Aleksandar Mandic

Como eu fa√ßo o Tecnocracia? Tenho um arquivo no Google Docs onde elenco alguns assuntos que me chamam a aten√ß√£o e eu acho que, em algum momento, poder√≠amos falar a respeito. De vez em quando, eu leio algo que acho que se encaixa em um dos assuntos, abro o arquivo, colo l√° e sigo minha vida. Em outras vezes, ou√ßo de algu√©m conhecido(a) uma hist√≥ria ou uma informa√ß√£o que se encaixa naquele mesmo assunto. E vou juntando links, frases, hist√≥rias e informa√ß√Ķes, como se fosse uma caixa de recortes. Quando est√° maduro o suficiente, eu separo tudo num novo arquivo e vou costurando as refer√™ncias todas e encontrando algumas novas ‚ÄĒ a pesquisa s√≥ para quando eu gravo ‚ÄĒ at√© ter um roteiro que eu acho que fica de p√©. O Ghedin edita1, eu gravo e vai ao ar.

No come√ßo do ano, eu tinha feito a anota√ß√£o de um poss√≠vel epis√≥dio sobre o Mandic. No come√ßo da pandemia, ele documentou como ficou 41 dias internado com COVID-19. Foi bem grave, chegou a ficar em coma. Ali, bateu na trave. Depois da alta, o Mandic come√ßou a publicar um post e outro de novo no hospital, fazendo exames. At√© que surgiu a palavra quimioterapia. A ideia era tentar gravar uma conversa para fazer um epis√≥dio sobre a hist√≥ria dele ‚ÄĒ aqui no Tecnocracia voc√™ j√° percebeu o quanto eu insisto nessa coisa de guardar, ouvir, registrar. A gente n√£o d√° muito valor para mem√≥rias assim no Brasil, enquanto os EUA tem prateleiras inteiras nas livrarias contando essas hist√≥rias.

N√£o deu tempo.

Continue lendo “Aleksandar Mandic”

A fórmula da Quantum para conquistar o consumidor brasileiro

Dois dias antes de completar um ano de opera√ß√£o, em 31 de agosto de 2016, a curitibana Quantum convidou a imprensa para apresentar o seu novo smartphone, o Quantum Fly. Quem abriu o evento, realizado em S√£o Paulo, n√£o foi um executivo nem uma celebridade, mas um f√£ da marca, algu√©m que consome os produtos e √© um dos administradores do grupo oficial no Facebook. A escolha ratificou um dos pilares da sua estrat√©gia: estar pr√≥xima e ouvir o cliente. O¬†Manual do Usu√°rio teve a oportunidade de conhecer a empresa melhor, no evento e por¬†uma entrevista exclusiva com¬†Vin√≠cius Grein, cofundador da Quantum, no dia seguinte. Continue lendo “A f√≥rmula da Quantum para conquistar o consumidor brasileiro”

Pergunte o que quiser sobre escritório do futuro a Patricia Demitroff, do Evernote

Lembra quando Pedro Burgos tirou nossas d√ļvidas sobre o Apple Watch? Gostei tanto daquele formato que comecei a buscar outros profissionais para sess√Ķes de perguntas e respostas aqui no Manual do Usu√°rio. Hoje, o tema √© escrit√≥rio do futuro. Continue lendo “Pergunte o que quiser sobre escrit√≥rio do futuro a Patricia Demitroff, do Evernote”

Um papo com Gracy Kelly, a Mulher Maçã, maior fã de Steve Jobs

Em outubro de 2011, em meio √† como√ß√£o que a morte de Steve Jobs causou, uma cantora brasileira chamou a aten√ß√£o. Era Gracy Kelly, mais conhecida como Mulher Ma√ß√£, que num comunicado √† imprensa (onde errou a grafia do √≠dolo,¬†“Esteve”), manifestou seu luto pela partida do co-fundador da Apple.

Desde ent√£o, Gracy passou a ser uma esp√©cie de refer√™ncia popular para assuntos relacionados √† Apple, al√©m de lembrar, recorrentemente, a mem√≥ria de Jobs — o BuzzFeed fez um belo apanhado desses quase quatro anos de devo√ß√£o p√≥stuma. N√£o sei se por descuido dos colegas ou desgaste da rela√ß√£o, ainda n√£o tinha lido a opini√£o dela sobre o primeiro trailer de Steve Jobs, novo filme de¬†Danny Boyle que estreia em outubro.¬†Era a minha deixa. Continue lendo “Um papo com Gracy Kelly, a Mulher Ma√ß√£, maior f√£ de Steve Jobs”

O curioso blog que publica reviews de m√°quinas de lavar roupa

Sites de reviews de produtos n√£o s√£o dif√≠ceis de encontrar hoje. Do Manual do Usu√°rio aos¬†especializados de fora, como Cnet e Wirecutter, eles existem aos montes e prestam um servi√ßo importante de aux√≠lio √† tomada de decis√Ķes na hora de comprar alguma coisa. A expertise de quem entende do assunto, somada ao contato com diversos produtos de uma categoria credenciam alguns desses a dar opini√Ķes influentes.

Aqui, eu testo smartphones, tablets, rel√≥gios… gadgets em geral. Por ser uma categoria relativamente nova e, at√© pouco tempo atr√°s, um tanto complexa, a demanda por esse tipo de an√°lise √© grande. Mas h√° outras, de mesmo tamanho ou at√© maiores, negligenciadas pela m√≠dia e mesmo por entusiastas —¬†porque, afinal, testar e escrever sobre um produto d√° trabalho. Onde est√£o os reviews de geladeiras? E os de… sei l√°, fog√Ķes? M√°quinas de lavar roupa? Quando me mudei e “montei” o apartamento, senti falta de uma publica√ß√£o voltada √† linha branca.

Recentemente falamos no Guia Pr√°tico, em tom de brincadeira, sobre essa lacuna no mercado editorial brasileiro. Uma lacuna, como descobrimos mais tarde, que n√£o est√° exatamente vazia. Nos coment√°rios daquele epis√≥dio do nosso podcast o leitor YagoG¬†indicou o Roupa suja se lava na m√°quina, um blog de m√°quinas de lavar roupa. Existe um blog brasileiro de m√°quinas de lavar roupa. At√© agora, ele estava fora do meu radar. L√≥gico que, ao saber dele, fui atr√°s de mais informa√ß√Ķes a respeito. Continue lendo “O curioso blog que publica reviews de m√°quinas de lavar roupa”

IrfanView, o melhor app para ver imagens no Windows

Minha barra de tarefas no notebook tem tr√™s √≠cones fixos: Windows Explorer, navegador padr√£o e um que, reza a lenda, √© um gato vermelho atropelado na estrada. Esse √ļltimo √© o indefect√≠vel √≠cone do IrfanView, um simp√°tico visualizador de imagens para Windows.

Não lembro quando exatamente descobri o IrfanView, só me recordo vivamente de ter simpatizado com o app logo de cara. Sua função, pelo menos superficialmente, é simples e limitada: abrir imagens. Fosse só isso ele já seria sensacional: é difícil surgir um formato que o IrfanView seja incapaz de lidar e, mesmo nesses casos, geralmente um plugin resolve a incompatibilidade.

Só que ele faz muito mais que isso.

Continue lendo “IrfanView, o melhor app para ver imagens no Windows”