Anúncio Acesse versões internacionais da Netflix com a VPN do Surfshark

Extensões do Chrome serão proibidas de transferir ou usar dados dos usuários para fins controversos

A partir de 18 de janeiro de 2021, as extensões do Chrome exibirão, na Chrome Web Store, detalhes de quais tipos de dados elas coletam “em linguagem clara e fácil de entender”, parecido com o que já rola nas lojas de apps para celulares. Outra mudança importante é que passa a ser proibido usar ou transferir dados dos usuários para personalizar anúncios, fazer análise de crédito e repassá-los a qualquer espécie de data broker.

São medidas tardias, mas bem-vindas. O histórico de navegação web contém dados muito sensíveis; é possível inferir muita coisa apenas com base nele. Além do impacto no desempenho do navegador, a instalação de extensões abre brechas à privacidade — um alerta que fiz no último Guia Prático.

Note que é bastante difícil ao Google aplicar as novas diretrizes que impedem os donos de extensões de transferirem ou usarem dados do usuário para fins proibidos. Na dúvida, a recomendação é instalar o mínimo possível de extensões. Via Chromium Blog/Google (em inglês).

Apple reduz taxa da App Store pela metade para pequenos desenvolvedores

A partir de 1º de janeiro de 2021, a Apple reduzirá pela metade — de 30% para 15% — a taxa cobrada na venda de apps e compras dentro de apps publicados na App Store àqueles que faturaram até US$ 1 milhão em 2020. O programa é “opt-in”, ou seja, quem for elegível precisará sinalizar interesse nele, e valerá também desenvolvedores recém-chegados à App Store.

É um evidente resultado da pressão que a Apple vem tomando de empresas como Spotify, MatchGroup (do Tinder), Epic (do Fortnite) e Basecamp, que reclamam da taxa de 30% cobrada pela Apple e de algumas políticas da App Store. A nova taxa reduzida ajuda na defesa da Apple e beneficia muitos desenvolvedores (provavelmente a maioria deles), e só a elas — às grandonas, que se posicionam mais firmemente, continua tudo igual. Tim Sweeney, fundador e CEO da Epic, disse que a Apple tenta, com essa estratégia, causar divisão entre os desenvolvedores. Em nota, o Spotify afirmou o óbvio: que a novidade não altera em nada as rusgas da empresa com a Apple e a App Store. Via Apple, Variety (em inglês).

Chrome 87 e Firefox 83: navegadores mais econômicos

Google e Mozilla lançaram novas versões dos seus navegadores prometendo menos consumo de recursos do computador.

O Chrome 87 agora prioriza abas em primeiro plano. Na prática, segundo testes internos do Google, a nova versão reduz o consumo de CPU em cinco vezes e estende a autonomia da bateria (qual?) em 1,25 hora. Em velocidade, a empresa promete que ele agora inicializa 25% mais rápido e carrega páginas 7% mais rápido. Via Google (em inglês).

No Firefox 83, a Mozilla promete que seu navegador está 15% mais rápido no carregamento de páginas, 12% mais responsivo e que reduziu o consumo de memória em 8%. Uma novidade legal é uma opção que força conexões HTTPS (criptografadas), similar a extensões como a HTTPS Everywhere. Via Venturebeat (em inglês).

Google Fotos deixará de ter armazenamento ilimitado em 2021

Um dos grandes diferenciais do Google Fotos é o armazenamento ilimitado de fotos “de alta qualidade” (limitadas a 16 megapixels, mais que suficiente para fotos amadoras/feitas em celulares). Essa vantagem deixará de existir no dia 1º de junho de 2021. A partir dessa data, todas as novas fotos enviadas ao serviço serão descontadas do espaço na nuvem disponível ao usuário — por padrão, 15 GB na conta gratuita.

Qualquer serviço corre o risco de se tornar menos amigável ou mais caro ao usuário; com os gratuitos, o risco é maior. O Google revelou que armazena, hoje 4 trilhões (!) de fotos, e que a cada semana são acrescentadas 28 bilhões de fotos a seus servidores. É muita coisa e não é de graça. Via Google.

