5 relógios (não tão) inteligentes, mas lindos e com baterias duradouras

Os relógios inteligentes, ou smartwatches, são a nova menina dos olhos para as grandes empresas de tecnologia. Infelizmente eles ainda precisam melhorar em pontos-chave como autonomia e, em muitos casos, design. Embora não sejam tão inteligentes, uma leva alternativa de relógios que não são tão “smart”, mas mais bonitos e capazes de fazer algumas coisas a mais do que o despertador daquele seu clássico Casio de R$ 20 sem pedir recarga todo dia, já está aí. Eles são mais acessórios de beleza do que relógios, mas passam longe de serem só corpinhos bonitos. Conheça-os: Continue lendo “5 relógios (não tão) inteligentes, mas lindos e com baterias duradouras”

Pebble fica mais barato e ganha novos recursos

Pebble Steel.
Foto: Pebble.

O Pebble foi o pioneiro entre os relógios inteligentes modernos. Para segurar a concorrência, que aumentou um tanto nos últimos meses, foram anunciadas novidades e um corte nos preços.

Agora o Pebble simples, de plástico, custa US$ 99 e o modelo superior, de metal, US$ 199. Antes, os preços eram de US$ 149 e US$ 239, respectivamente.

Além do desconto, uma nova atualização do firmware (versão 2.6) habilita o monitoramento de atividades físicas e do sono continuamente e em segundo plano. Junto dela, Jawbone, Misfit e Swim lançaram apps que exploram a nova capacidade dos relógios.

A página inicial do site do Pebble está bem engraçadinha e ressalta as suas melhores características frente aos rivais com Android Wear, da Samsung e o Apple Watch: autonomia mensurada em dias, não em horas, e o preço em conta.

A loja do Pebble envia produtos para o mundo todo, inclusive o Brasil. Existem duas formas de envio, uma gratuita que pode demorar “várias semanas”, e outra de US$ 25 com entrega em até cinco dias úteis.

Novos relógios inteligentes: G Watch R e Gear S

Na dúvida sobre como deve ser o relógio inteligente ideal, LG e Samsung continuam despejando novos modelos no mercado, cada um com características bem específicas para se diferenciar dos demais. Se esse nicho crescerá a ponto de justificar toda essa atenção? Quem se importa?

De ontem para hoje, em aquecimento para a IFA que começa em Berlim no próximo dia 5, as duas empresas anunciaram novos relógios. Note que faz apenas dois meses que os últimos, G Watch e Gear Live, foram lançados.

G Watch R, primeiro relógio inteligente redondo.
Foto: LG.

Da LG vem o G Watch R, um relógio com tela circular e acabamento nobre, com o uso de metal na caixa e couro na pulseira. A LG chama a atenção ao fato do G Watch R ser totalmente redondo, lembrando que o Moto 360, ainda não lançado mas já responsável por suspiros entre entusiastas, tem uma pequena base preta onde ficam os componentes da tela. No novo relógio da LG, esses mesmos componentes foram alocados na borda, que também traz marcações de segundos gravadas fisicamente. Outra característica legal é o uso da tecnologia P-OLED, que promete tornar o relógio visível mesmo sob o Sol.

O Gear S usa Tizen e tem a tela curvada.
Foto: Samsung.

Já a Samsung volta a usar o Tizen no lugar do Android Wear com o Gear S. Esse tem tela AMOLED curvada, o que é bem legal, e vem com um antenas 3G e Wi-Fi, que o torna independente do smartphone. Resta saber o preço que toda essa conectividade cobrará da bateria, que tem apenas 300 mAh — o release fala em “dois dias de uso normal”, o que parece exagerado.

Características comuns a relógios inteligentes, como sensor de batimentos cardíacos e resistência à água e poeira, são itens marcados nas checklists de ambos os modelos. O G Watch R será lançado no quarto trimestre e o Gear S, em outubro. E eu, sigo na espera por algo que justifique o frisson em torno desses relógios (supostamente) inteligentes.

Agenda de lançamentos: Samsung, Sony, Motorola, Microsoft e Apple (Apple?)

Algumas empresas se dão ao luxo de organizar eventos próprios para anunciarem novos produtos. Outras recorrem a conferências de tecnologia: CES (EUA) e Mobile World Congress (Espanha) no começo do ano e, agora no segundo semestre, a IFA na Alemanha.

A Samsung anunciou todos os Galaxy Note lançados até hoje no evento de Berlim. Em 2014 não será diferente. O novo phablet será apresentado ao mundo no dia 3 de setembro em três cidades simultaneamente — Pequim e Nova York terão eventos próprios.

Ainda no dia 3 e também na Alemanha, a Sony fará a sua apresentação. Nem convite à imprensa, nem o site oficial de credenciamento de jornalistas revelam o que será apresentado, mas dá para ver nas imagens o que aparentam serem caixas de som, o suporte de uma TV e um smartphone de perfil. Há rumores rolando sobre um Xperia Z3. Será? Já?

No dia seguinte, 4 de setembro, será a vez da Microsoft falar em Berlim. O convite pergunta se estamos “preparados para mais?” e isso, somado a outros indícios, parece bater com rumores sobre o Lumia com câmera poderosa para selfies — provavelmente o Lumia 730.

Ontem a Motorola mandou convites à imprensa para um evento próprio, em Chicago, EUA, também em dia 4 de setembro. Além de lançar o Moto 360, seu relógio inteligente com Android Wear, o convite mostra dois smartphones, um com um “X” e outro com um “G” na tela, e um acessório de áudio. Devem ser as aguardadas novas versões dos bem sucedidos Moto X e Moto G.

Convite para evento da Motorola.

Por fim, mas não menos importante (e nem confirmado), temos a Apple. John Paczkowski, do Recode, garante de pés juntos que o novo (ou os novos) iPhone será anunciado no dia 9 de setembro, também em evento próprio, como acontece desde… sempre.

Setembro será um mês cheio!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!