Moto G7 Play: o mais barato finalmente está bom o bastante

No início, era apenas um Moto G. O consumidor encontrava nas prateleiras algumas variações do modelo original, mas com diferenças circunstanciais — fora a memória principal, suporte a um ou dois chips e acessórios, era o mesmo Moto G. Quase sete anos depois, a família campeã de vendas da Motorola se desdobrou em quatro aparelhos que se diferem muito entre eles — nos “sobrenomes”, nos componentes e no visual. Curiosamente, talvez esta geração tenha o modelo de entrada, aquele baratinho, mais interessante de todos.

Continue lendo “Moto G7 Play: o mais barato finalmente está bom o bastante”

Uma olhada no Motorola One, o primeiro celular com Android One do Brasil

No Guia Prático #165, disse que o Motorola One havia sido um dos melhores produtos lançados no Brasil em 2018 mesmo sem nunca ter mexido em um. Sim, sim: sei que é o tipo de declaração arriscada. Em minha defesa, além de ter lido várias análises dele, seu grande destaque é ser parte do programa Android One, que garante atualizações regulares do Android por três anos. Qual smartphone Android recebe atualizações por tanto tempo? Pois é, nenhum — com exceção dos Pixel, do próprio Google. Agora, após passar duas semanas com um Motorola One, posso dizer com mais segurança que ele foi, sim, das melhores coisas que apareceram no nosso mercado ano passado. Não só: mesmo meses após ter sido lançado, ele ainda é uma compra recomendada.

Continue lendo “Uma olhada no Motorola One, o primeiro celular com Android One do Brasil”

A câmera do Moto X4 é defeituosa ou apenas ruim?

A Proteste, uma associação de defesa dos consumidores, notificou a Motorola devido a um suposto problema com a câmera frontal do Moto X4, smartphone lançado há pouco no Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.699. De acordo com a associação, ela apresenta um defeito de funcionamento grave o suficiente para que o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor, que determina a substituição do produto ou restituição do valor pago, seja acionável. Continue lendo “A câmera do Moto X4 é defeituosa ou apenas ruim?”

Motorola, a nova Samsung ou o efeito Lenovo

Em mais um evento de grandes proporções, desta vez no Ibirapuera, em São Paulo, a Motorola mostrou que segue firme e forte na sua estratégia de se tornar a Samsung. E não estou falando da busca pela liderança do mercado de smartphones — muito embora a Motorola repita com cada vez mais frequência que é a atual vice-líder e segundo ela própria tenha crescido 51% no primeiro semestre de 2017 — mas sim da quantidade de aparelhos que estão lançando neste ano. O nome Motorola voltou, mas só. Quem dita as regras agora é a Lenovo.

Continue lendo “Motorola, a nova Samsung ou o efeito Lenovo”

IFA 2016: As coletivas de imprensa que antecedem a feira

Como bem sabemos, 31 de agosto de 2016 não foi um dia fácil no Brasil. Longe, em uma ensolarada Berlim, ele não foi exatamente difícil, porém bastante longo. Como ocorre em todo grande evento de tecnologia, os dias que antecedem a abertura da IFA, maior feira de tecnologia da Europa, foram preenchidos por coletivas de imprensa. O dia 31 foi marcado por coletivas espalhadas pela cidade; no dia seguinte, tivemos uma atrás da outra, todas já no local onde que acontece a IFA, o Messe Berlim.

A feira abre oficialmente hoje (2/9) e vai até o dia 7, mas as maiores novidades preparadas pelas empresas participantes já foram reveladas através daquelas coletivas e por visitas aos estandes, que também serviram de palco nas apresentações aos jornalistas. O Manual do Usuário participou de várias delas, transitou pelos espaços da IFA antes da sua abertura ao público e traz, agora, os principais destaques da feira. Continue lendo “IFA 2016: As coletivas de imprensa que antecedem a feira”

A fragmentação do Moto G

Em menos de três anos, a Motorola, agora Lenovo, vendeu 16 milhões de unidades do Moto G no Brasil. Em um mercado onde, no último ano, foram vendidos 47 milhões de smartphones e que conta com mais de dez players, é um número que impressiona para um único aparelho. Ainda que nunca tenha sido um único aparelho de fato.

Até este ano, a Motorola adotava a estratégia de chamar apenas “Moto G” também as segunda e a terceira gerações, o que não só confunde alguns usuários menos ligados em lançamentos, mas também engorda os números como um todo. Diante de mudanças pontuais, sem verdadeiras rupturas de uma geração para a outra, tratar tudo como Moto G fazia algum sentido e dava ainda mais consistência a um produto/marca que virou sinônimo de categoria — nos perguntamos, por muito tempo, onde estava o “Moto G da fabricante tal”.

Com a quarta geração do Moto G anunciada essa semana, muita coisa mudou e esse legado foi posto em risco. Continue lendo “A fragmentação do Moto G”

Numa vibe meio Moto, Lenovo lança Vibe K5 no Brasil por R$ 999

A Lenovo, responsável pelas linhas de smartphones Moto e Vibe, lançou hoje no Brasil o Vibe K5, um smartphone intermediário com o preço, acessível, de R$ 999. Para colocá-lo em perspectiva, o Moto G de 3ª geração, lançado em julho de 2015 e detentor de especificações inferiores, atualmente tem preço sugerido de R$ 939. Qual é o truque ou a pegadinha? Continue lendo “Numa vibe meio Moto, Lenovo lança Vibe K5 no Brasil por R$ 999”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!