Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

O escritório em casa do engenheiro de software Pedro A.

Visão lateral da mesa de trabalho do Pedro, com monitor ligado exibindo um papel de parede de folhas roxas e verdes, e o desktop ao lado, com luzes roxas internas.

Durante a pandemia de COVID-19, a seção de mochilas será convertida em escritórios domésticos. Faz mais sentido, certo? Vale para os recém-chegados ao home office e para quem já está nessa há tempos. Mande o seu seguindo estas instruções. Todo o texto abaixo é de autoria do Pedro.


Me chamo Pedro, sou uma pessoa não-binária e, embora seja brasiliense, moro há alguns meses na região metropolitana de São Paulo. Formado em Ciência da computação e quase especialista em Engenharia de software, atuo com engenharia de software com foco em desenho, construção e suporte a softwares distribuídos em nuvem e nos últimos anos atuei em órgãos públicos e, principalmente, em instituições financeiras. Sou marxista e trabalhar para instituições financeiras gera um certo conflito interno, mas sou parte do proletariado, então não há muito o que fazer nesse sentido. Para quem deseja me acompanhar nas redes sociais, sou @pppedroca@bantu.social no Mastodon.

Durante um tempo trabalhei em regime semi-presencial mesmo com a pandemia, mas nos últimos meses venho trabalhando remotamente, o que me fez investir um pouco mais num escritório mais adequado às minhas necessidades. Ainda não está totalmente de acordo com o que quero — em breve investirei noutros equipamentos e decoração —, mas acho que já é um ambiente confortável para trabalho.

  • Mesa. Planejada, já existia quando aluguei o apartamento. Não é ideal, mas atende bem às necessidades iniciais. No espaço livre da mesa eu costumo deixar os equipamentos externos do trabalho.
  • Cadeira. Uma cadeira Presidente qualquer que comprei em um hipermercado assim que cheguei na cidade. Não é a mais ergonômica mas (ainda) não me causa dores. Também pretendo investir em algo melhor.
  • Computador. Desktop pessoal, que utilizo para trabalhos pessoais e jogatina.
    • Hardware. O computador possui uma placa-mãe AMD ASRock B450M Steel Legend acompanhada de um processador Ryzen 5 3600x refrigerado por um Water Cooler DeepCool Gammax L240 ARGB, 1 par de memórias DDR4 de 8 GB 3.200 MHz XPG Gammix D30, 1 SSD Crucial BX500 de 240 GB e 1 SSD Crucial BX500 de 480 GB e uma placa de vídeo Nvidia GTX 1660 Super TUF Gaming OC Edition da ASUS com 6 GB de VRAM GDDR6. Pra complementar a refrigeração, três air coolers CoolerMaster Sickleflow ARGB dentro de um gabinete GALAX Quasar GX600 Preto e alimentado por uma fonte Superflower Leadex III 720 W 80 Plus Gold modular. Ainda existem dois adaptadores de conectividade sendo 1 para rede sem fio dual-band, Intelbras AC 1200 e um genérico para Bluetooth 5.0 que comprei no pela internet.
    • Software. A máquina possui dois sistemas operacionais em “dual boot”: Windows 10 Pro para jogatinas e Fedora 34 para demais tarefas, principalmente relativas à desenvolvimento de software.
Foto do escritório do Pedro, com o ambiente escuro, destacando o brilho do monitor e das luzes do desktop, todas com tonalidades roxas.
Foto: Arquivo pessoal.
  • Periféricos.
    • Monitor Concórdia R200s de 23,6 polegadas. É de LED, possui resolução de 1080p e opera à uma taxa de atualização de 144 Hz. É de uma fabricante brasileira e foi uma das compras que mais me surpreendeu positivamente pela qualidade;
    • Mouse Logitech G305 Lightsync sem fio. Acompanha um mousepad HyperX Fury S pequeno;
    • Teclado Keychron K3 Ultra-Slim (Low Profile). É um teclado mecânico com/sem fio com switches ópticos marrons e backlight RGB;
    • Áudio. Admito que gostaria de um sistema de som mais sofisticado, mas até que estou satisfeito com o atual, composto por:
      • Headset HyperX Cloud Stinger Core 2.1. Boa compra, porém cabo muito curto;
      • TWS Xiaomi Air 2 SE. Me acompanha dentro e fora de casa, tanto no PC quanto no smartphone;
      • Caixa de Som Anker Soundcore 2 20W RMS sem fio. Uso tanto no desktop quanto no smartphone. Outra compra que me surpreendeu em demasia pela qualidade.
    • Webcam Redragon Fobos GW600 720p 30FPS. Não é perfeita mas atende bem em vídeo conferências.
  • Outros itens.
    • Caneca de chope/cerveja da Imaginarium que mantém a bebida gelada. Foi um presente e tenho um carinho imenso mas atualmente uso como porta-canetas.
    • Um suporte de celular, de plástico, que comprei numa feirinha. Deixo preso ao carregador do aparelho.
    • Uma caneca da Princesa Jujuba, do desenho Hora de aventura. Também foi um presente e é minha companheira inseparável no dia a dia.
    • Suporte de headset/headphone genérico.
    • Pendrive SanDisk Ultra 32 GB USB-A 3.0, que uso para transferir grande volume de arquivos entre dispositivos — quando necessário — e manter uma imagem inicializável do Fedora para caso de emergências.
    • HD Externo Seagate 1 TB ST1000LM035 2,5 polegadas. Veio num antigo notebook e que posteriormente substituí por um SSD e vendi. Comprei um case USB 3.0 e utilizo como disco de backup para meus arquivos.
    • Filtro de Linha/DPS iClamper Energia 5, com cinco tomadas e potência variável entre 1270/2200 W. Já me salvou de alguns surtos de energia.
Visão frontal e melhor iluminada da mesa/escritório do Pedro, mostrando a prateleira superior, teclado/mouse e outros acessórios espalhados pela mesa.
Foto: Arquivo pessoal.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

5 comentários

  1. Comentário ocultado pela moderação. Motivo: ofensa pessoal sugestiva contra o personagem do post.

  2. Vendi meu monitor LG de 23 polegadas semana passada.
    Vou pegar um de 27 que, para mim, será ótimo para dividir a tela em duas para trabalhar. E ainda jogar de vez em quando, porque eu não sou de ferro né kkkkkk.
    Belo escritório amigo.

  3. Essas luzes roxas parecem deixar o ambiente ainda mais aconchegante Pedro! O papel de parede combinando com as luzes do gabinete ficou muito bom!
    Ah, confesso que na primeira vista fiquei me perguntando o porquê você tinha lápis dentro da sua cerveja. hahaha

    Seu espaço de trabalho é simples (e vejo isso como positivo) e parece super confortável também, aliás bela specs de PC também. ;)

    Abraços viu!

    PS.: Queria ler o que tá escrito na folha que o R2D2 segura. rs

    1. Realmente, deixam mesmo. E um pouco depois do envio acabei comprando uma lâmpada LED RGB e aí dá pra deixar o ambiente melhor ainda :)

      Sobre o que o R2D2 segura, é um livreto de charges do Maurício Falleiros (instagram.com/maufalleiros) que eu ganhei. É intitulado “Sexo, Drogas e Jesus Cristo”. Polêmico por si só, né?!

      1. Ali também tem um livretinho da queria Olivia Maia (oliviamaia.net), o Rabiscologia, ediçã́o 5 :)

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário