Post colaborativo para aproveitar as ofertas da Black Friday 2019

Apesar da fama, a Black Friday brasileira se consolidou como um evento importante no calendário do varejo nacional. Assim, com alguma pesquisa e um pouco de sorte, dá para encontrar bons descontos.

Este post é uma tentativa de organizar e facilitar a busca por essas ofertas que valem a pena. Toda a ação está nos comentários; você pode pedir por descontos de determinado produto ou, se encontrou uma oferta incrível, compartilhá-la.

Para facilitar a organização e o Ctrl + F da galera, sinalize cada comentário escrevendo [PEDIDO] ou [OFERTA] logo no início, ok? Já tem dois exemplos ali nos comentários.

Outro pedido: “limpe” os links. Antes de postá-lo, apague tudo o que aparecer após o ?, salvo se os parâmetros forem imprescindíveis para a obtenção do desconto. Exemplo:

https://www.site-de-compras.com.br/celular-barato?chave=pm_hm_bt_sub_celular_barato_281119

Vira…

https://www.site-de-compras.com.br/celular-barato

E lembre-se: se não comprar nada, o desconto é de 100%. Black Friday é uma ótima oportunidade para conseguir descontos em produtos que já estavam no meu radar. Comprar algo apenas porque está barato não é economia, é consumismo puro e desperdício de recursos.

Boas compras!

Foto do topo: Powhusku/Flickr. Eu amo essa foto!

Post livre #202

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos. Ele fecha no domingo por volta das 16h.

Atenção! Hoje (28/11) à noite, publicaremos um post livre especial para a Black Friday. Vamos guardar pedidos e oportunidades para mais tarde, ok?

VPN como fator de segurança: Para que serve e quando usá-la

Estar seguro na internet, hoje, não depende mais apenas do indivíduo, mas ainda assim existem medidas que cada um de nós pode tomar para mitigar os riscos. Uma muito alardeada nos últimos anos é o uso de uma VPN, sigla em inglês para “rede privada virtual”, mas você sabe o que é e para que serve uma?

“Especialistas costumam falar: ‘use VPN para sua segurança’, e muitas vezes a gente não explica ou não entra nos detalhes técnicos que nos levaram a concluir que uma VPN é uma forma segura de você se comunicar”, reconhece Fabio Assolini, pesquisador de segurança sênior da empresa de segurança Kaspersky. Pois bem, vamos falar de VPN, então.

Continue lendo “VPN como fator de segurança: Para que serve e quando usá-la”

Post livre #201

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos. Ele fecha no domingo por volta das 16h.

Sem saberem, grandes empresas financiam desinformação e intolerância na internet: Uma conversa com Matt Rivitz, do Sleeping Giants

Em novembro de 2016, após Donald Trump ser eleito presidente dos Estados Unidos, o redator publicitário Matt Rivitz abriu o site Breitbart News, ligado ao estrategista de campanha de Trump, Steve Bannon, e peça-chave na cobertura da campanha do republicano. Rivitz ficou horrorizado com o que classificou de conteúdo “incrivelmente intolerante, racista e sexista”. Também chamou a sua atenção a presença de anúncios de grandes marcas ao lado desses comentários. Primeiro, Rivitz questionou se as empresas sabiam que suas marcas estavam sendo veiculadas ao lado de conteúdos reprováveis. E, se ao saberem, tomariam alguma atitude. Decidiu, então, expôr o problema.

Nascia ali o Sleeping Giants, uma conta no Twitter inicialmente anônima que Rivitz criou para conscientizar o mercado dos resultados potencialmente danosos à imagem das empresas que a publicidade programática pode gerar. Esse modelo, liderado pelo Google e praticamente padrão na indústria, automatiza a compra de espaços para a veiculação de anúncios. A empresa X que queira anunciar seu produto nos locais e para as pessoas mais propensas a adquiri-lo paga ao Google, não aos sites e apps anunciantes, e o Google faz o trabalho de combinar as peças aos sites, palavras-chaves no buscador e outras propriedades digitais usando todos os dados que coleta rotineiramente dos seus bilhões de usuários. Obviamente, nem todos os sites são iguais e é nessa que marcas renomadas acabam anunciadas em locais que emanam ódio, racismo, misoginia e toda a sorte de conteúdo errático.

O Sleeping Giants detecta e expõe essas situações. É um trabalho que vem dando resultado: de acordo com a Moat Pro, empresa especializada em inteligência em publicidade, entre o início do perfil e junho de 2018, o número de marcas anunciantes no Breitbart News caiu 80,3% (de 3.300 para 649) e o de peças únicas, 83,5% (de 11.500 para 1.902). Apesar do foco inicial nesse site, hoje o Sleeping Giants mira outros veículos intolerantes e, em alguns casos, indivíduos que desfrutam de posições privilegiadas a despeito de condutas e declarações reprováveis.

Continue lendo “Sem saberem, grandes empresas financiam desinformação e intolerância na internet: Uma conversa com Matt Rivitz, do Sleeping Giants”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!