Logo da Insider à esquerda e a frase à direita: “Use o cupom MANUALDOUSUARIO12 e garanta peças básicas de qualidade com desconto”.

Pocket Casts está à venda

O grupo de rádios públicas norte-americanas que comprou o Pocket Casts em 2018 colocou o aplicativo à venda. O balanço anual da NPR, uma das rádios detentoras do app, sugere que o Pocket Casts encerrou 2020 com um prejuízo de US$ 2 milhões. A competição em podcasts cresceu muito nos últimos dois anos, com a entrada de Spotify e Google no setor. Parece mais um caso de um ótimo app sem um modelo de negócio sustentável. Via Current (em inglês).

Curiosidade: o Pocket Casts é o aplicativo mais popular entre os ouvintes do Guia Prático e Tecnocracia. No ano passado, 33,7% de todas as audições dos dois programas foram por ele.

Deixe um comentário para Meikson Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 comentários

  1. o que eu não gosto do pocket casts é que em muitos podcasts ele não exibe a art do episódio, o tecnocracia é um exemplo, hoje uso mais antennapod e spotify, o spotify é muito ruim ainda

  2. O Pocket Casts é meu xodó nos trajetos a pé ou carro, no trabalho, em casa com meu celular conectado na Alexa e durante meus treinos de musculação, uma pena se deixar de existir.

  3. Uma pena porque amo o pocketcasts, o app é lindo.
    Usei até o ano passado, mas ter que comprar a versão desktop separado me desanimava, até que esse ano migrei para o Spotify.

  4. Para mim segue imbatível. Tentei usar o Spotify mas é muito poluído e faltam recursos básicos (download automático de episódios, por exemplo). Além disso, abandonei o Spotify para streaming de músicas e desinstalei o app. Depois que descobri o Spotifeed (https://spotifeed.timdorr.com/), o probelma com os exclusivos do Spotify acabou. Espero então que o app ache um novo dono e que seu desenvolvimento continue (embora ache difícil, vez que o Spotify vem agressivo no segmento e não cobra nada para ouvir podcasts – o Pocket Casts, sim).

  5. Um excelente aplicativo que, infelizmente, passou a me dar mais dor de cabeça do que outra coisa. Lembro que comprei a versão mobile enquanto era um app pago, daí logo veio a versão desktop – que era separada da mobile, por qualquer razão que fosse. Anunciaram que o app seria grátis, ótimo. Daí quem tinha comprado a versão desktop ganharia acesso premium vitalício, enquanto a versão mobile ficou cada vez mais cheia de bugs (episódios sumiam, não carregavam, não atualizava automaticamente, entre outros) e por mais que eu reportasse, seguia acontecendo. Uma pena, realmente gostava do PocketCasts mas me vi obrigado a utilizar o Spotify, já que nenhum outro aplicativo conseguia unir um visual bom com uma experiência de usuário incrivelmente fluida. Espero que o futuro seja próspero.

  6. Eu ouço sempre pelo app da Apple (que funciona melhor pro Guia Prático do que pro Tecnocracia, que nunca dá a notificação certinha)

    1. Que curioso, isso. Ambos estão configurados da mesmíssima maneira do lado de cá. Já mexeu nos ajustes de cada podcast? O app da Apple tem muitos ajustes finos; de repente, se você replicar os do Guia Prático nos do Tecnocracia, as notificações apareçam corretamente.

    2. O que eu não gosto do podcasts da apple é que ele é disparado o que mais consome recursos (banda e espaço no aparelho)

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário