MacBook Pro por alguém que sempre usou notebooks Windows

Eu estava satisfeito com meu notebook. Muito. Mesmo com três anos de uso, ele me atendia bem: era rápido, confiável, leve e até bonito. Não tinha planos para trocá-lo tão cedo, especialmente com esse cenário desolador da categoria no Brasil. Mas aí a mão do destino pesou, ele me foi roubado e tive que comprar um novo. Acabei com um MacBook Pro.

Não pretendo escrever um review. Por outros motivos achei que valia a pena escrever alguma coisa sobre o MacBook Pro aqui. Na verdade, dois em especial. Primeiro porque o tema cabe no que proponho discutirmos aqui no Manual do Usuário — novos gadgets e como eles se encaixam nas nossas vidas. O outro, porque, embora estejamos distantes nos últimos anos, por muito tempo tive uma relação de proximidade com a Microsoft, mais especificamente com o Windows. Uma relação que, ao menos no dia a dia, meio que chegou ao fim. Continue lendo “MacBook Pro por alguém que sempre usou notebooks Windows”

[Review] Zenfone Selfie, que grande câmera frontal você tem

Em 2015, a Asus dobrou a aposta no mercado móvel brasileiro. Como? Aumentando a quantidade de smartphones disponíveis. Além do carro-chefe, o Zenfone 2, trouxe modelos para diferentes faixas de preço e com destaques peculiares. Um dos mais curiosos é o Zenfone Selfie, com uma enorme câmera frontal ladeada por um flash em dois tons.

O Zenfone Selfie tem, ainda, outras características únicas, como ser o primeiro Zenfone com SoC não Intel — no caso, ele vem equipado com um Snapdragon 615, da Qualcomm. Tantas diferenças fazem dele um bom smartphone? Recebi da assesoria da Asus um na agradável cor rosa para responder a essa pergunta. Continue lendo “[Review] Zenfone Selfie, que grande câmera frontal você tem”

[Review] Moto G (2015): ainda competente, só que mais caro

Quem compra um iPhone raramente quer saber a velocidade do processador, quanto de RAM ele tem ou qualquer outra especificação. As pessoas, a maioria, compram porque é um iPhone e fazem isso porque sabem que ele é bom. É difícil encontrar um paralelo desse status no universo Android. Para mim, o mais próximo dele é o Moto G da Motorola.

O Moto G surgiu em 2013 como um projeto intermediário de qualidade. Na época, os concorrentes diretos ainda não entregavam tela de alta definição, economizavam em memória e traziam outros comprometimentos bobos, injustificáveis. A Motorola elevou o nível da categoria e desde então colhe os frutos da sua ousadia — o Moto G é o smartphone mais vendido da história da fabricante e líder de vendas no Brasil.

O mercado de smartphones meio que pede por atualizações anuais e, sendo assim, vimos há pouco o lançamento da terceira geração do Moto G. O que mudou em relação ao ano passado? Mais importante que isso: o que não mudou? Como melhorar algo tão bem aceito e já difundido no país? Continue lendo “[Review] Moto G (2015): ainda competente, só que mais caro”

[Review] Quantum Go, o smartphone brasileiro à moda chinesa

Empresas que dependem de smartphones Android para lucrar não têm tido uma vida fácil. Com margens diminuindo e novos concorrentes empurrando o preço médio do produto para baixo, é difícil lucrar — mesmo com uma escala sem igual na história da tecnologia.

Ainda assim, três executivos brasileiros se uniram à Positivo para lançar a Quantum, uma nova marca enxuta que aposta em distribuição direta e relacionamento com os fãs para se destacar. Estive usando o primeiro smartphone da empresa, o Quantum Go, e agora conto a você o que achei dele. Continue lendo “[Review] Quantum Go, o smartphone brasileiro à moda chinesa”

[Review] Idol 3, um típico (e bom) smartphone intermediário

Nunca foi tão fácil fabricar smartphones. A oferta de componentes básicos é farta e barata, o Android facilita o lado do software e, no fim, lançar um novo dispositivo no mercado é mais uma questão de “querer” do que “poder” para as empresas. A Alcatel One Touch quis fazer dois smartphones com o mesmo nome, Idol 3, ambos com uma característica única, a reversibilidade. Deu certo? Continue lendo “[Review] Idol 3, um típico (e bom) smartphone intermediário”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!