Como desativar emojis animados no Telegram

Já faz algumas versões que o Telegram implementa versões grandes, animadas e até com som (!) de emojis populares em mensagens enviadas apenas com o emoji em questão. Para quem prefere os emojis convencionais, basta desativar a opção Emoji Grande — ela está em locais diferentes, dependendo da plataforma, então é mais fácil usar a busca das opções para encontrá-la. Via @DicasTelegram.

A título de curiosidade, os emojis com som são estes: 🎃, ⚰️, 🧟, 🧟‍♂️, 🧟‍♀️, 🍑 e ❤️. Para ouvi-los, envie um e, depois que a animação terminar, toque no emoji.

WhatsApp terá mensagens temporárias que desaparecem após 7 dias

O WhatsApp agora permite que conversas individuais e em grupos sejam temporárias: após sete dias, elas somem automaticamente. O recurso é bem mais simples que as implementações de outros apps (Signal, Telegram), e talvez seja uma boa, para evitar confusão. Existem várias exceções à exclusão automática, como encaminhamentos a outras conversas e arquivos de mídia salvos na memória, então é uma boa ler a breve documentação oficial. Via WhatsApp.

OnlyOffice agora cobra em real

O OnlyOffice agora cobra em reais por suas soluções de hospedagem (SaaS). A opção (BRL) aparece no checkout — na página de preços do site, ainda está só em dólar, mesmo na versão brasileira; ao clicar nos botões “Comprar”, na tela seguinte aparece o seletor de moeda.

Dias atrás, o OnlyOffice realizou um grande evento virtual onde anunciou novas versões dos seus aplicativos de escritório e lançou o Workspace, uma alternativa de código aberto e self-hosted a soluções como Google Workspace e Office 365. Via OnlyOffce (2).

Telegram 7.2 traz melhorias na localização em tempo real e jogo com o emoji 🎰

As atualizações do Telegram sempre impressionam. É incrível como recursos aparentemente simples são desenvolvidos ao extremo. Da última, publicada nesta sexta (30), destaco a localização em tempo real: agora o app te notifica quando o contato estiver próximo e mostra, no mapa, a direção em que ele se movimenta. Também tem novidades nas mensagens fixadas, estatísticas de canais, playlists de arquivos de áudio, novos emojis animados do Dia das Bruxas (e um joguinho com o 🎰) e, no Android, animações mais suaves.

Aliás, do post oficial:

A nova versão com estes recursos está disponível para todos os nossos usuários no Android via Google Play ou Arquivo APK. Se você está no iOS, você receberá a atualização assim que: a) a Apple terminar de analisar ela OU b) você decidir migrar para o Android. 👀

Via Telegram.

No WhatsApp Business, nem todas as conversas são criptografadas de ponta a ponta

O Facebook anunciou três novidades para o WhatsApp Business, a versão para empresas que querem fazer negócios dentro da plataforma: 1) Compras sem sair do app; 2) Serviços de hospedagem do próprio Facebook, o que permitirá que as empresas tenham vários terminais com acesso à mesma conta do Business; e 3) Passará a cobrar por alguns serviços das empresas que usam o Business (alguns tipos de mensagens já são cobrados; isso será expandido).

São mudanças que transformam o WhatsApp Business em uma solução completa, verticalizada e escalável de comércio online. (Neste vídeo promocional dá para ver toda a jornada do cliente, incluindo o checkout.)

Também chama a atenção, e esta talvez seja a grande história enterrada neste anúncio, que as conversas com empresas que terceirizam a operação da API do WhatsApp Business não são criptografadas de ponta a ponta. Não sei se isso é novidade; pessoalmente, não sabia. E em breve, quando o próprio Facebook estiver disponível como um desses operadores terceirizados, “as empresas [que adotarem os serviços do Facebook] poderão usar as conversas para fins de marketing, o que inclui fazer publicidade no Facebook”.

As novidades estarão disponíveis nos próximos meses. Via WhatsApp, TechCrunch.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!