fatiamento da Oi Móvel para Claro, Telefônica (Vivo) e Tim por R$ 16,5 bilhões nesta quarta (9). O órgão impôs salvaguardas a fim de não prejudicar os pouco mais de 40 milhões de clientes, que serão divididos entre as três operadoras, que herdarão clientes de acordo com suas fatias de mercado em cada região do país: a Claro ficará com 15 milhões), seguida de Tim (14,5 milhões) e Vivo (10,5 milhões). Via O Globo, Folha de S.Paulo.

MPF se posiciona contra a venda da Oi móvel para Claro, TIM e Vivo

O Ministério Público Federal (MPF) manifestou-se contra a venda da Oi Móvel para Claro, Telefônica (Vivo) e TIM. De acordo com o parecer do procurador Waldir Alves, que foi enviado ao Cade, a compra “aumentaria a concentração no mercado de telefonia móvel; argumenta que os remédios propostos seriam ineficazes para conter os riscos concorrenciais; e aponta uma suposta irregularidade de ‘gun jumping’ (queima de largada), porque o negócio teria sido praticamente fechado entre as partes antes que o Cade fosse devidamente informado”. Vivo e TIM, além da própria Oi, já reagiram ao posicionamento do MPF. Via Mobile Time.

Anatel aprova venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo

A Anatel autorizou, com condicionantes, a venda da Oi Móvel a uma aliança formada por Claro, Telefônica (Vivo) e TIM. Segundo a agência, o Brasil tem hoje 256 milhões de linhas móveis ativas, sendo 16% delas da Oi. Com a venda, a fatia de mercado do trio Claro, TIM e Vivo saltará para 96%. A venda ainda precisa ser aprovada pelo Cade. Via O Globo.

5G custará ao menos R$ 250 por mês quando chegar

As operadoras de telefonia móvel disseram à reportagem da Folha de S.Paulo que o 5G standalone (o de verdade) chegará primeiro aos planos pós-pago mais caros, na faixa de R$ 250, antes da massificação. Para os demais, a migração sem custo será feita para o 5G DSS, um esquema que junta várias frequências do 4G para acelerar a conexão e diminuir a latência.

Segundo executivos da Claro e da Vivo, e do presidente da TIM Brasil, Pietro Labriola, o processo de massificação será impulsionado pela indústria e por governos, que aproveitarão primeiro o potencial do 5G.

O discurso contrasta com declaração de Alex Salgado, vice-presidente de B2B da Vivo, que em novembro de 2021 disse ao Telesíntese que o 5G “não vai ser um plano dedicado para um usuário ou outro. Isso tanto para pessoas físicas quanto para pequenas e grandes empresas. O plano vai ser automaticamente atualizado para permitir o uso da 5G”. Via Folha de S.Paulo, Telesíntese.

O dia que a EFF elogiou uma ação do Google

Não é zueira, não, é sério: 14 de janeiro de 2022, o dia que a Electronic Frontier Foundation (EFF) elogiou uma ação do Google. Motivo? O Android 12 permite desligar completamente o acesso a redes 2G. A EFF tem feito campanha pelo desligamento das veneráveis redes GSM porque é um padrão de 1991, e em […]

Anatel disponibiliza lista de celulares 5G homologados

A Anatel publicou em seu site uma tabela [PDF] com 55 celulares já homologados compatíveis com o 5G. A tabela é dominada por Apple, Motorola, Samsung e Xiaomi, e ainda tem modelos da Asus, Realme, TCL e HMD Global (Nokia). Segundo o cronograma da agência, o 5G deverá estar funcionando nas capitais brasileiras já no primeiro semestre deste ano. Resta saber se a Anatel manterá a tabela atualizada. Via Anatel.

Anatel cria número exclusivo para telemarketing

A Anatel determinou que chamadas de telemarketing terão que ser feitas a partir de números iniciados em 0303. As operadoras de telefonia móveis terão 90 dias a partir da última sexta (10), quando a medida foi publicada no Diário Oficial da União, para se adequarem. (Para as de telefonia fixa, o prazo é de 18 dias.) Além disso, caberá às operadoras coibirem os usos irregulares (por números não iniciados com 0303) e a bloquearem chamadas de telemarketing a pedido dos clientes. Será que isso resolve a epidemia de ligações não solicitadas? Via Anatel.

Claro, Vivo e TIM levam lotes nacionais de 5G

Claro, Vivo e TIM levaram os lotes nacionais da faixa de 3,5 GHz do 5G, considerada a mais suculenta do leilão que o governo federal faz nesta quinta (4). A faixa de 700 MHz ficou com o Winity II (ligada aos fundos Patria e Blackstone).

Nos lotes regionais de 3,5 GHz, houve disputa nas regiões Nordeste, que acabou com a Brisanet vencendo, e Sul, que ficou com o Consórcio 5G Sul (do qual fazem parte Copel e Sercomtel). A Cloud2U se tornou uma nova empresa de telefonia ao vencer o lote que abrange Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. A Algar levou o último lote regional, que compreende triângulo mineiro, e partes do Mato Grosso do Sul e Goiás.

O leilão segue, com previsão de terminar somente amanhã (5).. Ainda estão em disputa as faixas de 2,3 e 26 GHz. O governo federal espera arrecadar R$ 50 bilhões, sendo que 80% desse valor será utilizado pelas empresas nas obrigações estabelecidas. Mais detalhes e valores pagos nos links ao lado. Via Agência Brasil, Folha de S.Paulo, Teletime.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário