Facebook promete salvar o jornalismo (de novo); A aceleração dos celulares com o Moto G8

No programa de hoje, Rodrigo Ghedin e os amigos do Gizmodo Brasil, Guilherme Tagiaroli e Giovanni Santa Rosa, falam da nova aba de notícias do Facebook, o Facebook News. É mais uma tentativa da rede social de Mark Zuckerberg de “ajudar” os jornais e dissipar a fumaça de desinformação que paira sobre a plataforma. Vai funcionar?

No segundo bloco, voltamos a nossa atenção ao mercado de celulares e à Motorola, que recentemente lançou o Moto G8, a segunda grande atualização em 2019 da sua principal linha de celulares — algo inédito. A aceleração nos lançamentos de novos aparelhos, comum na China, é o novo normal do setor? Não temos todas as respostas a essas perguntas, mas algumas boas teorias. Ouça aí!

Mande o seu recado para o podcast! Pode ser pelo e-mail podcast@manualdousuario.net ou enviando um áudio no Telegram para @ghedin.

Leia isto

As nossas melhores matérias escritas indicadas especialmente a você, ouvinte.

Indicações culturais

Referências

Links de notícias, reportagens e dados citados no programa.

Acompanhe

Newsletter (toda sexta, grátis):

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 comentários

  1. Mesmo sabendo que o Facebook não é muito confiável em relação a notícias, as empresas ficam com medo da plataforma decolar e elas ficarem para trás, perderem o pioneirismo do Facebook News.
    Quanto aos telefones, as empresas tentam faturar mais, liberando essas pequenas novidades aos poucos, lançando um aparelho próximo do outro, mas sei que não é exatamente a realidade brasileira onde a maioria só troca de aparelho quando o antigo para de funcionar.

  2. Esse mês (passado) fui comprar um telefone e não sabia qual era o Moto G mais recente. Acabei comprando o 7 porque era o que eu tinha o “puro sangue” (sem sufixos).

    Mas, justiça seja feita, eu não sei qual é o modelo mais recente de iPad ou Macbook. Assim como não sei classificar qual dos modelos X dos iPhones é o melhor.

    Saturação do mercado (em termos de modelos) é uma realidade pra todas as empresas.

    1. Concordo.

      A saturação, ao que noto, ajuda a criar variedades em faixas de preço. Mas peca justamente por confundir na compra.

      O risco de comprar um celular por R$ 700,00 e ele não valer o que pesa é alto demais.

      Noto também que a faixa de < R$ 500 foi tomada pelas ex- distribuidoras, como Multilaser e Positivo. E são celulares sem tanto apelo. Parece que até a Samsung desistiu de celulares muto baratos (tipo J1)

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!