Governo quer privatizar 100% dos Correios

O governo federal quer privatizar 100% dos Correios à iniciativa privada. A informação foi revelada ao jornal O Globo por Diogo Mac Cord, secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia.

A votação da proposta deve acontecer na semana que vem, antes do recesso, segundo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Pela proposta, quem arrematar os Correios levará também uma concessão para explorar o serviço postal, que compete à União prestar, segundo a Constituição Federal. Nesse desenho, a Anatel viraria Anacom (Agência Nacional de Comunicações) para regular e fiscalizar a atuação nessa área dos Correios privatizado. O serviço de entrega de encomendas, porém, não seria regulado. O leilão está previsto para março de 2022.

Deputados da oposição, via redes sociais, se manifestaram após a divulgação da notícia. “Estamos diante de mais um saldão que o presidente ‘patriota’ faz com uma empresa pública estratégica para o povo e lucrativa para o país. A Oposição estará firme contra essa privatização. Vamos à luta!”, escreveu Alessandro Molon (PSB-RJ).

Essa luta é de todos nós. Não à privatização dos Correios! Via O Globo.

Correios iniciam testes com lockers

Os Correios inauguraram seu primeiro locker em Brasília nesta terça (27). Trata-se de um armário inteligente, colocado em pontos de grande circulação, onde as encomendas são depositadas para que os destinatários as retirem. A Amazon tem uma ampla rede de lockers nos Estados Unidos e, no Brasil, alguns varejistas, como a Casas Bahia e a Panvel, também já se aventuraram nesse negócio. Até fevereiro de 2021, os Correios irão instalar 63 terminais de lockers; 10 no Distrito Federal e 53 no Rio de Janeiro.

Os Correios também estão testando uma solução similar, mas voltada àqueles edifícios com “porteiros virtuais”, ou seja, com portaria remota. Via Correios.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário