Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

O escritório em casa da designer de UI/UX Camila

Mesa de trabalho com iluminação baixa, com monitor grande ao centro, notebook à esquerda e suporte para celular e planta pequena à direita. No centro, mousepad grande com teclado e trackpad da Apple.

Nesta seção, leitores do Manual gentilmente abrem um pedacinho da sua intimidade para nos mostrar seus escritórios domésticos, onde trabalham, estudam e/ou se divertem, e explicam os produtos e fluxos de trabalho que usam. Veja outros escritórios e, se puder, envie o seu também. O texto abaixo é de autoria da Camila.


Meu nome é Camila. Tenho 26 anos, sou de Maringá (PR), mas moro em Londres há quase três anos. Trabalho como UI/UX Designer na Dynamis, empresa que lidera o maior website de classificados de negócios/empresas no mundo. O trabalho é híbrido e bem flexível, posso decidir quantos dias na semana eu trabalho em casa ou no escritório. No entanto, recentemente, com a orientação do governo em relação à covid-19, estamos trabalhando 100% remoto.

Meu setup atual é o resultado de muitas mudanças e upgrades que fiz nos últimos três meses. Ainda sofro com a falta de espaço no meu quarto, mas acho que já estou quase satisfeita com o meu cantinho.

  • Mesa Juno, da Koble Designs. Trabalhar em casa fez eu me preocupar cada vez mais com a minha saúde e sedentarismo, decidi então investir em uma mesa que me possibilita controlar a altura e trabalhar em pé pelo menos por algumas horas por dia.
  • Cadeira. Um modelo ergonômico simples que encontrei em promoção.
  • Monitor Philips 276E9QDSB de 27”. Estou em busca de um modelo maior e com maior resolução, mas ainda não consegui decidir!
  • Lightbar Quntis.
  • Teclado Keychron K3 v2.
  • Mouse Logitech MX Master e Magic Trackpad. Para alternar quando uso meu computador pessoal.
  • Outros itens. Mousepad HIHUHEN, suporte para monitor e notebook, suporte para celular, Echo Dot (4ª geração), headphone Marshall Major III e uma plantinha.
  • Computadores. Mac Mini com Intel Core i7 3,2 GHz rodando Windows, fornecido pela empresa (solução temporária, meu Dell XPS pifou com três meses de uso), e um MacBook Pro M1 (13″, 2020), que é o meu computador pessoal.

Mais fotos:

Foto em detalhe do mousepad grande, teclado e mouse na mesa da Camila. Ao fundo, suporte para celular, plantinha e uma Echo Dot.
Foto: Arquivo pessoal.
Mesa de trabalho da Camila por outro ângulo, mostrando a cadeira branca e, ao fundo, parte de uma cama e de uma arara com roupas penduradas.
Foto: Arquivo pessoal.

Deixe um comentário para Ivanir Almeida Cancelar resposta

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

38 comentários

  1. Muito legal! Também sou UX/UI designer e também trabalho em um windows da empresa e tenho um Mac pessoal. Camila, esse seu setup é pensando para usar os dois ao mesmo tempo? Se sim, tem alguma dica?

  2. Olá, parabéns pelo escritório. Uma dúvida. Você está satisfeita com o desempenho do seu Mac M1, o pessoal que consegue usar ele elogia muito o desempenho e a duração da bateria. Isso também acontece com você?

    1. Obrigada, Luis! Sim, é realmente muito bom. Eu tinha um MacBook Air i5 2017 e a mudança foi bem chocante hahaha o M1 é muito rápido, a bateria dura muito e nunca apresentou nenhum tipo de problema. Recomendo muito!

  3. Belo home-office! Qual é o apoio do monitor e tem algo da Koble designs para comprar no Brasil? Agradeço desde já!

    1. Muito obrigada! O apoio do monitor é da HUANO com suporte duplo pro monitor e computador. Em relação a Koble Designs, não sei dizer porque eu comprei aqui no Reino Unido mesmo :)

  4. Que cantinho lindo! Adoro locais em tons claros e contendo muito branco. Mesa super limpa.

    Parabéns pelo ótimo bom gosto! ^

  5. Bonita mesa, Camila! Desculpe a ignorância, mas pra que serve exatamente uma lightbar? É pra substituir uma luminária?

    1. Obrigada, Ivanir! Eu comprei inicialmente pra substituir a luminária e não ocupar tanto espaço na mesa, mas ao longo do tempo eu percebi que ajuda a cansar menos os olhos, fica bem mais confortável pra passar mais tempo olhando pra tela.

