Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Lichess custa US$ 420 mil por ano; salário do desenvolvedor é de menos de US$ 5 mil/mês

Quem joga xadrez online conhece e provavelmente usa o Lichess, uma das maiores plataformas de jogos de xadrez do mundo. O Lichess foi lançado em 2010 pelo francês Thibault Duplessis, não tem fins lucrativos, é e sempre será gratuito e sem anúncios e não vende dados dos usuários. Atualmente hospeda ~5,2 milhões de partidas por dia, entre duas pessoas e contra o computador.

Dia desses, Thibault comentou que a operação do Lichess custa US$ 420 mil por ano e postou a tabela de custos detalhada. O valor, ridiculamente baixo, já inclui sua remuneração. Em 2021, seu salário mensal foi de US$ 4.705,88, nada de outro mundo, considerando o alcance e a popularidade do Lichess.

Todas as despesas do Lichess são cobertas por doações dos jogadores/usuários, que só recebem em troca uma figurinha em seus perfis.

Em uma seção de perguntas e respostas no Reddit, em abril de 2021, Thibault foi questionado sobre seu salário. Sua resposta:

Eu poderia ganhar mais vendendo minhas habilidades a quem pagasse melhor? Provavelmente.

Eu seria mais feliz? De jeito algum.

Da maneira como encaro, aquilo [salário] é bastante dinheiro para um trabalho que eu posso fazer no meu ritmo, do conforto da minha casa. E em vez de chefes ou clientes, trabalho para uma comunidade incrível.

Por mais coisas do tipo.

O Manual do Usuário também abre sua contabilidade todo trimestre aos apoiadores do projeto.

Deixe um comentário para Renato Cancelar resposta

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

5 comentários

  1. Muito legal.

    Eu administro um site de fantasy league da NBA, que começou como um hobby para jogar com uns amigos e que depois acabei “comercializando”. Hoje conta com uns 150 usuários, o que me rende entre R$1200 ~ R1500 por mês.

    Essa história me colocou pra pensar. Quem sabe no futuro eu faça como o Thibault.

  2. As vezes me pergunto como trabalhar com suporte e ganhar um salário justo.

    Porque assim como o Thibault, busco um trabalho que me custeie, mas não que me enriqueça ao ponto de me estressar.

  3. Vale o registro: por aqui temos o Xadrez Livre do C3SL (grupo de pesquisa da UFPR cujo financiamento/funcionamento foi muito bem explicado em matéria do mês passado).

  4. Ano passado paguei pelo Chess.com e não renovei assinatura. Essa informação me joga pro Lichess de braços abertos e com tranquilidade de pagar o mesmo valor sem problema.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário