A difícil tarefa de reinventar o e-mail

Muitos aspectos das nossas vidas são tão naturalizados que só os percebemos quando algo sai do roteiro ou alguém chama a atenção a eles. O e-mail, goste dele ou não, é um desses. O pessoal do Basecamp, um prestigiado gerenciador de projetos, lançou um novo serviço de e-mail que, dizem eles, joga luz e resolve alguns dos problemas graves do e-mail.

Continue lendo “A difícil tarefa de reinventar o e-mail”

Onde estão os apps de ficar parado?

Um dos traços da indústria da tecnologia é a crença na capacidade de resolver todos os problemas — incluindo aqueles criados por ela mesma — apenas com tecnologia. Mesmo quando a fonte desses problemas tem origem na subjetividade, por essa visão tecnicista bastaria jogar mais tecnologia, criar um algoritmo mais complexo ou qualquer coisa do tipo para que tudo se ajeitasse.

Continue lendo “Onde estão os apps de ficar parado?”

Como desativar as notificações por SMS de 99Food, iFood, Rappi e UberEATS — e outras dicas para se livrar desses apps

Em algum momento de 2019, decidi não usar mais aplicativos de delivery. Havia motivos de sobra — não me estenderei neles; se ficou curioso, sugiro a leitura deste artigo. Desinstalei os que estava usando e achei que estaria livre deles. Foi um engano.

Continue lendo “Como desativar as notificações por SMS de 99Food, iFood, Rappi e UberEATS — e outras dicas para se livrar desses apps”

A falta de privacidade — planejada e acidental — do Zoom

É um tanto difícil falar em vencedores durante uma pandemia, mas, se nos permitirmos esse exercício, o Zoom, empresa norte-americana que oferece um serviço de videochamadas via internet, entraria fácil nessa seleção.

O sucesso estrondoso do Zoom se funda em dois aspectos: a facilidade de uso — basta ter um link para entrar em uma conversa — e a qualidade da imagem e som, que decorre diretamente da obsessão em manter a latência abaixo de 150 ms, aquele “atraso” do áudio em relação ao vídeo, mesmo em salas lotadas — o sistema suporta até 100 participantes em uma chamada, e até 1 mil no modo webinar, em ambos com recursos avançados como compartilhamento de tela, enquetes e espelhamento em plataformas de streaming (YouTube, Facebook).

Continue lendo “A falta de privacidade — planejada e acidental — do Zoom”

Pretext, um “Bloco de notas” para iOS integrado ao iCloud

Um app legal, uma alternativa aos das Big Tech e as últimas novidades dos apps que (quase) todos usamos. Assine gratuitamente a newsletter para não perder as próximas edições.

Já foi dica aqui no Manual: ter um app de notas rápido e sem firulas faz muita diferença no dia a dia. Quem usa iPhone tem no Notas, da própria Apple, uma boa opção. É a que eu uso, mas um detalhe dele, o fato de as notas não serem arquivos acessíveis diretamente no Finder, sempre me incomodou.

Continue lendo “Pretext, um “Bloco de notas” para iOS integrado ao iCloud”

Byte, o sucessor espiritual do Vine chegou

Um app legal, uma alternativa aos das Big Tech e as últimas novidades dos apps que (quase) todos usamos. Assine gratuitamente a newsletter para não perder as próximas edições.

Por um breve período no início da última década e contrariando qualquer lógica, uma rede social que só permitia a publicação de vídeos com no máximo seis segundos de duração não só existiu, como fez algum barulho. Era o Vine. Comprado pelo Twitter em 2013, no auge da sua popularidade e por motivos burocratas que só os executivos do Twitter poderiam explicar, o Vine foi encerrado, abrindo espaço para que três anos mais tarde o chinês TikTok conquistasse o Ocidente e um rombo no coração de Dom Hofmann, um dos inconformados criadores do Vine.

Continue lendo “Byte, o sucessor espiritual do Vine chegou”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!