  6. Comprei uma lightbar desse tipo, da Blitzwolf, no Aliexpress.
    Deve chegar semana que vem.
    Interessante demais!

  7. Bah, eu adorei essa lightbar que eu nem sabia que existia e sempre quis ter!!! Genial. Já tô pesquisando aqui! 🤩

    1. Obrigada, Pedro! Pode apostar na lightbar que é sucesso, tem ajudado muito a cansar menos os meus olhos durante o dia

  8. Começou bem o 2022 desta seção das mesas ! Mesa sem nada supérfluo, apenas o essencial com itens bem escolhidos.

  9. uma dúvida pra Camila, caso ela possa responder: Qual sua formação para trabalhar em UI/UX?
    Pergunto pois minha filha tem senso artístico muito forte – dança balé, toca violão, guitarra, ukulelê e teclado, desenha e pinta!
    Mas, infelizmente, arte no Brasil é para poucos… e queria saber se é possível direcionar esse talento para o setor de programação, especificamente a UI/UX.

    Valeu, e parabéns pelo espaço. Não fica estranho trabalhar com um teclado mecânico?

    1. Oi! A minha formação é em Comunicação e Multimeios, mas ao longo da minha carreira, eu fui me especializando mais em design e na criação de sites. Consequentemente, fui me interessando e focando mais na área de UI/UX.

      O senso artístico é muito legal, e pode ser sim direcionado pra essas áreas. Principalmente se combinado com uma curiosidade em criar coisas, testar os programas, explorar bastante. Não sei a idade da sua filha, mas tem alguns sites que ensinam de uma forma gameficada, pode ser uma boa introdução!

      Infelizmente só conheço sites em inglês, mas vou deixar os links aqui:
      https://cantunsee.space
      https://bezier.method.ac
      https://app.uxcel.com/courses
      https://www.freecodecamp.org

      Espero que ajude :)

      E ah, eu adoro trabalhar com o teclado mecânico. Principalmente esse modelo porque é muito confortável e não é muito barulhento!

      1. Oi Camila, bom dia, se não for muito incômodo, você sabe me dizer como eu faço para entrar profissionalmente na carreira de UI/UX? Pergunto porque nos últimos meses me interessei por UI, mas nunca passou de curiosidade de fato, e ao ver que existem oportunidades no meio profissional, comecei a pensar nas possibilidades.
        Sou formado em engenharia da computação, mas como estudei 110% focado em passar no curso, eu não consegui emprego, mas estou buscando opções.
        Já de antemão agradeço por ler meu comentário.

        1. Oi Gabriel! Acho que o seu background ajuda a ter uma base legal pra migrar pra área de UI/UX. Se você manja de Front-End, isso ajuda muito nas vagas de UI.

          Olha, eu recomendo bastante o curso de UX Design da Design Circuit. Eu estou fazendo o curso, eles tem uma comunidade bem grande, dá pra aprender UX do zero e sempre tem recomendação de vagas, vários eventos. Vale bastante a pena!

          É bem importante estudar e colocar tudo em prática, tentar clientes reais – mesmo sem cobrar nada no começo – ajuda a criar um portfólio legal e conseguir um emprego.

      2. Muito obrigado pelas dicas! Inglês não será problema, ela é fluente aos 14 anos – melhor que eu aos 43… :-p
        Sucesso no carreira e saúde na vida!

    1. Isso, é uma Echo Dot 4ª geração – uso muito pra ouvir músicas e criar lembretes durante o dia! Hahaha

        1. Eu imagino! Hahaha eu tinha um teclado 60% antes desse e o layout era horrível, talvez seja por isso que me adaptei melhor

  10. que cantinho simples e bonito!

    Curti muito o fato da mesa ter entradas USB. Elas servem só para carga ou se conectam ao notebook para trocar dados?

    1. Obrigada, Will!

      As entradas USB são só pra carga mesmo, mas é bem prático pra carregar algum dispositivo enquanto trabalho. Na mesa também tem um carregador sem fio, o que também é bem prático :)

      1. Uso muito carregador sem fio, tem pela casa toda, mas na pressão, só os “super-rápido” me salvam rsrs.

        1. Não sei se é paranóia minha, mas eu fico com um pé atrás em relação ao carregador sem fio, tenho medo de prejudicar a bateria do celular

          1. É possível que sim, mas já tem cerca de um ano que uso em dois aparelhos, e tá tudo bem.

          2. Então, na teoria, por ela usar tensões menores, ela prejudica menos a vida útil da bateria, a menos que esquente muito. Caso o contrário, acho que não precisa se preocupar

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário