Celulares sem carregador na caixa: bom para as fabricantes, bom para nós?

A esteira de rumores do futuro iPhone trouxe, esta semana, a possibilidade de a Apple não incluir mais na caixa o carregador de parede e fones de ouvido a partir da próxima versão. Só saberemos se este rumor procede em setembro ou outubro, quando o iPhone de 2020 deve ser anunciado. O que cabe, agora, é debater se chegou a hora de tornar esses acessórios, em especial o carregar de parede, opcionais.

Continue lendo “Celulares sem carregador na caixa: bom para as fabricantes, bom para nós?”

Celulares Nokia voltam ao Brasil: Os celulares da pandemia

A HMD Global escolheu um domingo para voltar a vender celulares Nokia no Brasil. O Nokia 2.3, modelo de entrada com preço sugerido de R$ 900, não é o melhor que os finlandeses têm a oferecer, mas é o primeiro passo de um retorno que já seria difícil de qualquer maneira, e que ficou ainda mais em meio a uma pandemia.

Continue lendo “Celulares Nokia voltam ao Brasil: Os celulares da pandemia”

Em um mundo ideal, o novo iPhone SE seria o único iPhone à venda

Neste podcast eu falo do novo iPhone SE, um celular com visual de 2014, com especificações atualizadas e um caráter utilitário que faz falta nesse mercado. Também recomendo um filme norte-americano e uma série bizarra.

Ah, a matéria que cito é esta aqui: Vida longa ao celular. Continue lendo “Em um mundo ideal, o novo iPhone SE seria o único iPhone à venda”

Bloco de notas #21

Notinhas, impressões pessoais e curiosidades do mundo da tecnologia.


O intrigante “kit de atualização física” para iPhone

Sempre achei meio boba aquela história de que as pessoas compram iPhone apenas pelo status. Histórias como esta, porém, reforçam o estigma.

Uma loja que atua no Mercado Livre está vendendo “kits de atualização física” para modelos de 2018 do iPhone (XS e XR) que os “transformam” em iPhone 11 e iPhone 11 Pro. O kit é composto por uma chapa de metal que deve ser colada no conjunto de câmeras, deixando os modelos de 2018 visualmente parecido com os de 2019. Não há qualquer vantagem funcional na “atualização física”, é uma alteração meramente estética. Na data da publicação desta coluna, 67 kits já tinham sido vendidos. Cada um custa R$ 49 [Mercado Livre] e acompanha uma capinha transparente que, segundo a descrição do vendedor Pedro, da loja Vem Barato,

Continue lendo “Bloco de notas #21”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!