O brasileiro quer celular com processador rápido / Como desconectar nas férias

Na volta do podcast, gravado ao vivo para todo mundo — parte da nossa campanha Manual de dentro para fora —, começamos falando de processadores de celular. Inusitado? A gente também acha, mas segundo uma pesquisa do Mobile Time/Opinion Box, este é o critério mais importante do brasileiro que vai às compras atrás de um celular.

No segundo bloco, o assunto foi férias. A Jacque tirou mini-férias e trouxe a sugestão de pauta em seu retorno. Hoje é meio irreal associar férias à desconexão da internet, mas é possível traçar algumas estratégias e boas práticas para que o momento de descanso não se transforme em “trabalho não-remunerado”, ou seja, que fiquemos enroscados em redes sociais e na internet.

Nas indicações culturais, Jacque trouxe a série documental Como se tornar um tirano [Netflix], e Ghedin, o podcast Primeiro Contato, de Henrique Sampaio do Overloadr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

  1. Sobre o caso do poder de processamento, comprar um aparelho com um alto poder de processamento também garantirá uma vida útil maior, pois, conforme foi falado no programa, com o tempo o inchaço e a complexidade dos aplicativos aumenta cada vez mais, recrutando mais e mais hardware. Com um SoC poderoso, teremos mais tempo com um aparelho que consegue entregar um desempenho satisfatório.
    Foi exatamente a lógica adotada pelo meu irmão e que eu concordei com ele. Em 2016 ele pegou um Galaxy S7 Edge. Tem até hoje e o desempenho do aparelho ainda é muito bom, supre completamente a demanda.

    1. AUSHAUHSUHASHA Boa! Penso o mesmo.

      No fundo eu acho que existem pessoas que nasceram para advogar, para serem médicos, dentistas, etc, eu nasci para ser aposentado. =P

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário