Anúncio Ainda dá tempo: NordVPN com 72% de desconto

Windows 11 chega em 5 de outubro

O Windows 11 chega dia 5 de outubro. Para quem já tem um computador elegível com Windows 10, via atualização gratuita. Para quem não tem, computadores com o sistema pré-instalado começarão a ser vendidos na data.

A distribuição da atualização do Windows 11 será gradual. “Seguindo os tremendos aprendizados do Windows 10, queremos garantir que estamos oferecendo a melhor experiência possível”, escreveu Aaron Woodman, gerente de marketing da Microsoft. Tomara: falhas catastróficas marcaram algumas grandes atualizações do Windows 10. A expectativa é terminar a atualização da base elegível em meados de 2022. Via Microsoft (em inglês).

Deixe um comentário para João Ricardo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 comentários

  1. Estou usando Windows 11 há uns 2 meses.
    Única coisa que me incomodou é que agora, pelo menos por enquanto, não é possível arrastar um arquivo para a barra de tarefas para poder abrí-lo no programa em questão…
    O bom é que pesquisando uma solução, aprendi que se vc permanecer com o mouse segurando o arquivo e utilizar o alt+tab até o programa desejado, ele mantém segurando e abre nele. Até então eu só sabia deixar o programa exibindo em algum canto da tela enquanto arrastava o arquivo pra abrir nele, ou utilizava o método arcaico de ir no menu “Abrir”.
    No geral acho que as animações e a interface no geral está mais polida que o Windows 10. Também não senti nenhum problema de desempenho, tirando uma ou outra travada do Windows Explorer em algum momento da semana.

  2. [GIF da bruxinha do pica pau falando “e lá vamos nós”]

    Não testei o win 11 mas não duvido que sera só um win 10 recauchutado visualmente.

    Enquanto isso, vou experimentando um linux…

  3. Esperava que o Windows 11 tivesse uma maior padronização da interface visual do sistema, mas, pelo que eu vi, não foi uma padronização tão impactante. Incrível como mesmo o Linux consegue ter uma harmonização maior

  4. Eu tava no hype, mas já passou… apesar de tudo ainda vai chegar antes do que eu esperava, mas vou ficar de boa pra atualizar… ver se não vai ter nenhum bug critico logo no lançamento…

  5. O marketing que a Microsoft fez do Windows 11 (e continua fazendo) é tão desastroso que jogou meu hype pra receber a nova versão a zero.

    Não aprenderam com o Xbox One, não aprenderam com o Windows Phone e não aprenderam nem com o Windows 8. É impressionante.

    1. O que o marketing da Microsoft fez para te desestimular a receber o Windows 11 a esse ponto?

      1. – Exigência de itens de hardware sem sentido ou utilidade aparente (TPM 2.0 e processador de 8ª geração pra cima);
        – Retirada de uma cacetada de funções e piora de outras (tipo o menu pra conectar um dispositivo Bluetooth que já era ruim e ficou ainda pior);
        – Lançamento não vai ter incluso o suporte pra apps de Android (ficou pra meados de 2022 ou “Soon” a lá Windows Phone);
        – Comunicação desencontrada e contraditória, um clássico da Microsoft: Muitas infos sobre o Windows 11 escondidas em respostas de fórums ou tuítes, em vez dos canais oficiais da empresa.

        A Microsoft parece o Thanos: Tem poder e recursos pra vencer a concorrência, mas sempre se sabota no final. Agora, se é por incompetência ou porque não se sente digna de ser líder de mercado, não sei.

        1. Acho que depois do processo antitruste, a Microsoft meio que desistiu de ser “vanguarda” por medo de novos processos. Ela tá levando como dá.

    1. Não uso Windows e nem pretendo, mas pensei que o Windows 11 fosse algo novo (não apenas o design com bordas arredondadas). Realmente, não duvido nada que este lançamento seja tão “flopado” quanto o Windows 8.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário