Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Esta é a nova urna eletrônica do Brasil

Foto da nova urna eletrônica, modelo UE2020, de frente. Agora, a tela ocupa toda a extensão e fica na parte superior do dispositivo, com o teclado abaixo, levemente à direita.
Foto: TSE/Divulgação.

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esteve em Ilhéus (BA) nesta terça (14) para conhecer a nova urna eletrônica brasileira, modelo UE2020, produzida pela Positivo Tecnologia.

A nova urna já será usada nas eleições de 2022. Serão 225 mil do novo modelo de um total de 577 mil. Além do visual diferente, a nova urna traz uma série de melhorias, como processador mais rápido, novos recursos de acessibilidade, suporte a pen drive e uma nova bateria de Lítio Ferro-Fosfato que exige menos recursos de conservação.

Mais detalhes das urnas e fotos de outros ângulos nos links ao lado. Via TSE (2), @tsejusbr/Flickr.

Windows 11 SE para estudantes

A Microsoft anunciou o Windows 11 SE, uma versão feita para estudantes até 14 anos com algumas diferenças em relação ao Windows 11 convencional. Uma das principais é de distribuição: ele não será vendido no varejo. Em vez disso, o sistema será embarcado em notebooks novos, montados por parceiros de hardware. Entre os listados pela Microsoft está a brasileira Positivo, além de outras marcas que operam aqui, como Acer, Asus e Dell. O Windows 11 SE é uma resposta da Microsoft à enorme popularidade do Chrome OS do Google nas escolas. Via Microsoft (em inglês), The Verge (em inglês).

Positivo se une à Transsion para brigar com a Xiaomi no Brasil

A Positivo anunciou uma parceria com a Transsion, fabricante chinesa de celulares, para trazer aparelho com a marca Infinix ao Brasil. Os planos são ambiciosos: a Positivo vislumbra abocanhar 10% do mercado brasileiro de smartphones em até cinco anos. Hoje, detém 2% dele. O primeiro aparelho, fabricado no Brasil e já à venda em site próprio e nas lojas da Via, é o Infinix Note 10 Pro, com preços sugeridos de R$ 1,5 mil (128 GB) R$ 1,7 mil (256 GB).

A Transsion é uma famosa desconhecida no Brasil, mas em alguns lugares do mundo é sinônimo de celular. Detém, por exemplo, praticamente metade do mercado do continente africano. A Infinix, uma das três marcas com que a Transsion trabalha, contempla celulares intermediários, quase premium. A Positivo manterá sua marca em aparelhos abaixo de R$ 1 mil e nos features phones, e tentará ocupar a lacuna deixada pela LG no segmento imediatamente superior, de R$ 1 a 4 mil.

O arranjo com a Transsion é similar aos que a fabricante paranaense tem com Vaio e Compaq em computadores, e ao que DL e Multilaser têm com Xiaomi e HMD Global/Nokia, respectivamente, em celulares e acessórios. Via Neofeed.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário