Logo da Insider à esquerda e a frase à direita: “Use o cupom MANUALDOUSUARIO12 e garanta peças básicas de qualidade com desconto”.

Facebook, Google e Twitter e a liberdade de expressão / Os (muitos) golpes de WhatsApp

Montagem: à esquerda, foto de uma TV exibindo Mark Zuckerberg; à direita, uma mão segurando um celular com uma conversa do WhatsApp aberta.

Na volta do Guia Prático, Rodrigo Ghedin e Jacqueline Lafloufa comentam a audiência no Senado norte-americano em que os CEOs Jack Dorsey (Twitter), Mark Zuckerberg (Facebook) e Sundar Pichai (Alphabet/Google) foram questionados sobre a maneira com que lidam com liberdade de expressão e moderação em suas plataformas. No segundo bloco, falamos dos muitos, alguns bem novos, golpes de WhatsApp — com a participação especial do Fabio Assolini, especialista em segurança digital da Kaspersky.

Indicações culturais:

Montagem do topo com fotos de Rodrigo Ghedin/Manual do Usuário e Christian Wiediger/Unsplash.

Deixe um comentário para Lee Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

  1. Ótima conversa. Gostei muito desse episódio.

    Infelizmente as grandes corporações tem poder o suficiente para contornar qualquer tipo de processo.
    Mesmo que mude a legislação, o problema ainda persistirá, pois o que realmente importa para esses monopólios tecnológicos é o dinheiro. :/

  2. Tentaram dar esse golpe do whatsapp no meu tio falsificando o meu whatsapp com foto e nome mas número diferente e pedindo dinheiro emprestado. Fiquei curiosa e fui olhar o Facebook dele e as informações estavam lá em modo público. O telefone dele e a relação comigo. Daí foi só pegar minha foto e nome e mandar uma mensagem pro número dele chamando de tio. :/

    1. A gente (e a Kaspersky) pensou em cenários super elaborados, mas é bem isso, Fernanda: às vezes, um perfil de Facebook mal configurado entrega muito de quem somos.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário