Guia Prático #108: Livro impresso ou e-book?

No programa de hoje, eu (Rodrigo Ghedin), Fabio Montarroios e Paulo Higa revistamos um antigo debate, o dos livros impressos em papel e digitais — basicamente, Kindle. As vendas de e-books estão caindo e as do impresso, seguem firmes. Estamos testemunhando um retorno ao papel? Ou outros fatores explicam? Na real, qual experiência é melhor: ler no papel ou na tela de e-ink do Kindle? Com opiniões bem divergentes e um papo agradável, discutimos esses e outros assuntos relacionados a esse universo.

Continue lendo “Guia Prático #108: Livro impresso ou e-book?”

Qual o limite do Facebook?

Mais um trimestre se passou e, outra vez, o Facebook bateu recordes de receita. O lucro da empresa foi de US$ 3,5 bilhões, aumento de 177% em relação ao mesmo período do ano passado. Embora num ritmo menor, a base de usuários da rede continua crescendo; hoje, está em 1,86 bilhão de pessoas.

Em paralelo, nos últimos dias o Facebook anunciou diversas iniciativas em todos os seus apps para impulsionar o uso delas pelas pessoas: Continue lendo “Qual o limite do Facebook?”

Post livre #71

Post livre na área antes mesmo de começar o expediente! Para quem ainda não conhece, posts livres são posts publicados às sextas, sem conteúdo algum, apenas para abrir os comentários, onde conversamos sobre quaisquer assuntos até domingo à noite.

Da necessidade de antivírus em computadores e celulares

Em 1983, o cientista da computação Fred Cohen publicou um artigo acadêmico que detalhava um tipo de programa de computador capaz de “afetar outros programas modificando-os de modo que inclua uma (possivelmente melhorada) cópia de si mesmo”. Para se referir a essa então novidade, ele cunhou, no mesmo trabalho, o termo “vírus de computador”.

Mais de 30 anos depois, a indústria de segurança digital está consolidada e é, talvez mais do que em qualquer outro ponto da história, necessária frente aos avanços daqueles que querem destruir, invadir ou lucrar violando toda a sorte de dispositivos digitais presentes em nossas vidas.

Uma das vertentes da segurança digital mais difundidas se materializa na forma do antivírus, um programa que monitora ininterruptamente toda a atividade em um sistema a fim de protegê-lo. Mas até que ponto a confiança neles chega? O retorno compensa as falhas que o antivírus traz consigo? Ele é a única ou a melhor defesa de que dispomos? Afinal, quem vigia os vigilantes? Continue lendo “Da necessidade de antivírus em computadores e celulares”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!