Imagem de divulgação do Instagram Stories com o nome do produto riscado e, na sequência, escrito Snapchat.

Guia Prático #91: Qual o problema em copiar o que está dando certo?


6/8/16 às 14h35

No programa de hoje, eu (Rodrigo Ghedin), Emily Canto Nunes e Samir Salim Jr. falamos sobre Instagram e Snapchat e, de modo mais amplo, nessa situaçãozinha chata que é quando rola uma cópia muito fiel por uma empresa de algum recurso de outra rival. Além de gerar piadinhas no Twitter e pautas “a Internet se revoltou contra a empresa copiadora” na imprensa, há algum prejuízo? De que outros casos recentes do tipo nos lembramos? Copiar o Snapchat é a garantia de que o Instagram Stories será bem sucedido? Ouça e descubra!

Se preferir, baixe o MP3 e ouça depois. E se você ainda não assinou o programa no seu player de podcasts favorito, faça isso via iTunes ou pelo RSS.

Links citados

Assine o Manual do Usuário

Ao acessar este blog, você não é rastreado ou monitorado por empresas como Google, Facebook e outras de publicidade digital. A sua privacidade é preservada. O Manual do Usuário tenta viabilizar-se por métodos alternativos e éticos. O principal é o financiamento coletivo. Colabore — custa a partir de R$ 9 por mês:

Assine no Catarse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 comentários

  1. Bom Snapchat, vocês ignoraram o Windows. Agora só me interessa o Instagram Stories (mas vocês ainda tem tempo de lançar um app *__*)

          1. Pior que, nesse caso, é provável que sim. O Instagram do Windows 10 Mobile é um port do app para iOS, então não chega a ser muito trabalhoso levar as Stories ao sistema da Microsoft. Não há garantias, mas é realista acreditar que o recurso chegará.

          2. Não sei o porquê dos risos mas tudo bem ;)) Aceite que Windows 10 Mobile ainda incomoda.

  2. Muito bom o conteúdo do podcast , realmente preocupa a coleta de dados efetuada pelo Zuckerberg e cia. com a sua rede social e apps , está muito pouco transparente como ele monetiza as informações recolhidas dos milhões de usuários incautos, está aí um monopólio de informações a ser quebrado , quanto a copiar ( se inspirar) design , features etc , acho válido desde que se faça melhor não mais do mesmo como está sendo a maioria dos casos atuais.

  3. Eu adorei a função no Intagram, achava o snapchat muito restrito e a interface muito ruim de usar. No Instagram ficou tudo mais facil e da para selecionar o contato facilmente no topo e ver a historia.

  4. Conheço pessoas que nem sabem que seus contatos telefônicos ficam guardados online. Ainda pensam que se perder o cartão da operadora perdem tudo.

    Sério. A turma não tem noção.

  5. O comentário do Samir é bem aquilo que eu penso, as pessoas dão acessos aos dados pessoais por a promessa de um retorno, que muitas vezes nem sequer vale a pena. Eu uso o Android com medo (risos), brincadeiras à parte, mas é espantoso como a privacidade virou uma mercadoria que é vendida, trocada e roubada e a maioria das pessoas nem sequer se importa com isso.