O guia dos serviços grátis ou com desconto por tempo limitado

Em 2016 é comum assinarmos vários serviços. O modelo ganhou força e funciona bem para as empresas que os oferecem e para nós, usuários. A fim de conquistar novos clientes, alguns deles têm períodos promocionais com preços mais em conta ou até gratuidade total por prazos limitados. Nesta página estão listados alguns — se souber de um que não esteja nela ou de que esteja e não funcione mais, avise nos comentários. Continue lendo “O guia dos serviços grátis ou com desconto por tempo limitado”

Dropbox oferece até 25 GB de espaço grátis para universitários

O Dropbox está promovendo uma competição entre universidades do mundo todo. O objetivo é divulgar o serviço entre universitários dando, em troca, gigabytes de espaço gratuito. E o melhor é que participar é fácil: basta fazer um cadastro e, opcionalmente, realizar alguns desafios a partir de recursos do próprio serviço. Continue lendo “Dropbox oferece até 25 GB de espaço grátis para universitários”

Tem um Chromecast? Parabéns, você ganhou um aluguel de filme no Google Play

Sem muita esperança, acessei o site de ofertas do Chromecast para ver se, desta vez, a promoção valia aqui. É a segunda vez que o Google libera um aluguel grátis em sua loja de filmes para quem tem o dispositivo (ou o Nexus Player); na primeira nós, brasileiros, ficamos de fora. Mas agora, não! Veja como resgatar. Continue lendo “Tem um Chromecast? Parabéns, você ganhou um aluguel de filme no Google Play”

MixRadio é a melhor opção para ouvir música de graça desconectado

Ouvir música por streaming já é algo corriqueiro para muita gente. Para boa parte dos que ainda não aderiram a serviços como Spotify, Rdio e Deezer, ter que pagar é, geralmente, apontado como fator decisivo ao não uso. Afinal, mesmo baratos eles ainda são mais caros que “de graça.”

Por isso alguns desses serviços oferecem planos gratuitos com inserção de publicidade entre as faixas tocadas. Só que eles não são as melhores opções para quem quer ouvir música sem botar a mão no bolso. O MixRadio é. Continue lendo “MixRadio é a melhor opção para ouvir música de graça desconectado”

Windows 10 será gratuito para piratas, mas eles continuarão… piratas?

Parece que a Microsoft queimou a largada ao anunciar que o Windows 10 será gratuito para todos, inclusive donos de cópias piratas de versões anteriores. Após o anúncio, a empresa disparou dois comunicados à imprensa na tentativa de esclarecer o ponto. Só que esses avisos mais confundiram do que elucidaram qualquer coisa.

Ok, há uma certeza: a medida, seja lá qual for, valerá para  o mundo inteiro. Alguns desconfiavam de que ela seria restrita à China, onde o problema da pirataria é maior que a média. Mas outras questões, principalmente se haverá um tratamento diferenciado para quem veio de licenças piratas, seguem sem resposta. No último comunicado, republicado na íntegra pelo Ars Technica, a Microsoft disse:

Com o Windows 10, embora PCs não genuínos sejam elegíveis à atualização para o Windows 10, a atualização não mudará o estado de legitimidade da licença. (…) Se um dispositivo era considerado não genuíno ou sem licença antes da atualização, esse dispositivo continuará sendo considerado não genuíno ou sem licença depois dela.

A única certeza é que, sim, usuários piratas poderão atualizar seus sistemas para Windows 10. Mas qual a pegadinha? Uma hipótese levantada é a de que essas licenças não receberão atualizações rotineiras da Microsoft até que sejam legalizadas. Outra, de que essa reticência da Microsoft pós-anúncio é mais direcionada ao público corporativo, não a usuários domésticos — e, de fato, o início do comunicado deixa bem claro que versões Pro, Enterprise e as vendidas via licenciamento por volume não serão contempladas.

O jeito é esperar por informações mais claras.

Windows 10 será gratuito para todos, até piratas

Terry Myerson, chefe da divisão de sistemas operacionais da Microsoft, anunciou durante a WinHEC, evento da empresa em Shenzen, China, que o Windows 10 será gratuito para todo mundo, inclusive aqueles que usam versões piratas do sistema.

Até então era sabido que o Windows 10 seria gratuito para usuários dos Windows 7, 8 e 8.1, mas apenas de cópias legítimas. O local escolhido para fazer anúncio não foi ao acaso: a pirataria na China é enorme e a base instalada está defasada — dados recentes do StatCounter indicam que 30% dos computadores chineses ainda rodam Windows XP.

Não é a primeira vez que o Windows sai de graça; as versões 8.1 e 8.1 Update foram gratuitas àqueles que tinham comprado o Windows 8 — e esse, foi lançado a um preço promocional de R$ 69 para quem já tinha uma licença original dos Windows XP, Vista ou 7. A gratuidade para usuários piratas, porém, é inédita, fruto da nova estratégia de Satya Nadella que foca no faturamento em cima de serviços e nuvem.

Atualização (20/3, às 8h50): A Microsoft confirmou essa notícia, mas no comunicado enviado à imprensa deixou algumas dúvidas. Parece que usuários piratas serão elegíveis à atualização, mas continuarão… piratas (?).

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!