NET demite atendente que assediou cliente e cria canal de denúncias

Complementando a nota de esclarecimento publicada anteontem, a NET divulgou uma outra informando que o atendente que assediou via WhatsApp a jornalista Ana Prado foi desligado da empresa e que uma ação criminal foi instaurada.

A empresa também anunciou, na nota publicada no Facebook, a criação de um “canal exclusivo para comunicação de eventuais desvios de conduta dos nossos colaboradores,” pelo email conduta.net@net.com.br.

O caso serviu para outras pessoas, também assediadas por atendentes da NET e de outras operadoras de telefonia e TV por assinatura, se manifestarem. A BBC ouviu e contou as histórias de uma dezena delas, e deu dicas sobre como proceder em casos do tipo. Resumidamente: preservar as provas, bloquear o contato, denunciar à empresa responsável e lavrar um boletim de ocorrência. Para mais detalhes, leia a reportagem na íntegra.

Post livre #13

Este post é apenas um pretexto para conversarmos nos comentários. Entre, mande um comentário sobre o que quiser, responda os demais, e só.

Preço do G4 no Brasil é 30% maior que o do G3 na época do seu lançamento — e isso é tendência

Hoje a LG anunciou preço e disponibilidade no Brasil do G4, seu novo smartphone topo de linha. A versão básica, com tampa em policarbonato, sai por R$ 2.999. Por R$ 100 a mais você leva a de couro. Ele estará disponível na segunda metade de junho.

O preço assustou um pouco, e fortalece uma tendência. Até agora, apenas LG e Samsung lançaram seus melhores smartphones em 2015. Em relação aos modelos de 2014, os preços de ambas estão 26% (Samsung) e 30% (LG) mais caros. O G3, do ano passado, saiu aqui com o preço sugerido de R$ 2.299. Continue lendo “Preço do G4 no Brasil é 30% maior que o do G3 na época do seu lançamento — e isso é tendência”

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário