Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

K-9 Mail se transformará no Thunderbird para Android

Há algumas semanas, o projeto Thunderbird anunciou planos de desenvolver um aplicativo para Android. Nesta segunda (13), saiu o anúncio de que o Thunderbird para Android será, na realidade, o venerável K-9 Mail, resultado da fusão dos dois projetos.

Àqueles que não o conhecem, o K-9 Mail é um app de e-mail para Android de código aberto — e único, depois do melancólico fim do FairEmail.

O K-9 Mail e seu desenvolvedor, Christian “cketti” Ketterer, agora fazem parte da família Thunderbird e trabalharão juntos para transformar o K-9 Mail em Thunderbird para Android, com paridade de recursos, sincronia e identidade visual alinhada à do Thunderbird para computadores. Via Thunderbird (2) (em inglês).

Preservando o Android original

Os mais antigos neste mundinho de smartphones vão lembrar da primeira aparição do Android, em um protótipo que parecia um clone dos Blackberries que dominavam o mercado de smartphones dos EUA (ou dos Nokia E, já que Blackberries não eram tão populares fora dos EUA), com uma interface de usuário que parecia um Blackberry. O […]

Murena oferece celulares e serviços na nuvem livres do Google

A /e/ Foundation lança nesta terça (31) seu braço/marca comercial, Murena. A nova marca concentra a comercialização de celulares (modelos comerciais com o /e/OS pré-instalado e um original, o novo Murena One) e os serviços em nuvem, chamados Murena Cloud, baseado no NextCloud.

Idealizado por Gaël Duval em 2017, o objetivo da Murena é oferecer uma alternativa ao Google. O /e/OS é baseado no Android AOSP e vem livre de conexões diretas com o Google. É um sistema legal — testei um Galaxy S9+ com o /e/OS em dezembro. Infelizmente, a Murena ainda não atua no Brasil. Via Murena (2)  (em inglês).

O fim do celular pequeno

Quem vai às compras atrás de um celular se intimida com a variedade de modelos disponíveis. São muitos e, apesar do volume, quase nenhum pequeno. Eric Migicovsky, que fez fama na década passada com o relógio inteligente Pebble, quer um celular Android pequeno. Será que vai conseguir?

O que chamou a atenção no Google I/O 2022

Em software: O Beta 2 já dá uma cara ao Android 13: depois das enormes mudanças do Android 12, uma versão que promete ser mais de refinamento e menos de mudanças (embora, ao que parece, vem aí mais uma tentativa de acabar com a surpresa do resultado do gesto de voltar), com uma exceção: o […]

Os ícones dos aplicativos no Android 13 estão esquisitos

O Android 13, oficializado pelo Google nesta quarta (10), será uma versão contida, sem grandes novidades, provavelmente para aparar as arestas que ficaram da anterior.

Entre essas poucas novidades está o suporte a aplicativos de terceiros nos ícones padronizados, uma opção que faz com que todos os ícones sigam o esquema de cores da interface “Material You”. Assim:

Foto de um celular com Android 13, usando um tela salmão, com todos os 12 ícones da tela inicial em formato redondo e com as mesmas cores de fundo e no contorno dos desenhos internos.
Imagem: Google/Divulgação.

Beleza é algo subjetivo, e não é no que gostaria de focar aqui. O que me chama a atenção é a usabilidade, ou falta dela. Ícones assim, idênticos, não são mais “difíceis de usar”?

A gente já havia perdido o contorno/formato dos ícones graças à influência do iOS.

No macOS da Apple, que sempre teve ícones em formatos variados, a versão Big Sur, de 2020, impôs (ou passou a recomendar) que eles adotassem o mesmo formato quadrado com bordas arredondadas do iOS.

Gosto é subjetivo, repito, mas compare um antes (Catalina) e depois (Monterey):

Duas fileiras de ícones na Dock do macOS, a de cima do Catalina, com ícones de formatos variados, a de baixo do Monterey, com todos os ícones quadrados.
Imagem: Apple/Divulgação.

Talvez o Google tenha ido longe demais?

LineageOS 19, baseado no Android 12, é lançado

O LineageOS 19, uma ROM alternativa do Android que leva novas versões do sistema a aparelhos diversos, incluindo aqueles já abandonados pelas fabricantes, chegou. Esta versão é baseada no Android 12, lançado em outubro pelo Google.

Como de praxe, o LineageOS traz a última versão do Android com alguns extras e diferenciais criados pela comunidade. Desta vez, porém, há uma má notícia: uma alteração no kernel do Android 12 tornou bem difícil adaptar o LineageOS 19 para aparelhos antigos. A lista de compatíveis, pois, diminui um pouco. Via LineageOS (em inglês).

Google não permitirá mais aplicativos que gravam ligações no Android

O Android tem inúmeras vantagens sobre o iPhone. Uma delas, aplicativos capazes de gravar ligações telefônicas, está com os dias contados.

Esses aplicativos usavam uma API de acessibilidade para gravar as chamadas, ou seja, uma deturpação do intuito da API. O Google fechará essa brecha em 11 de maio, quando todos os aplicativos disponíveis na Play Store não poderão mais usar a tal API e, portanto, perderão a capacidade de gravar ligações.

Não está claro, ainda, se quem já tem esses aplicativos baixados perderá o acesso a eles.

A investida do Google não afeta os sabores de Android que já vêm com gravador de chamadas nativo, como a MIUI (Android da Xiaomi) e o Android do Pixel, do próprio Google. Via 9to5Google (em inglês).

Existem vários aplicativos para iPhone que prometem gravar ligações, mas, como não existe uma maneira oficial segura de fazer isso, todos confiam em um método potencialmente arriscado: uma “ligação a três”, em que o terceiro é um servidor que grava a conversa das partes e disponibiliza a gravação posteriormente.

A nova OnePlus

A chegada da OnePlus no mundo Android foi um grande surto coletivo, com o “never settle” e todo o hype de Carl Pei e Pete Lau. Carl Pei saiu (e levou a hype machine pra Nothing), a BBK uniu a Oppo e a OnePlus debaixo da asa de Pete Lau e, bom, a OnePlus queridinha […]

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário