Bloco de notas #21

Notinhas, impressões pessoais e curiosidades do mundo da tecnologia.


O intrigante “kit de atualização física” para iPhone

Sempre achei meio boba aquela história de que as pessoas compram iPhone apenas pelo status. Histórias como esta, porém, reforçam o estigma.

Uma loja que atua no Mercado Livre está vendendo “kits de atualização física” para modelos de 2018 do iPhone (XS e XR) que os “transformam” em iPhone 11 e iPhone 11 Pro. O kit é composto por uma chapa de metal que deve ser colada no conjunto de câmeras, deixando os modelos de 2018 visualmente parecido com os de 2019. Não há qualquer vantagem funcional na “atualização física”, é uma alteração meramente estética. Na data da publicação desta coluna, 67 kits já tinham sido vendidos. Cada um custa R$ 49 [Mercado Livre] e acompanha uma capinha transparente que, segundo a descrição do vendedor Pedro, da loja Vem Barato,

Continue lendo “Bloco de notas #21”

Só pelo novo indicador de volume já vale a pena atualizar um iPhone para o iOS 13

Nesta quinta-feira (19), a Apple libera a versão final do iOS 13 para todos os usuários de iPhone (6S e posteriores) e iPod touch de 7ª geração. Pela primeira vez o iPad ficou de fora, mas por um bom motivo: ele agora tem seu próprio sistema, o iPadOS, e este só chega no dia 24 de setembro.

Continue lendo “Só pelo novo indicador de volume já vale a pena atualizar um iPhone para o iOS 13”

A (falta de?) inovação da Apple; O que esperar da CPMI das fake news

Neste Guia Prático, eu (Rodrigo Ghedin), Guilherme Tagiaroli e Giovanni Santa Rosa falamos de iPhone 11 e da pergunta que há anos gera debates acalorados em caixas de comentários de sites especializados: a Apple não inova mais? No segundo bloco, o assunto é política, ou as possíveis implicações da CPMI das fake news, iniciada no último dia 9 de setembro, nas empresas de internet que estão no centro da crise da desinformação que aflige o mundo.

Continue lendo “A (falta de?) inovação da Apple; O que esperar da CPMI das fake news”

Nada novo nos novos iPhones

“Vou comprar o iPhone 11 Pro por inércia, por estar fechada no ecossistema, falta de tempo/energia para pesquisar por alternativas melhores ou executar os movimentos para migrar e porque meu iPhone de dois anos quebrou bem na hora (há um mês)”, escreveu a jornalista norte-americana Casey Johnston enquanto a Apple anunciava a safra 2019 de iPhones. “Não tenho ideia de que recursos ele tem”.

O relato dela representa uma teoria que a estabilidade do número de iPhones vendidos ano após ano desde meados desta década meio que confirma: a de que pouca gente compra celulares da Apple após compará-los minuciosamente às melhores ofertas da Samsung, Motorola, [insira uma marca Android aqui]. A maioria dos que compram iPhone fazem isso porque… bem, porque é um iPhone. Modelo? O mais recente que o orçamento permitir.

Continue lendo “Nada novo nos novos iPhones”

O iPhone deixou de ser um smartphone caro para ser coisa de gente rica

Na apresentação dos novos iPhone Xs, Xs Max e Xr, Phil Schiller, o chefão do marketing da Apple, disse que a empresa quer “alcançar o maior número possível de pessoas com essa incrível tecnologia”. Brinca-se na indústria que a Apple tem o “campo de distorção da realidade”, um poder de retórica capaz de subverter a razão e convencer mesmo os mais céticos a engolirem esse papo marqueteiro. Nesta quarta (12), o encanto foi quebrado. O iPhone ficou caro demais. Continue lendo “O iPhone deixou de ser um smartphone caro para ser coisa de gente rica”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!